Featured Video

Páginas

segunda-feira, 19 de dezembro de 2016

Andrei Karlov, embaixador russo, morre após ataque na Turquia


Por G1

O embaixador russo na Turquia, Andrei Karlov, morreu a caminho do hospital após ser baleado nesta segunda-feira (19) em uma galeria de arte em Ancara, de acordo com as agências de notícias turcas. Outras três pessoas ficaram feridas e o atirador foi "neutralizado" e morto.

O diplomata foi atingido enquanto fazia um discurso na exposição de arte na capital turca e foi encaminhado ao hospital, mas não teria resistido no caminho. Nenhum dos feridos está em estado grave, segundo o mininstro do Interior.
Mais tarde, o prefeito de Ancara, Melih Gokcek, afirmou em sua conta no Twitter que o atirador era um policial. A informação foi confirmada pelo ministro do Interior. A agência Reuters havia informado anteriormente que o atirador entrou na galeria com uma identificação da polícia.

Este ataque ocorre na véspera de uma reunião em Moscou entre os ministros das Relações Exteriores da Rússia, Irã e Turquia para tratar sobre o cessar-fogo em Aleppo, ao norte da Síria.

Uma testemunha disse à Reuters que os barulhos de tiros duraram alguns minutos após o atentado. Um repórter do jornal turco Hurriyet informou que o agressor entoava "slogans islâmicos". Segundo a Reuters, o atirador teria dito "Não esqueça Aleppo".

De acordo com a CNN Turk, a polícia turca deteve a irmã e a mãe do atirador. A emissora disse que as duas mulheres foram detidas na província de Aydin, no sul da Turquia.
Nascido em 1954, Andrei Karlov foi nomeado para o cargo em Ancara em julho de 2013.

0 comentários:

Postar um comentário