Featured Video

Páginas

sexta-feira, 30 de junho de 2017

Moradores do entorno do açude Mendubim unidos em favor da preservação


Pescadores e agricultores moradores nas comunidades situadas no entorno do açude público Mendubim, reuniram-se na tarde desta quarta-feira, 28/06, para reivindicar o apoio das autoridades legais municipais, estaduais e federais, no sentido de juntos coibirem abusos contra ao Meio Ambiente, praticados por pescadores, caçadores e visitantes, nas águas, mata ciliar e outros eixos do ecossistema constituído em toda extensão daquele manancial.

Nossa reportagem, Blog e Café com Notícia, que esteve presente na condição de convidada, constatou a indignação dos presentes quanto às práticas adotadas por pescadores, inclusive alguns moradores das comunidades local, caçadores e visitantes que, de forma inadequada, usam os recursos naturais, causando fortes impactos ambientais.

Segundo os ribeirinhos não há a predisposição de impedir a pesca legal e nem tão pouco o convívio pacífico com as riquezas existentes ao redor do lago, “na verdade somos contra o uso de redes de malha miúda, a prática de buia, o despejo de lixos ao redor do açude, o corte da mata ciliar e a caça de modo geral. Pessoas vêm pra cá, usam e abusam de nossos recursos naturais e depois vão embora como se isso fosse a coisa mais natural do mundo! Cadê as autoridades? Queremos o apoio dos órgãos competentes nessa luta que precisa ser de todos nós e não só apenas dos moradores daqui”, afirmou João Nilton Alves da Trindade, Agricultor Familiar e vice-presidente da AMPRAM  - Associação de Moradores e Peqs, Prods. Rurais das M. Açude Mendubim.
       

Outros dos presentes também se pronunciaram – José Nogueira, Jonas Alexandre e Francisco Alexandre – quanto às práticas inadequadas e a falta de apoio das instituições locais, especialmente a Colônia de Pescadores que ao ser procurada, de acordo com todos, tem sido omissa. 

0 comentários:

Postar um comentário