quinta-feira, 1 de novembro de 2018

Toffoli quer discutir prevenção de homicídios em encontro com Bolsonaro



O presidente do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli, se reunirá na próxima semana com o presidente da República eleito, Jair Bolsonaro. Entre outros temas, Toffoli quer discutir a prevenção a homicídios.

O ministro defende que o debate seja feito entre os representantes dos três poderes. Por isso, quer trabalhar com Executivo e Legislativo para encontrar formas de prevenir assassinatos e desburocratizar processos no Judiciário.

No último domingo (28), quando Bolsonaro foi eleito presidente da República, Toffoli telefonou para parabenizá-lo. Na conversa, combinaram o encontro da semana que vem.
Bolsonaro e Toffoli ficaram de discutir os problemas do país, e o presidente eleito disse que queria ouvir o ministro.

Combate à violência
Uma das pautas de Toffoli, segundo o blog apurou, é como endurecer as penas em relação aos homicídios. Um dos eixos da campanha de Bolsonaro foi o combate à violência.

No discurso de posse na presidência do STF, em setembro, Toffoli elegeu o tema como prioridade. Disse que, como chefe do Poder Judiciário, quer agilizar o julgamento de homicídios no país.

Para Toffoli, cabe ao Executivo formular políticas públicas para prevenção e repressão; ao Legislativo, mudanças na lei para desburocratizar o processo de júri; e ao Judiciário, "realmente realizar esse júri".

O ministro lembrou que, no voto sobre a possibilidade de prisão após condenação em segunda instância, votou a favor de que, em casos de crime contra a vida dolosos, a eventual condenação pelo júri já leve à execução da pena.

0 comentários:

Postar um comentário