sexta-feira, 31 de agosto de 2018

Propaganda eleitoral no rádio e na TV começa nesta sexta-feira; veja regras


Segundas, quartas e sextas-feiras: propagandas dos candidatos a senador (7 minutos diários), deputado estadual ou distrital (9 minutos diários) e governador (9 minutos diários).
Terças, quintas e sábados: propagandas dos candidatos a presidente (12 minutos e 30 segundos) e a deputado federal (12 minutos e 30 segundos).

Além disso, de segunda-feira a domingo, 70 minutos diários serão reservados para a propaganda gratuita na forma de inserções de 30 e 60 segundos, a critério do partido político ou coligação, das 5h à meia-noite.

Na terça (28), o TSE aprovou a resolução que regulamenta o plano de mídia para os candidatos a presidente da República. No rádio, haverá um bloco às 7h e outro às 12h. Na TV, o primeiro bloco será às 13h e o segundo, às 20h30.

Regras
Segundo a lei, a propaganda eleitoral gratuita na televisão deve utilizar, entre outros recursos, subtitulação por meio de legenda oculta (chamado closed caption), janela com intérprete de linguagem de Libras (Língua Brasileira de Sinais) e audiodescrição (para cegos e deficientes visuais), sob responsabilidade dos partidos e das coligações.

A lei proíbe a veiculação de propaganda que possa degradar ou ridicularizar candidatos, sob pena de perda do direito à veiculação no dia seguinte ao da decisão.

Em caso de reincidência, há a suspensão temporária da participação do partido ou da coligação no programa eleitoral gratuito.

A legislação em vigor também veda a propaganda paga no rádio e na televisão.

Entrevistas e pesquisas
Segundo o TSE, é permitida a veiculação de entrevistas com o candidato e de cenas externas em que ele, pessoalmente, divulgue as realizações de governo ou da administração pública, falhas administrativas e deficiências em obras e serviços públicos em geral, além de atos parlamentares e debates legislativos.

quinta-feira, 30 de agosto de 2018

Índice que reajusta o aluguel acelera alta a 0,7% em agosto, diz FGV



O Índice Geral de Preços-Mercado (IGP-M) acelerou a alta a 0,7% em agosto, depois de subir 0,51% em julho, informou a Fundação Getulio Vargas (FGV) nesta quinta-feira (30).

O IGP-M é utilizado como referência para a correção de valores de contratos, como os de aluguel de imóveis.

Com esse resultado, o índice acumula alta de 6,66% no ano e de 8,89% em 12 meses, bem acima da inflação oficial do país. Em agosto de 2017, o índice havia subido 0,1% e acumulava queda de 1,71% em 12 meses.

Atacado e varejo
O Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA), que mede os preços no atacado e que responde a 60% no cálculo do IGP-M, passou de 0,5% em julho para 1% em agosto.

A principal contribuição partiu do subgrupo alimentos in natura, cuja taxa de variação passou de -11,55% para -4,69%.

O índice do grupo matérias-primas brutas subiu 2,61% em agosto. Em julho, o índice havia registrado queda de 0,7%. As principais contribuições vieram dos itens milho em grão (-9,53% para 3,68%), minério de ferro (-1,5% para 3,35%) e soja (em grão) (-1,03% para 2,8%).

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC), relativo aos preços no varejo, que responde a 30% do cálculo, passou de 0,44% em julho para 0,05% em agosto.

Quatro das oito classes de despesa componentes do índice registraram alta em suas taxas de variação:

Vestuário (-0,84% para -0,44%)
Alimentação (-0,19% para -0,15%)
Saúde e Cuidados Pessoais (0,27% para 0,3%)
Despesas Diversas (0,07% para 0,41%)
Em contrapartida, apresentaram recuo em suas taxas de variação os grupos:
Habitação (1,37% para 0,54%)
Educação, Leitura e Recreação (1,07% para -0,41%)
Transportes (0,28% para -0,29%)
Comunicação (0,35% para 0,21%)
Veja as variações por itens:
Roupas (-1,15% para -0,58%)
Hortaliças e legumes (-21,45% para -10,12%)
Artigos de higiene e cuidado pessoal (-0,67% para 0,03%)
Cigarros (0,11% para 1,31%)
Tarifa de eletricidade residencial (6,65% para 1,33%)
Passagem aérea (20,15% para -16,59%)
Tarifa de ônibus urbano (2,08% para -0,32%)
Tarifa de telefone móvel (0,75% para -0,14%)

Construção
O Índice Nacional de Custo da Construção (INCC), que também é usado para calcular o IGP-M, mas com peso menor do que os outros subíndices, passou de 0,72% em julho para 0,3% em agosto.

Natal deve criar cargo de profissional de apoio escolar para alunos com deficiência, determina juiz



A Defensoria Pública do Rio Grande do Norte conquistou na Justiça uma decisão que obriga o Município de Natal a criar o cargo de profissional de apoio escolar para alunos com deficiência. A decisão, tomada pela 2ª Vara da Infância e Juventude da capital potiguar, atende parcialmente ao pedido de resguardo do direito fundamental à educação inclusiva.

A demanda judicial foi proposta após inúmeras reclamações de pais de crianças e adolescentes com deficiência quanto à ausência de professor auxiliar ou profissional de apoio escolar nas escolas da rede pública municipal.

A ação apresentava pedidos de criação e provimento de cargos de profissional de apoio escolar e professor auxiliar ou auxiliar de sala. No entanto, em sua decisão,o juiz Sérgio Maia considerou que o cargo de professor auxiliar é o mesmo do professor de atendimento educacional especializado que atua nas salas de recursos multifuncionais e já existe na rede de ensino municipal.

Atualmente, segundo dados da Secretaria Municipal de Educação, 70 professores fazem o atendimento especializado em 46 salas de recursos multifuncionais. O número é considerado insuficiente pela Defensoria Pública, já que na rede pública municipal existem matriculados 1.886 alunos com deficiência.

De acordo com o Ministério da Educação (MEC), os professores auxiliares são responsáveis por atender às necessidades pedagógicas do aluno com deficiência, seguindo o plano de atendimento educacional especializado. Já os profissionais de apoio escolar, prestam auxílio individualizado ao estudante em atividades em que este não consegue realizar sozinho, tais como, locomoção, higiene e alimentação.

Na decisão, o Município tem um prazo de 90 dias para enviar o Projeto de Lei que cria o cargo para a Câmara de Vereadores. De acordo com a decisão, o projeto de lei deve conter também as especificações das atribuições funcionais e requisitos para o ingresso no quadro efetivo pessoal da Secretaria Municipal de Educação, visando a posterior realização de concurso público para o provimento do cargo em número suficiente para atender toda a demanda.

MEC diz: 7 de cada 10 alunos do ensino médio têm nível insuficiente em português e matemática



Sete de cada dez alunos do 3º ano do ensino médio têm nível insuficiente em português e matemática. Entre os estudantes desta etapa de ensino, menos de 4% têm conhecimento adequado nestas disciplinas. É o que mostram os dados do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb) 2017 divulgados pelo Ministério da Educação (MEC) nesta quinta-feira (30).


O Saeb é a avaliação utilizada pelo governo federal, a cada dois anos, para medir a aprendizagem dos alunos ao fim de cada etapa de ensino: ao 5º e 9º anos do ensino fundamental e 3º ano do ensino médio. O sistema é composto pelas médias de proficiências em português e matemática extraídas da Prova Brasil, e pelo Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) que ainda não foi divulgado.

Pela primeira vez, o MEC classificou os níveis de proficiência que estão organizados em uma escala de 0 a 9 - quanto menor o número, pior o resultado. Níveis de 0 a 3 são considerados insuficientes; entre 4 e 6 os alunos têm nível de conhecimento básico; e a partir de 7 até 9, adequado.

Etapa mais problemática da educação básica, o ensino médio foi classificado no nível 2 de proficiência. Em matemática, 71,67% dos alunos têm nível insuficiente de aprendizado. Desses, 23% estão no nível 0, o mais baixo da escala de proficiência. Em português, 70,88% dos dos alunos têm nível insuficiente de aprendizado, sendo que 23,9% estão no nível zero, o mais baixo.

Dólar volta a subir nesta quinta e chega a R$ 4,21



O dólar volta a subir nesta quinta-feira (30), chegando ao patamar de R$ 4,20, após cair na véspera. Os investidores continuam acompanhando a corrida eleitoral no país e o cenário externo.

Às 13h14, a moeda norte-americana subia 1,76%, a R$ 4,1899. Na máxima do dia, chegou a R$ 4,2144. Na mínima, a R$ 4,1195. Veja mais cotações.

A seguir neste ritmo, o dólar pode encerrar o dia na maior cotação de fechamento da história frente ao real. A maior cotação de fechamento até agora foi registrada em 21 de janeiro de 2016, quando a moeda dos EUA encerrou o dia a R$ 4,1631. No intradia, no entanto, esse valor já foi maior: o dólar chegou a valer R$ 4,2484 em 24 de setembro de 2015, mas recuou e fechou abaixo de R$ 4.

A cotação por aqui segue a trajetória da moeda norte-americana ante divisas de emergentes no exterior e reflete as perspectivas do mercado depois de uma nova rodada de pesquisa de intenção de voto. Também pressiona a cotação da moeda a alta de juros anunciada na Argentina, onde a taxa chegou a 60%.

Na véspera, o dólar caiu 0,54%, a R$ 4,1176, após se aproximar da máxima de fechamento histórica no começo do pregão.

"Sem grande 'ajuda' do exterior, e ainda com dúvidas sobre as perspectivas políticas por aqui, o viés para os ativos locais, nesta sessão, é mais negativo", disse a corretora Guide Investimentos em relatório.

No mercado internacional, o dólar operava em alta ante a cesta de moedas e subia forte ante divisas de paísesmergentes, com destaque para a lira turca, o rand sul-africano e a rúpia indiana.

Petrobras anuncia alta da gasolina nas refinarias a partir de quinta e valor chega a recorde


O preço médio da gasolina praticado pela Petrobras nas refinarias será elevado ao maior patamar da era de reajustes diários na quinta-feira (30), com a empresa adotando sua política que segue cotações do mercado internacional e as oscilações do câmbio.


Já a cotação do diesel, congelada desde junho por conta dos subsídios oferecidos pelo governo após a paralisação dos caminhoneiros, será alterada com a aplicação de uma nova fórmula a partir de 1º de setembro. O preço do combustível na refinaria poderia subir cerca de 10%, segundo um analista ouvido pela Reuters.

Conforme informado no site da estatal, o preço da gasolina irá a R$ 2,1079 por litro na quinta-feira, alta de 1,2% ante o registrado atualmente.

Com isso, a valorização da gasolina na refinaria em agosto chegará a 7,1%. Desde o início da sistemática de oscilações diárias, há pouco mais de um ano, o ganho é superior a 50%, de acordo com cálculos da Reuters com base em números da Petrobras.

A disparada no valor da gasolina ocorre em meio à firmeza das referências internacionais do petróleo e à apreciação de quase 10% do dólar ante o real em agosto, fatores estes utilizados pela petroleira em sua política de formação de preços de combustíveis.

UFRN oferece 446 vagas em graduação; inscrições estão abertas



A Universidade Federal do Rio Grande do Norte está com inscrições abertas para processo seletivo de reocupação de 446 vagas residuais de graduação. As vagas são distribuídas entre os campi Natal, Macaíba, Santa Cruz, Caicó e Currais Novos.

Para se inscrever é preciso ser ex-aluno da UFRN com programa cancelado entre 2014 e 2018, ter vínculo ativo com alguma universidade reconhecida pelo MEC ou já ser graduado. A inscrição é realizada exclusivamente pelo site da Comperve e custa R$ 30.

Com questões de português e matemática, as provas estão marcadas para o dia 14 de outubro. O edital completo está disponível neste link.

quarta-feira, 29 de agosto de 2018

Receita Federal promove leilão eletrônico em Natal



A Delegacia da Receita Federal em Natal (DRF/Natal) promoverá leilão eletrônico de 36 lotes de mercadorias. Os lotes são compostos por carros, rádios, antenas para internet, roteadores, impressoras, faqueiros, cabelos humanos, perfumes, caixas acústicas, videogames, equipamentos e suprimentos de informática, conversores de rede, aspirador de pó, babá eletrônica, relógios, dentre outras mercadorias.

A realização da sessão pública para classificação e ordenação de propostas será no dia 5 de setembro de 2018, ao meio-dia. Já a sessão pública para lances será às 13 h, na mesma data.

Para ver o edital do leilão eletrônico a e relação de mercadorias que serão leiloadas, é preciso consultar a página da Receita Federal no link. O período de apresentação das propostas será de 20 de agosto de 2018 até as 21h do dia 4 de setembro.

Os recursos conseguidos no leilão são recolhidos com repasse automático para conta do Tesouro Nacional, para depois serem distribuídos de 40% para a seguridade social e 60% para o Fundo de Desenvolvimento e Aperfeiçoamento da Atividade de Fiscalização (Fundaf).

Requisito
Para participar do Leilão Eletrônico, não pode ter pendências com a Receita Federal e a Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGF). Além disso, os interessados devem acessar o sítio da RFB, Portal (e-CAC), mediante a utilização de Certificado Digital válido, e escolher a opção de atendimento “Sistema de Leilão Eletrônico” (SLE).

Orientações Gerais para participação em Leilão, bem como Manual para participar de Leilão Eletrônico, podem ser obtidos no site da Receita Federal.

Informações adicionais relativas ao leilão em comento serão prestadas pela Comissão de Licitação nos dias de expediente antecedentes à data de Abertura da Sessão Pública, no horário das 12h às 17h, na DRF/Natal, localizada na Esplanada Silva Jardim, 83, Ribeira – Natal/RN. Também é possível fazer consultas pelo telefone (84) 3220-2254.

Sete milhões de estudantes no Brasil têm dois ou mais anos de atraso escolar, alerta Unicef



No Brasil, há mais de 35 milhões de estudantes matriculados no ensino fundamental e médio. Entre eles, mais de sete milhões vão à escola, porém estão em situação de "distorção idade-série", isto é, possuem dois ou mais anos de atraso escolar. Esses dados fazem parte do estudo “Panorama da distorção de idade-série no Brasil”, divulgado nesta quarta-feira (29) pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef).

O projeto traz um diagnóstico do atraso escolar por etapa de ensino na educação básica. Para elaborar o documento, foram considerados os seguintes aspectos:

Cor, raça e gênero;
Regiões brasileiras;
Áreas rural e urbana e outros recortes territoriais;
Situação das crianças e adolescentes com deficiência;
Censo Escolar 2017 do Inep/MEC;

De acordo com o Unicef, a partir do estudo foi possível identificar que no ensino médio mais de 2,2 milhões de adolescentes estão em situação de distorção idade-série, o que corresponde a 28% dos jovens dessa etapa. Este é o maior percentual de estudantes com dois ou mais anos de atraso escolar.

As regiões brasileiras apresentaram de forma desigual a distorção de idade-série. Segundo a pesquisa, os indicadores mais elevados estão no Norte e Nordeste, com 41% e 36%, respectivamente.

Nas zonas urbanas, as populações indígenas e negras são as mais afetadas no que se refere à taxa de estudantes que estão com dois ou mais anos de atraso escolar:

12,6% são brancos;
9,4% são negros;
33,1% são indígenas;

Na zona rural, o padrão da desigualdade é mais alarmante. Entre os negros e indígenas, a taxa de distorção é de 35,7% e 44,7%, respectivamente, mas entre os brancos fica em 18,2%. Em termos de gênero, ainda na zona rural, foi possível observar que a situação é mais grave no 6º ano, com 50% dos meninos e 30% das meninas matriculados em atraso escolar.

"Os mais afetados pelo atraso escolar são meninas e meninos vindos das camadas mais vulneráveis da população, já privados de outros direitos. Por isso, é urgente desenvolver estratégias específicas para alcançar esses diferentes grupos populacionais", explica Florence Bauer, representante do Unicef no Brasil.

Caminhos para o avanço
Para reverter este cenário e garantir trajetórias de sucesso escolar, o Unicef sugere no documento os seguintes passos:

Elaborar análises precisas da situação da distorção idade-série em nível municipal e estadual;

Estabelecer políticas públicas específicas para combater o fracasso escolar com foco nos mais vulneráveis.

Desenvolver propostas pedagógicas de atenção especial a estudantes em risco de fracasso e abandono escolar.

O projeto é parte da plataforma ‘Trajetórias do Sucesso Escolar’, ferramenta digital que apoia os municípios brasileiros a reverter os índices de distorção idade-série em escolas da rede pública do país.

Brasil tem mais de 208,5 milhões de habitantes, segundo o IBGE



A população brasileira foi estimada em 208,5 milhões de habitantes, conforme divulgado nesta quarta-feira (29) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). As estimativas da população para estados e municípios, com data de referência em 1º de julho de 2018, foram publicadas no "Diário Oficial da União".

Na comparação com 2001, quando havia pouco mais de 172,3 milhões de habitantes, a população brasileira cresceu 21%. A taxa de crescimento em relação a 2017, quando a população somava 207,6 milhões, foi de 0,82%.

Principais destaques:
21,8% da população do país (45,5 milhões) vive no estado de São Paulo.
Apenas 3 estados, todos no Norte, têm menos de 1 milhão de habitantes.
23,8% da população (49,7 milhões) vive nas 27 capitais.

Mais da metade da população (57%) vive em apenas 5,7% dos municípios do país (317).
Dos 5.570 municípios, apenas 46 (0,8%) têm mais de 500 mil habitantes.

O município mais populoso é São Paulo (SP), com 12,2 milhões de habitantes.

Além de Serra da Saudade, apenas outros dois municípios têm menos de mil habitantes: Borá (SP), com 836, e Araguainha (MT), com 956.

Revolução digital deixa cinco profissões à beira da extinção, diz estudo



Um estudo do Instituto Sapiens revelou que cinco profissões correm risco de extinção. Para alguns, esses dados são angustiantes. Para outros, fonte de inspiração. A revolução digital está transformando o mundo do trabalho e as mudanças parecem estar só começando.

Mais de dois milhões de pessoas “têm uma forte probabilidade de ver seus empregos desaparecem nos próximos anos”, diz o estudo. Profissionais da área de contabilidade, caixas de lojas e supermercados, funcionários de bancos e seguradoras, secretárias e agentes de manutenção verão de perto as transformações ligadas à robotização e à inteligência artificial.

Bancos não terão mais funcionários em 2050

O Instituto Sapiens, que baseou seus dados na DARES – serviço de estudos estatísticos do ministério do Trabalho da França – concluiu, por exemplo, que empregos em bancos, cujo o número caiu 40% entre 1986 e 2016, poderiam desaparecer totalmente em 2050. Seis anos antes do que o previsto para os contadores, que devem ser extintos em 2056.

Apesar dos dados alarmantes, Erwann Tison, economista e diretor do instituto, afirma que a intenção não é assustar a sociedade, mas fazer com que as atitudes para enfrentar essas novas situações sejam tomadas.

“As consequências da revolução digital são reais e precisam ser levadas a sério desde já. Se não fizermos isso, não conseguiremos antecipar as mudanças que já estão acontecendo. Isso pode ser um desastre para uma grande parte da população", afirma o economista.



A polícia fechou uma casa de jogos de azar e apreendeu três máquinas caça-níquel, além de uma pistola e munições que estavam na residência do proprietário do estabelecimento ilegal. A ação aconteceu nesta quarta-feira (29), em Parnamirim, na Região Metropolitana de Natal.

De acordo com a Força Nacional, as equipes chegaram até o lugar, no bairro Monte Castelo, após uma denúncia. A FN foi até o endereço indicado e constatou que a informação era verdadeira. Dentro das máquinas caça-níquel, a polícia apreendeu R$ 75.

Juros do cartão de crédito rotativo e do cheque especial recuam em julho, diz Banco Central



Os juros médios cobrados pelas instituições financeiras no cartão de crédito rotativo recuaram para 271,4% ao ano em julho, o menor patamar em quase cinco anos, assim como a taxa do cheque especial caiu para 303,2% ao ano no mês passado, informou nesta quarta-feira (29) o Banco Central.

A taxa média do cheque especial, de acordo com a instituição, passou de 304,9%, em junho, para 303,2% ao ano em julho (a menor desde março de 2016). No acumulado dos sete primeiros meses deste ano, o juro recuou 19,8 pontos percentuais, pois estava em 323% ao ano no fim de 2017.

Já o juro médio do cartão de crédito rotativo para pessoas físicas recuou de 291,8% ao ano, em junho, para 271,4% ao ano em julho (a mais baixa desde outubro de 2013). Na parcial do ano, a taxa caiu 60,7 pontos percentuais, pois somou 332,1% ao ano no fechamento do ano passado.

RN tem mais de 3,4 milhões de habitantes, segundo o IBGE



A população do Rio Grande do Norte foi estimada em 3.479.010 habitantes, conforme divulgado nesta quarta-feira (29) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Em todo o país, segundo o IBGE, são 208.494.900 habitantes.

As estimativas da população para estados e municípios, com data de referência em 1º de julho, foram publicadas no Diário Oficial da União.

Dos 9 estado da região Nordeste, o RN é o sexto em número de habitante. O mais populoso é a Bahia com 14.812.617.

Estimativa de habitantes estados do Nordeste
Estado
Habitantes
Bahia
14.812.617
Pernambuco
9.496.294
Ceará
9.075.649
Maranhão
7.035.055
Paraíba
3.996.496
Rio Grande do Norte
3.479.010
Alagoas
3.322.820
Piauí
3.264.531
Sergipe
2.278.308
Fonte: IBGE
A capital potiguar está entre as 13 capitais do país que têm menos de 900 mil habitantes e, de acordo com a estimativa do IBGE, tem 877.640, sendo a cidade mais populosa do estado. Em seguida vem Mossoró com 294.076 e Parnamirim com 255.793.

A cidade menos populosa do RN é Viçosa que tem 1.712 habitantes.

Campanha contra a pólio e o sarampo terá segundo 'Dia D' neste sábado



A Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo e a Poliomielite deve terminar nesta sexta-feira (31), de acordo com o Ministério da Saúde. Mesmo assim, os estados que não atingiram a meta de cobertura vacinal de suas crianças deverão abrir seus postos de saúde neste sábado (1º) para mais um 'Dia D' contra essas duas doenças. Até esta terça-feira (28), 3,3 milhões de crianças não tinham recebido uma dose.

A meta do Ministério da Saúde é vacinar pelo menos 95% das 11,2 milhões de crianças independentemente da situação vacinal e criar uma barreira sanitária de proteção da população brasileira. Todas as crianças com idade de 1 até 5 anos devem comparecer nas unidades de saúde – exceto as que já se vacinaram contra as duas doenças nos últimos 30 dias.

O único estado que cumpriu a meta foi o Amapá com 99,81% para a pólio e 99,43% para o sarampo. Os estados com pior cobertura são Rio de Janeiro, com 51,2% para pólio e 52,4% para sarampo, e Distrito Federal, com 54% pólio e 53,7% sarampo.

A campanha tem por objetivos:
Vacinar quem nunca tomou a vacina;
Completar todo o esquema de vacinação de quem não tomou todas as vacinas;
Dar uma dose de reforço para quem já se vacinou completamente (ou seja, tomou todas as doses necessárias à proteção).

Esse tipo de campanha que inclui o reforço da dose, informa o Ministério da Saúde, acontece de quatro em quatro anos e já estava prevista no orçamento da pasta. Esse ano, no entanto, a campanha é ainda mais importante dada à volta da circulação do sarampo no território brasileiro e a ameaça da poliomielite.

Quem deve ser vacinado?
Contra a poliomielite: crianças de 1 até 5 anos independentemente de quantas doses já tomou. Em casos de nenhuma dose, será aplicada a Vacina Inativada Poliomielite. Em caso de uma ou mais doses, será aplicada a Vacina Oral Poliomielite, a famosa "gotinha".

Contra o sarampo: crianças de 1 até 5 anos independentemente de quantas doses já tomou.

Não devem ser vacinadas: crianças de 1 até 5 anos que tenham sido vacinadas nos últimos 30 dias.

Casos de sarampo
O Brasil tem 1.553 casos confirmados de sarampo em 2018. Já em relação à paralisia infantil, trata-se de uma precaução, já que 312 cidades estão abaixo da meta preconizada para o controle da doença e um caso foi registrado na Venezuela em junho. Não há, contudo, casos de paralisia infantil no Brasil.Casos de sarampo no Brasil até esta terça-feira (28)

ESTADOCASOS CONFIRMADOS
AMAZONAS1211
RORAIMA300
SÃO PAULO2
RIO DE JANEIRO18
RIO GRANDE DO SUL16
RONDÔNIA2
PERNAMBUCO2
PARÁ2

Mega-Sena pode pagar prêmio de R$ 40 milhões nesta quarta-feira



O concurso 2.073 da Mega-Sena pode pagar um prêmio de R$ 40 milhões para quem acertar as seis dezenas. O sorteio ocorre às 20h (horário de Brasília) desta quarta (29) no município de São José do Cedro (SC).

Para apostar na Mega-Sena

As apostas podem ser feitas até as 19h (de Brasília) do dia do sorteio, em qualquer lotérica do país ou pela internet, no site https://www.loteriasonline.caixa.gov.br. A aposta mínima custa R$ 3,50.

A probabilidade de vencer em cada concurso varia de acordo com o número de dezenas jogadas e do tipo de aposta realizada. Para a aposta simples, com apenas seis dezenas, com preço de R$ 3,50, a probabilidade de ganhar o prêmio milionário é de 1 em 50.063.860, segundo a Caixa.

Já para uma aposta com 15 dezenas (limite máximo), com o preço de R$ 17.517,50, a probabilidade de acertar o prêmio é de 1 em 10.003, ainda segundo a Caixa.

terça-feira, 28 de agosto de 2018

Temer decreta uso das Forças Armadas em Roraima para reforçar segurança



O presidente Michel Temer informou nesta terça-feira (28) ter decretado o uso das Forças Armadas em Roraima para reforçar a segurança no estado.

Temer anunciou a medida em um pronunciamento no Palácio do Planalto. Segundo o ministro da Defesa, Joaquim Silva e Luna, o decreto de Garantia da Lei e da Ordem (GLO) tem validade de duas semanas (até 12 de setembro) e a prorrogação poderá ser avaliada conforme a necessidade.

"Decretei hoje o emprego das Forças Armadas na garantia da lei e da ordem no estado de Roraima. Naturalmente, para oferecer segurança aos cidadãos brasileiros e aos imigrantes venezuelanos que fogem de seu país em busca de refúgio no Brasil", anunciou.

O anúncio foi feito dez dias após a cidade de Pacaraima (RR) registrar um ataque de um grupo de brasileiros a acampamentos de venezuelanos.

Fronteira com a Venezuela, Roraima é a principal rota utilizada pelos imigrantes que entram no Brasil. Os venezuelanos tentam fugir da crise política, econômica e social do país, com inflação alta e desabastecimento.