quinta-feira, 10 de maio de 2018

Correios registram lucro de R$ 667 milhões em 2017



Os Correios registraram lucro de R$ 667 milhões em 2017 depois de 4 anos de prejuízos. O valor foi divulgado nesta quarta-feira (9) em uma audiência pública na Câmara dos Deputados pelo ministro da Ciência, Tecnologia e Comunicações, Gilberto Kassab, e pelo presidente da estatal, Carlos Fortner.

Segundo nota oficial dos Correios, o balanço foi aprovado pelo conselho fiscal e será submetido ao conselho de administração. O documento diz que o lucro é a “superação” do período de crise enfrentado pela estatal.

A mudança na situação econômica da empresa tira a privatização das discussões dos Correios. Segundo o ministro Gilberto Kassab, o lucro revela que a empresa “é viável e pode até ser lucrativa”. Para ele, a privatização seria estudada e aceita caso a estatal apresentasse mais um ano de prejuízo. Os balanços anteriores à 2017 apontaram prejuízos superiores à R$ 2,5 bilhões.

Mudanças estruturais dos Correios
O saldo positivo, no entanto, não diminui os esforços administrativos dos Correios em um futuro imediato. O ministro afirmou que será necessário investir na eficiência da empresa pra completar sua fase de recuperação.

A empresa colocou em prática nos últimos anos algumas medidas administrativas para conter a situação negativa, como o demissões, mudança nos benefícios oferecidos aos funcionários e mudança nas taxas de serviços e entregas.

As supostas demissões e fechamentos de agências dos Correios revelam que a situação não traz benefícios ao serviço e aos funcionários a curto prazo. Sobre o assunto, o presidente dos Correios Carlos Fortman afirmou que manterá a decisão de fechar unidades que sejam próximas umas das outras. Fortman não confirmou se seriam 513 agências fechadas, como alegou nota do jornal O Estado de São Paulo. Para ele a necessidade de reestruturar o serviço e a empresa envolve desligamentos.

0 comentários:

Postar um comentário