quinta-feira, 22 de março de 2018

Por 7 votos a 4, STF aceita julgar recurso de Lula para não ser preso



O STF (Supremo Tribunal Federal) decidiu, nesta quinta-feira (22), aceitar o julgamento de recurso do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) para não ser preso. 

Foram sete votos nesse sentido, contra quatro pela rejeição à possibilidade de julgar o habeas corpus.

Votaram pela admissibilidade do recurso os ministros Alexandre de Moraes, Rosa Weber, Dias Toffoli, Ricardo Lewandowski, Gilmar Mendes, Marco Aurélio Mello e Celso de Mello. Já Edson Fachin, Luís Roberto Barroso, Luiz Fux e a presidente Cármen Lúcia votaram por não julgar o habeas.

Lula briga na Justiça para evitar sua prisão com a conclusão do julgamento do processo contra ele pelo TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região). O TRF-4 deve concluir o julgamento na próxima segunda-feira (26.

Com informações de O GLOBO

0 comentários:

Postar um comentário