quarta-feira, 7 de novembro de 2018

Banco Central, Petrobras e BNDES



Questionado se o governo pretende manter Ilan Goldfajn na presidência do Banco Central, Bolsonaro declarou que terá de conversar primeiro com o futuro ministro da Economia, Paulo Guedes, e, se for o caso, com o próprio Ilan.

“Depende se ele [Ilan] quer ficar, eu nunca conversei com ele na minha vida. Passa pelo Paulo Guedes, ele vai apresentar para mim, se for o Ilan, a gente vai conversar", disse o presidente eleito.

O presidente eleito também afirmou que Guedes, apelidado por ele de "Posto Ipiranga", tratará sobre a permanência ou não de Ivan Monteiro na presidência da Petrobras.

Bolsonaro não comentou sobre mudanças no comando do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Adiantou, contudo, que abrirá "o sigilo" das operações do banco logo na primeira semana do governo, que terá início em janeiro.

"BNDES, da minha parte, nós vamos abrir todo o sigilo para vocês, sem exceção", declarou.


0 comentários:

Postar um comentário