Featured Video

Páginas

terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

Macri é recebido por Temer em cerimônia no Palácio do Planalto


Por Luciana Amaral, G1, Brasília
O presidente da Argentina, Mauricio Macri, foi recebido por Michel Temer nesta terça-feira (7) em sua primeira visita oficial ao Brasil. Macri chegou em frente ao Palácio do Planalto por volta de 11h. Em seguida, passou as tropas presidencias em revista e subiu a rampa do palácio.

No alto da rampa e ao lado de Temer e do ministro das Relações Exteriores, José Serra, Macri ouviu as execuções dos hinos da Argentina e do Brasil.

Ao entrarem no salão nobre do Planalto, localizado no segundo andar do prédio, os dois presidentes posaram para fotos e cumprimentaram os ministros das delegações dos dois países. Após as formalidades, Temer e Macri seguiram para uma reunião.

Uma prioridade na pauta da conversa entre os dois presidentes é a eliminação de pontos considerados “entraves” comerciais entre os dois países, como o tempo para emissão de licenças não automáticas de exportação de produtos brasileiros para a Argentina e as barreiras fitossanitárias impostas para a prevenção de contaminações biológicas e químicas.

De acordo com assessores do Planalto e do Ministério das Relações Exteriores, ainda é preciso “descongelar” as relações, promover um diálogo permanente e derrubar barreiras que impedem resultados mais produtivos para os dois países.

A integração regional e os rumos do Mercosul, bloco sul-americano integrado por Brasil, Argentina, Paraguai, Uruguai e Venezuela, além da segurança nas fronteiras, também serão assuntos discutidos pelos presidentes.

Depois do encontro bilateral, os dois assinam atos, fazem declarações à imprensa e, em seguida, almoçam no Palácio Itamaraty, sede do Ministério das Relações Exteriores.

À tarde, estão programadas visitas de Macri aos presidentes do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), e da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), no Congresso Nacional. O presidente argentino será recepcionado ainda pela presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, no salão no nobre da Corte.


A volta de Macri e comitiva para Buenos Aires, capital da Argentina, está marcada para as 17h15.

0 comentários:

Postar um comentário