Featured Video

Páginas

sexta-feira, 30 de junho de 2017

Moradores do entorno do açude Mendubim unidos em favor da preservação


Pescadores e agricultores moradores nas comunidades situadas no entorno do açude público Mendubim, reuniram-se na tarde desta quarta-feira, 28/06, para reivindicar o apoio das autoridades legais municipais, estaduais e federais, no sentido de juntos coibirem abusos contra ao Meio Ambiente, praticados por pescadores, caçadores e visitantes, nas águas, mata ciliar e outros eixos do ecossistema constituído em toda extensão daquele manancial.

Nossa reportagem, Blog e Café com Notícia, que esteve presente na condição de convidada, constatou a indignação dos presentes quanto às práticas adotadas por pescadores, inclusive alguns moradores das comunidades local, caçadores e visitantes que, de forma inadequada, usam os recursos naturais, causando fortes impactos ambientais.

Segundo os ribeirinhos não há a predisposição de impedir a pesca legal e nem tão pouco o convívio pacífico com as riquezas existentes ao redor do lago, “na verdade somos contra o uso de redes de malha miúda, a prática de buia, o despejo de lixos ao redor do açude, o corte da mata ciliar e a caça de modo geral. Pessoas vêm pra cá, usam e abusam de nossos recursos naturais e depois vão embora como se isso fosse a coisa mais natural do mundo! Cadê as autoridades? Queremos o apoio dos órgãos competentes nessa luta que precisa ser de todos nós e não só apenas dos moradores daqui”, afirmou João Nilton Alves da Trindade, Agricultor Familiar e vice-presidente da AMPRAM  - Associação de Moradores e Peqs, Prods. Rurais das M. Açude Mendubim.
       

Outros dos presentes também se pronunciaram – José Nogueira, Jonas Alexandre e Francisco Alexandre – quanto às práticas inadequadas e a falta de apoio das instituições locais, especialmente a Colônia de Pescadores que ao ser procurada, de acordo com todos, tem sido omissa. 

domingo, 25 de junho de 2017

FAB intercepta avião com cerca de 500 kg de cocaína em Jussara, GO


Por Vitor Santana, G1 GO

A Força Aérea Brasileira (FAB) interceptou um avião bimotor neste domingo (25) que transportava aproximadamente 500 kg de cocaína em Jussara. Os ocupantes da aeronave fugiram após um pouso na área rural do município. A Polícia Militar fez a apreensão dos entorpecentes.

De acordo com o centro de comunicação social da Aeronáutica, o bimotor decolou de uma fazenda na cidade de Campo Novo do Parecis, no Mato Grosso, com destino a Santo Antônio Leverger, no mesmo estado.

Um avião da FAB começou a fazer o acompanhamento da aeronave e ordenou que o bimotor mudasse a rota e pousasse no aeródromo de Aragarças, em Goiás.

Segundo o comunicado, inicialmente o piloto do bimotor obedeceu às ordens, mas, ao invés de pousar, desviou o curso. Com isso, o avião da FAB “executou um tiro de aviso” para fazer a aeronave a cumprir as ordens. O órgão esclareceu ainda que o disparo não atingiu nenhuma parte do bimotor.

A aeronave, então, pousou na zona rural de Jussara. Na aterrisagem, o avião ficou danificado e parte da calda quebrou. Os ocupantes fugiram do local. Um helicóptero do Grupo de Radiopatrulhamento Aéreo (Graer) da Polícia Militar foi acionado e faz buscas no local para tentar localizar o piloto e tripulantes da aeronave interceptada.

A droga foi apreendida pela PM e será levada para a Polícia Federal, em Goiânia.

sábado, 24 de junho de 2017

George Soares corre risco de perder apoio importante no Vale


Segundo informações de fonte bastante influente na Região, ocorreu no dia de ontem, 23/06, o rompimento político entre o prefeito de Carnaubais, Dr. Thiago Meira/PSDB, e o deputado estadual George Montenegro Soares.

Os motivos ainda são desconhecidos, entretanto há rumores que o deputado, preocupado com a situação pouco confortável da gestão de seu irmão, prefeito de Assú, Dr. Gustavo Soares, tem dedicado seus esforços, tempo e recursos ao município de Assú.

Desde já colocamos o mesmo espaço a disposição das partes aqui citadas.

sexta-feira, 23 de junho de 2017

Barragem de Oitica - Histórico de atrasos


A barragem de Oiticica passou por inúmeras etapas e estudos de viabilidade. A primeira delas teve início em 1950 pelo Departamento Nacional de Obras Contra as Secas, o Dnocs. A segunda, teve início em 1989, realizado por um convênio entre o governo do Rio Grande do Norte e o próprio Dnocs, tendo sido novamente paralisada em 1993.

Os estudos foram novamente recomeçados e o projeto, que até então previa um reservatório com 1 bilhão de metros cúbicos de capacidade, beneficiando municípios potiguares e também algumas cidades da Paraíba, foi alterado. Foi quando a barragem passou a contar com a metade da capacidade original. Em 2007, após licitação para a escolha da empreiteira que deveria transformar o sonho em realidade, o Tribunal de Contas da União contestou o resultado da licitação por enxergar irregularidades no processo.

Em 2013, Oiticica foi desengavetada e incluída no Programa de Aceleração do Crescimento, o PAC 2, passando a beneficiar apenas municípios do RN. Naquele ano, então, as obras finalmente foram iniciadas. Na ápoca, a previsão era de que o reservatório fosse inaugurado em dois anos. Porém, as constantes interrupções em razão dos retardos e queda dos valores, além da falta de solução para os projetos sociais (desapropriações, cemitério e novas moradias) – que levou a quatro paralisações por parte de um movimento que representa os moradores da região – os trabalham continuam.

“Em 2015, por exemplo, o governo federal repassava ao governo do Rio Grande do Norte uma média mensal de R$ 4,8 milhões. No ano seguinte, esse envio de recursos caiu para R$ 4,4 por mês. Atualmente, são repassados mensalmente algo em torno de R$ 4,3 milhões”, afirmou Mairton.

Ainda de acordo com o adjunto, essa queda causa uma diminuição imediata no ritmo dos trabalhos. “Com menos dinheiro, menos se pode fazer. Uma coisa puxa a outra”, ressalta.

Mairton também explicou que um pedido de reavaliação do cronograma financeiro para Oiticica, com o intermédio do Departamento Nacional de Obras Contra a Seca (Dnocs), já foi feito ao Ministério da Integração Nacional.

“A barragem foi orçada inicialmente em R$ 311 milhões – mas o orçamento foi revisto pela Semarh em julho do ano passado e reavaliado em R$ 415 milhões. Na ocasião, um novo plano de trabalho previa um repasse de R$ 98 milhões a mais de recursos federais, e que nem chegou a ser aprovado pelo ministério. Agora, certamente, precisaremos de um aporte maior para que a obra seja finalizada”, pontuou.

Três contratos garantem a execução das obras. Segundo a Semarh, a parede da barragem é de responsabilidade do consórcio EIT/Encalso. Já a construção da Nova Barra de Santana, está por conta do consórcio Solo Moveterras/Consbrasil. E ainda tem a KL Consultoria, empresa contratada para cuidar dos estudos, projetos executivos, supervisão e acompanhamento das obras.

Com informações do G1.Com

Barragem de Oiticica vai custar e demorar mais para ficar pronta


A barragem de Oiticica, apontada como uma solução definitiva para a seca na região do Seridó potiguar, vai custar mais dinheiro e também demorar mais tempo para ficar pronta. As informações são da Secretaria de Recursos Hídricos (Semarh). Inicialmente orçada em R$ 311 milhões, o valor total da deve passar dos R$ 415 milhões. Já o novo prazo de conclusão, passou para 2018 (sem mês definido).

Oiticica fica no município de Jucurutu, distante 260 quilômetros de Natal. Quando pronta, beneficiará direta e indiretamente (com abastecimento e irrigação) cerca de 500 mil pessoas em 17 cidades. Com capacidade para 560 milhões de metros cúbicos de água, será o terceiro maior reservatório do estado. A barragem vai represar águas do rio Piranhas/Açu, que deve ser perenizado com a transposição do São Francisco.

Secretário adjunto da Semarh, Mairton França disse ao G1 que aproximadamente 60% de todo o complexo da barragem já está pronto – o que envolve, além do próprio reservatório, a construção da Nova Barra de Santana, que vai reassentar cerca de 1.500 pessoas que moram na região.

Com informações do G1.Com

EUA suspendem importação de carne bovina fresca do Brasil


Por G1

O secretário de Agricultura dos Estados Unidos, Sonny Perdue, anunciou nesta quinta-feira (22) a suspensão da importação de carne bovina fresca vinda do Brasil. A suspensão ocorreu após o país obter resultados negativos em testes de qualidade da carne brasileira que entra no país.

Os Estados Unidos eram um mercado novo para a carne bovina in natura brasileira. O Brasil só conseguiu autorização para exportar o produto para o país no fim de julho do ano passado, após 17 anos de negociações.

Em comunicado, o Departamento de Agricultura americano informou que está testando 100% da carne brasileira que entra nos EUA. Nesses testes, 11% dos produtos de carne fresca brasileira importados foram rejeitados.

"Esse resultado está substancialmente acima do que a taxa de rejeição de 1% das entregas vinda do resto do mundo", disse o departamento de agricultura americano, em comunicado.

O presidente da Associação Brasileira das Indústrias Exportadores de Carnes (Abiec), Antonio Jorge Camardelli, disse a GloboNews que o problema se deve à uma reação da vacina de febre aftosa. Os componentes do medicamento provocaram abscessos na carne.
Alguns são visíveis e foram retirados pelos fiscais sanitários brasileiros. "Outros são abscessos internos, que não são visíveis, e que infelizmente foram detectados pelo governo americano", explicou.

Carne barrada
Desde que o regime de fiscalização foi ampliado, os fiscais americanos recusaram a entrada de 106 lotes de carne brasileira, que levavam 1,9 milhão de pounds (cerca de 860 toneladas) de produto. Segundo o órgão americano, esses produtos foram reprovados devido a problemas sanitários e de saúde animal.

"Apesar do comércio internacional ser uma parte importante do nosso departamento, e o Brasil é um de nossos parceiros, minha prioridade é proteger os consumidores americanos. É isso que fazemos suspendendo a importação de carne fresca do Brasil", disse o secretário americano, em comunicado.

Segundo o comunicado, a suspensão vale "até que o ministério de Agricultura brasileiro tome medidas corretivas que os EUA achem satisfatórias".

O G1 procurou o Ministério da Agricultura e aguarda posicionamento.

Mercado novo
Em todo o ano passo, os Estados Unidos importaram US$ 3,35 milhões de carne bovina congelada, resfriada e fresca, de acordo com dados do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (Mdic). Ao todo, o Brasil exportou US$ 4,3 bilhões desse produto em 2016.

Atualmente, a Ásia é o maior mercado para a carne bovina brasileira. O maior importador é Hong Kong, que comprou US$ 718 milhões de carne bovina resfrigada, congelada e fresca do Brasil em 2016, seguido da China, que importou US$ 702 milhões, segundo dados do Mdic.

A importância dos Estados Unidos como comprador de carne brasileira vai além dos números. O país é uma referência para outros importadores de carne bovina in natura, explicaram as autoridades brasileiras quando conseguiram o aval para exportar o produto para o mercado americano.

Em seus discursos na solenidade que formalizou o acordo, o presidente Michel Temer e o ministro da Agricultura, Blairo Maggi, disseram que o aval dos EUA para a carne brasileira
Na solenidade oficial que formalizou o acordo, o presidente da República, Michel Temer, disse que o aval dos EUA abriria novos mercados ao Brasil.

Reação internacional à Carne Fraca
Os Estados Unidos intensificaram os testes à carne brasileira em março, após a Polícia Federal deflagrar a operação Carne Fraca, que investigou irregularidades em frigoríficos brasileiros.

Após o escândalo, diversos países impuseram medidas restritivas à carne brasileira, como a suspensão de importações e o aumento dos testes de qualidade.

A União Europeia trouxe auditores ao Brasil em maio e enviou no início de junho uma carta ao ministro Blairo Maggi solicitando novas medidas para assegurar a qualidade da carne exportada. A UE ameaça impor novas restrições ao Brasil se seu pedido não for atendido.

Os Estados Unidos não chegaram a barrar a carne brasileira após a operação Carne Fraca. No entanto, o próprio ministério da Agricultura impôs medidas preventivas para tentar evitar sanções.

Na última quarta-feira (21), o órgão suspendeu a exportação de carne de cinco frigoríficos para os EUA, por reações adversas à vacina contra febre aftosa.

quinta-feira, 22 de junho de 2017

O vereador Matheus do Frutilândia esteve na semana passada com o Diretor Regional dos Correios, Rodrigo Medeiros, em Natal


O vereador Matheus do Frutilândia esteve na semana passada com o Diretor Regional dos Correios, Rodrigo Medeiros, em Natal. Na ocasião, o diretor garantiu ao vereador que a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos pretende incluir o município do Assú no Plano de Codificação Postal. Esse é o primeiro passo para que cada logradouro do Assú possa ter um CEP específico.

“O Diretor Rodrigo nos garantiu que convidará a prefeitura do Assú para reunião sobre o assunto na próxima semana. Esse é um anseio antigo dos assuenses e o nosso mandato vai acompanhar”, afirmou Matheus do Frutilândia.

De acordo com o site dos Correios, o Código de Endereçamento Postal foi criado em maio de 1971 com a finalidade de racionalizar os métodos de separação da correspondência, simplificando as fases dos processos dentro dos Correios e agilizando a entrega de correspondências e encomendas.

Maioria do STF vota por manter regras de delações premiadas


A maioria dos ministros do Supremo Tribunal Federal já votou por manter as regras atuais dos acordos de delação premiada. O plenário dá continuidade nesta quinta-feira à análise do pedido que questiona a atribuição do ministro Edson Fachin como relator da delação da JBS e a possibilidade de revisão de pontos do acordo de colaboração firmado pelos executivos da empresa, entre eles Joesley Batista, que acusou o presidente Michel Temer de ser destinatário final de propina e dar aval à compra do silêncio de Eduardo Cunha na cadeia.

Na sessão desta quinta, o ministro Luís Roberto Barroso defendeu a forma como os acordos vêm sendo celebrados até agora. Logo em seguida, foi a vez dos ministros Rosa Weber e Luiz Fux seguirem o mesmo entendimento. Após o intervalo, Dias Toffoli também afirmou que acompanha o voto do relator. Na tarde de ontem, outros dois ministros votaram da mesma forma: o relator, Edson Fachin, e Alexandre de Moraes.

Com informações do jornal O Globo

quarta-feira, 21 de junho de 2017

Mega-Sena pode pagar prêmio de R$ 26 milhões nesta quarta-feira


Por G1, São Paulo

O sorteio 1.941 da Mega-Sena pode pagar um prêmio de R$ 26 milhões para quem acertar as seis dezenas. O sorteio ocorre às 20h (horário de Brasília) desta quarta (21), em Campina Grande (PB).

De acordo com a Caixa Econômica Federal, com o valor integral do prêmio, o ganhador poderá comprar 57 imóveis de R$ 450 mil cada um. Se quiser investir na poupança, receberá mensalmente R$ 130 mil em rendimentos.

Para apostar na Mega-Sena
As apostas podem ser feitas até as 19h (de Brasília) do dia do sorteio, em qualquer lotérica do país. A aposta mínima custa R$ 3,50.

Probabilidades
A probabilidade de vencer em cada concurso varia de acordo com o número de dezenas jogadas e do tipo de aposta realizada. Para a aposta simples, com apenas seis dezenas, com preço de R$ 3,50, a probabilidade de ganhar o prêmio milionário é de 1 em 50.063.860, segundo a Caixa.

Já para uma aposta com 15 dezenas (limite máximo), com o preço de R$ 17.517,50, a probabilidade de acertar o prêmio é de 1 em 10.003, ainda segundo a Caixa. 

Governo do RN anuncia pagamento de parcela dos servidores para esta quarta


Por G1 RN
O Governo do RN confirmou, através de nota, que vai depositar nesta quarta-feira (21) uma parcela de R$ 4 mil para os servidores ativos, inativos e aposentados que recebem acima desse valor. Inicialmente, a previsão era que essa parcela dos salários de maio fosse paga na quinta-feira (22).

O montante que será depositado nesta quarta soma o equivalente a R$ 88,2 milhões. Ainda de acordo com o Governo, o complemento dos salários deste grupo será pago em breve, em data não definida, sem distinção entre ativos, inativos e pensionistas.

Com o pagamento desta faixa salarial somado aos vencimentos já depositados, desde 31 de maio, dos servidores ativos da Educação e da Administração Indireta que possuem recursos próprios, além dos servidores que recebem até R$ 4 mil, o Governo depositou R$ 272 milhões referente à folha de pagamento de maio.

Decisão judicial
Os desembargadores que compõem o Pleno do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte, por maioria de votos, atenderam parcialmente a Mandado de Segurança impetrado pelo Sindicato dos Servidores Públicos da Administração Direta do Estado do RN (Sinsp/RN) e determinaram que o governo do estado, bem como o Instituto de Previdência do RN (Ipern), corrijam monetariamente os valores dos salários dos servidores pagos em atraso.


Por sua vez, o Estado, por meio do seu secretário de Administração, contra-argumentou que existe uma impossibilidade material temporária para o pagamento dos vencimentos dos servidores até o último dia de cada mês. A justificativa é a frustração das receitas, na ordem de R$ 83,2 milhões em comparação ao estimado no orçamento de 2016, bem como uma queda real na arrecadação, na ordem de R$ 202 milhões em relação ao mesmo período do ano passado.

terça-feira, 20 de junho de 2017

Em cartas para o Papa, crianças do RN pedem paz, proteção e fim da corrupção


Por G1 RN
Se você pudesse escrever para o Papa Francisco, o que escreveria? Crianças de uma escola particular de Natal receberam a missão de enviar cartinhas para o pontífice, em comemoração ao Dia do Papa, celebrado no próximo dia 29.

“Eu queria que o senhor pudesse de alguma forma tentar melhorar essas coisas, por exemplo a corrupção. A cada segundo os políticos roubam bilhões sem pensar em ninguém. Por causa de umas 100 pessoas políticas, milhares morrem sem dinheiro. Parece que o Brasil foi de bom, para muito ruim”, escreveu uma das crianças na cartinha.

Com letras caprichadas, desenhos e mensagens, as cartinhas pedem paz e esperança. “Fiquei feliz e honrado de poder me comunicar com ele”, disse Luiz Felipe.

Na mensagem de Maria Clara, de 10 anos, ela pediu que ele reze pela paz no Brasil. “Eu pedi proteção para o nosso país, por que está muito violento. Políticos roubando toda hora. Pessoas matando as outras, tudo isso é muito ruim”, disse.

As cartas foram escritas por uma turma de alunos do 5° ano. “São crianças que tem muito acesso à mídia, eles sabem de tudo. Por isso o conteúdo das cartas traz preocupação com violência e essas coisas. Teve criança que falou sobre o terrorismo mundial. Eles são muito preparados”, disse a professora de língua portuguesa, Adriane Costa.

As correspondências são entregues pelos Correios, mas lidas e respondidas por funcionários do escritório da Secretaria de Estado, ligado ao Vaticano.
Dia do Papa
A data que comemora o trabalho do Papa é em referência ao Dia de São Pedro, o primeiro Pontífice da Igreja Católica. O seu dia é comemorado em 29 de junho porque se acredita que esta foi a data da sua morte no ano 64 d.C.

Fachin tira de Moro investigações sobre Lula e Cunha relacionadas à Odebrecht


Por Mariana Oliveira, TV Globo, Brasília

O ministro Luiz Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), aceitou recursos apresentados pelas defesas do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e do deputado cassado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e tirou da alçada do juiz federal Sérgio Moro, de Curitiba, quatro investigações relacionadas às delações premiadas dos executivos da construtora Odebrecht.

A pedido do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, Fachin havia remetido os trechos das delações que mencionam Lula e Cunha para Moro, responsável pelos processos da Lava Jato na primeira instância.

Os advogados do ex-presidente da República e do deputado cassado recorreram ao relator da Lava Jato no Supremo argumentando que os quatro episódios citados pelos delatores da empreiteira envolvendo os dois não têm relação com as irregularidades cometidas na Petrobras.

Em relação a Lula, os executivos e ex-dirigentes da Odebrecht haviam mencionado episódios nos quais o ex-presidente da República havia supostamente favorecido a construtora em Angola.

Também foram denunciados pelos delatores pagamento de mesada a um dos irmãos de Lula e ainda supostas irregularidades na construção das hidrelétricas de Santo Antonio e Jirau, no Rio Madeira (RO).

Já os fatos relatados pelos dirigentes da Odebrecht sobre Eduardo Cunha tratavam de suspeitas sobre a contratação da empresa Kroll para tentar barrar as investigações da Lava Jato.

Fachin reavaliou os casos a pedido dos advogados e decidiu mandar as suspeitas sobre pagamento de mesada ao irmão de Lula para a Justiça Federal de São Paulo.

Além disso, o magistrado do STF despachou os relatos sobre o Rio Madeira e Angola para a Justiça Federal do Distrito Federal.

As menções a Cunha também ficarão na Justiça Federal de Brasília. Segundo o relator da Lava Jato no STF, os crimes devem ser apurados onde foram cometidos ou onde ocorreram as tentativas de praticá-los.

Reforma trabalhista: comissão do Senado rejeita parecer favorável ao texto


A Comissão de Assuntos Sociais (CAS) do Senado rejeitou nesta terça-feira (20), por 10 votos a 9, o relatório da reforma trabalhista elaborado pelo senador Ricardo Ferraço (PSDB-ES), que era favorável ao texto aprovado pela Câmara.

No lugar do parecer de Ferraço, a comissão aprovou um texto alternativo, do senador oposicionista Paulo Paim (PT-RS). O relatório de Paim recomenda a rejeição integral da reforma.

O resultado representa uma derrota para o governo Michel Temer, que vê na reforma trabalhista uma das principais medidas para a área econômica.

Apesar de o texto do governo ter sido rejeitado na Comissão de Assuntos Sociais, a reforma trabalhista ainda vai passar pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e, por fim, pelo plenário do Senado.

Segundo a Mesa Diretora do Senado, os relatórios da CAE, CAS e CCJ vão servir de orientação para a votação em plenário. O texto que vai ser analisado em plenário é a matéria que veio da Câmara.

Após o fim da sessão na CAS, o líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR), afirmou que o resultado “não deixa de ser uma derrota” para o governo. Na avaliação dele, porém, “nada muda”, porque os três relatórios – da CAE, da CAS e da CCJ – serão enviados a plenário e analisados separadamente.

“Os três relatórios irão para o plenário. Não muda nada, não muda a posição do governo, não muda o plano de aprovar”, disse.

Para Jucá, o governo perdeu votos na comissão com a ausência do senador Sérgio Petecão (PSD-AC) e os votos contrários de Otto Alencar (PSD-BA), Hélio José (PMDB-DF) e Eduardo Amorim (PSDB-SE), todos da base do governo.

A reforma foi enviada ao Congresso pelo presidente Michel Temer no ano passado. Um dos principais dispositivos do projeto é estabelecer pontos que poderão ser negociados entre patrões e empregados. Em caso de acordo coletivo, esses pontos passam a ter força de lei.


No Senado, o texto já havia sido aprovado pela Comissão de Assuntos Econômicos (CAE). Na última terça-feira (13), o relator Ricardo Ferraço leu parecer favorável à aprovação da reforma. Ele rejeitou todas as emendas que haviam sido apresentadas ao texto e manteve todo teor do projeto que foi aprovado pela Câmara.

Com Informações do G1.Com

segunda-feira, 19 de junho de 2017

“Conseguimos garantir uma das maiores obras de São Miguel do Gostoso”, comemora Fábio Faria


O investimento é de R$ 25 milhões e a ordem de serviço será assinada na próxima quinta-feira durante evento no município

São Miguel do Gostoso, município paradisíaco do litoral norte potiguar, está prestes a dar mais um passo para o desenvolvimento: a esperada obra de saneamento básico da cidade vai sair do papel. A ordem de serviço será assinada na próxima quinta-feira (22), durante evento na cidade. “Conseguimos garantir uma das maiores obras de São Miguel do Gostoso. Um pleito defendido por mim junto ao prefeito Renato de Doquinha (PSD), sendo atendido e agilizado pelo Governo do Estado, através do Governo Cidadão”, afirma o deputado Fábio Faria.

Para o prefeito de São Miguel do Gostoso, a obra, considerada de grande porte, irá trazer melhorias na saúde da população e proporcionar maior conforto aos turistas. “É uma alegria ver a obra prestes a começar. São pelo menos cinco anos de luta pelo esgotamento sanitário, que vai beneficiar 5 mil pessoas que moram na cidade, sem contar os milhares de visitantes que recebemos durante todo o ano”, diz Renato de Doquinha.

O serviço de saneamento, no valor de R$ 25 milhões, deve durar 18 meses. Segundo a secretária de Turismo do município, Janielle Linhares, é um período em que a população deve se sensibilizar. “Aliado à obra, faremos um forte trabalho de conscientização e educação ambiental para que as pessoas entendam que os transtornos da obra por mais de um ano serão por benefício permanente”, explica. A previsão é que o serviço comece logo no início do segundo semestre.
-- 
--
Mariana Rocha
Jornalista - DRT 01842
Assessora de imprensa

(84) 99419-0310

Governo do RN integra comitiva em visita à Alemanha


Conhecer e aprender mais sobre experiências de divulgação de destinos e criação de roteiros temáticos é o principal objetivo da comitiva potiguar formada por setores do Governo do Estado, empresários e secretários de turismo presentes no estado alemão da Renânia-Palatinado.

“Essa visita nos rende vários conhecimentos, no tocante à formação de mão de obra turística, logística de divulgação e, claro, o estreitamento de laços com a Alemanha, sempre um mercado potencial para nosso Estado”, apontou o secretário estadual de Turismo, Ruy Gaspar.

O convite para a equipe do Governo do Estado, por meio da Setur e Emprotur, integrar a missão foi solicitado pela Fecomércio, em acordo de cooperação com o governo alemão. Representam o Governo do RN, o secretário adjunto de Turismo, Manuel Gaspar, a subsecretária Solange Portela, e a presidente da Emprotur, Aninha Costa, e conta ainda com presenças dos secretários de turismo de Natal, Tibau do Sul, São Miguel do Gostoso e Serra de São Bento. A visita segue na Alemanha até dia 24 de junho.

Para Aninha Costa, os desdobramentos da visita à Renânia-Palatinado em anos anteriores atestam a importância da missão. “Além do ponto de vista das experiências de gestão e do marketing turístico, há sempre a ideia de viabilizarmos um voo direto Alemanha-Natal”, completou.

Também integram a comitiva o coordenador da Câmara Empresarial do Turismo da Fecomércio RN, George Gosson; o presidente da Abav RN, Abdon Gosson; o presidente da ABIH RN, José Odécio Rodrigues; o vice-presidente do Natal Convention Bureau, George Costa; o cônsul honorário da Alemanha no RN, Axel Geppert; o assessor da Diretoria Regional do Senac RN, Estácio Guimarães; e o assessor de Comunicação e Marketing do Sistema Fecomércio RN, Luciano Kleiber.

-- 
Assessoria de Comunicação SETUR/EMPROTUR
Sérgio Vilar (84) 99929-6595 WP
Dani Oliveira (84) 98809.1609 WP


Face: Setur RN
Twitter: @seturRN

Parlamentares iniciam visitas da Caravana das Águas no RN, PB, PE e CE


A comitiva de deputados estaduais do Rio Grande do Norte, integrantes da bancada federal potiguar e membros do Poder Legislativo dos estados da Paraíba, Pernambuco e Ceará já deu início as atividades da Caravana das Águas. Os parlamentares buscam a retomada das obras do Eixo Norte da transposição do Rio São Francisco, paralisadas em razão de demanda judicial.

“Essa caravana é fundamental nesse momento, porque está para ser decidida, no Supremo Tribunal Federal, a retomada das obras de transposição do São Francisco, no Eixo Norte, que são uma alternativa para enfrentar a seca prolongada na nossa região”, explica o deputado Fernando Mineiro (PT), que integra a comitiva.

A programação da manhã desta segunda-feira (19) se concentrou no município de Terra Nova, em Pernambuco. À tarde, as visitas ocorrem em outros municípios que serão beneficiados com as águas do Rio São Francisco: Jati (CE) e São José de Piranhas e Cajazeiras (PB).

Na terça-feira (20), a Caravana chega ao RN, para realizar audiências públicas nos municípios de Pau dos Ferros e Caicó, nos turnos da manhã e tarde, respectivamente.

A Caravana acontece por ação da Comissão de Desenvolvimento Regional e Turismo do Senado Federal e conta com o apoio da Assembleia Legislativa do Estado, por meio da Frente Parlamentar das Águas e do Comitê de Ações de Combate à Seca.

A cobertura da programação pode ser acompanhada pela TV Assembleia ou por meio dos perfis do parlamento potiguar nas redes sociais.





quinta-feira, 15 de junho de 2017

Fábio Faria consegue liberação de R$ 150 milhões para Saúde do RN


O montante será pago em três parcelas; a primeira já foi publicada 
Depois de diversas audiências em Brasília durante meses, o Ministério da Saúde publicou a portaria número 1.478 que libera, para a Secretaria Estadual de Saúde do Rio Grande do Norte, o montante de R$ 150 milhões para o serviço de atenção de média e alta complexidade ambulatorial e hospitalar. "Excelente notícia para o nosso Estado que está em calamidade pública na Saúde. Buscamos e conseguimos esses recursos que chegam para atender todo o RN e para ajudar a salvar vidas de quem depende do serviço público", comenta deputado federal Fábio Faria, parlamentar que defendeu em Brasília este pleito.

O repasse federal de R$ 150 milhões, que já foi liberado, será feito pelo Fundo Nacional de Saúde em três parcelas mensais. A primeira foi publicada nesta quarta-feira (14). "Lutamos em Brasília por esses recursos nas várias audiências que fui com o governador Robinson Faria, o secretário George Antunes e parlamentares da bancada do RN. Quero agradecer a atenção do ministro da Saúde, Ricardo Barros, do ministro Antonio Imbassahy, do presidente Michel Temer e do presidente da Câmara, Rodrigo Maia, que muito nos ajudaram na realização desse sonho", afirma o deputado, que já destinou em 2017 emenda R$ 3 milhões para o Hospital Walfredo Gurgel e todos os anos ajuda entidades potiguares, como a Liga Contra o Câncer, com R$ 1 milhão. 

O Fundo Nacional de Saúde adotará todas as medidas necessárias para a transferência, regular e automática, para o Fundo Estadual de Saúde e para os Fundos Municipais de Saúde no Rio Grande do Norte.

quarta-feira, 14 de junho de 2017

No RN, cinco rodovias terão atenção especial da PRF durante operação Corpus Christi




Por G1 RN
Polícia Rodoviária Federal dá início, nesta quarta-feira (14), a operação Corpus Christi 2017. No Rio Grande do Norte, haverá reforços nas estradas federais e cinco rodovias terão atenção especial.

O inspetor Tibério Freitas, da PRF no RN, informa que devido ao aumento no movimento nas rodovias a fiscalização e o policiamento também aumentam, como forma de prevenir a incidência de infrações e, consequentemente, acidentes de trânsito. 

No Rio Grande do Norte, as cinco rodovias que terão atenção especial são: BR 101 Norte (liga a capital às praias do Norte); BR 101 Sul (corredor de saída do RN para João Pessoa e Recife); BRs 226 e 427 (corredor que liga a capital ao Seridó potiguar); BR 304 (corredor para chegada a Mossoró e Ceará); e BR 406 (conexão de Natal a Macau).

Além do patrulhamento ostensivo, a PRF informa que também promoverá ações educativas nas rodovias federais, buscando sensibilizar motoristas sobre a responsabilidade com a segurança do trânsito. Em algum ponto da rodovia, o condutor será abordado e, enquanto ocorre a fiscalização ao veículo, será convidado pelos policiais a assistir a vídeos que mostram comportamentos inadequados no trânsito e as consequências dessas condutas.

Recomendações

A PRF recomenda algumas condutas para a realização de uma viagem segura: 

- Faça uma revisão preventiva no veículo antes de viajar. Verifique principalmente pneus (inclusive o estepe), palhetas dos limpadores de para-brisa e itens de iluminação e sinalização;


- Planeje a viagem. Lembre-se de programar o horário do início da viagem, além das paradas em locais adequados para alimentação, abastecimento e descanso, principalmente se a viagem demorar mais de duas horas.


- Mantenha a atenção na rodovia;

- Respeite a sinalização e os limites de velocidade, eles existem para proteger a sua vida e as demais;


- Manter o farol baixo aceso também durante o dia nas rodovias. O uso é obrigatório;

- Ao dirigir sob chuva:


Diminua a velocidade e aumente a distância do veículo à frente;


Mantenha sempre os faróis baixos ligados e redobre a atenção;


Não ligue o pisca alerta com o veículo em movimento. Isso pode confundir os outros motoristas e causar um acidente;


Se a chuva for muito forte, não insista! Procure um lugar seguro para estacionar.

Evite parar no acostamento.