Featured Video

Páginas

segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

Itep começa identificação de presos mortos na rebelião de Alcaçuz


O Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep) começou na tarde desta segunda-feira (16) o trabalho de identificação dos corpos retirados da Penitenciária Estadual de Alcaçuz depois da rebelião que deixou pelo menos 26 mortos no fim de semana.

A Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Sesed) confirmou que, dos 26 mortos retirados da penitenciária, 15 estão decapitados e pelo menos dois, carbonizados.

Segundo o Itep, os corpos estão em uma carreta-frigorífico no quartel da Polícia Militar e de lá serão levados para o Instituto, no bairro da Ribeira. A intenção é examinar quatro corpos por dia, mas o processo pode levar até um mês, informou a direção do Itep.

A identificação pode ser feita em até três etapas. Primeiro, os peritos tentarão identificar os mortos pelas impressões digitais. Em segundo caso, pela arcada dentária, a partir do raio-x da face. Se também não der certo, farão exame de DNA.

As famílias dos que forem identificados serão chamadas para fazer o reconhecimento presencial.

Com informações do G1.Com


0 comentários:

Postar um comentário