domingo, 25 de novembro de 2018

Biogás de dejetos de suínos gera energia elétrica em Santa Catarina



Dejetos de suínos estão virando biogás, que se transforma em energia elétrica, em Santa Catarina.

No início, a energia era usada apenas para movimentar o maquinário de uma granja, mas o negócio deu certo e o criador acabou montando uma pequena usina na propriedade. Agora são 250 mil litros que, diariamente, vão para 7 biodigestores.

A energia produzida lá é suficiente para abastecer 1.800 casas durante um mês.

Metade da produção é gasta na propriedade. A outra parte é vendida para a empresa responsável pela distribuição de energia elétrica no estado.

"Hoje, qualquer propriedade acima de 3 mil animais já tem potencial para produzir uma boa quantidade de quilowatts", diz o criador Anélio Tomazzoni.

Carros
O gás dos dejetos não serve só para produzir energia elétrica. Em Corcórdia, a Embrapa Suínos e Aves, ele foi usado em um carro.

Com dejetos dos 300 suínos que eles têm nessas granjas, o veículo, que roda cerca de 600 km com 40 litros de álcool, agora tem uma autonomia de mais 250 km com apenas 15 metros cúbicos de gás biometano.

Também é possível produzir biogás com dejetos de outros animais e com matéria-prima vegetal, como a cana de açúcar. Segundo a associação brasileira do biogás e do biometano, se todo esse potencial fosse aproveitado, ele seria sufiente para gerar mais de um terço da energia elétrica consumida no país.

0 comentários:

Postar um comentário