Featured Video

Páginas

quarta-feira, 26 de outubro de 2016

Saiba como votou cada deputado no segundo turno da PEC 241


Do G1, em Brasília
Quatro deputados mudaram o voto entre o 1º e 2º turno na votação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 241, que estabelece um teto para os gastos públicos e foi aprovada no Plenário da Câmara, na noite desta terça-feira (25).

O texto-base da proposta foi aprovado por 359 votos a 116 (e 2 abstenções). A PEC teve 7 votos favoráveis a menos no segundo turno - no primeiro foram 366 votos a favor, e agora, 359. Já os votos contrários aumentaram - foram 111 no primeiro turno, e 116 no segundo.

Alteraram os votos no segundo turno os deputados Bebeto (PSB-BA), que primeiro votou a favor da PEC e na nova sessão se absteve da decisão; Hissa Abrahão (PDT-AM), que no primeiro turno foi favorável e agora votou contra a proposta; Marcelo Belinati (PP-PR), que votou contra e depois foi favorável; e Silas Freire (PR-PI), que no primeiro turno se absteve e no segundo turno foi contrário à PEC. 

Vinte e sete parlamentares que não votaram no primeiro turno compareceram para votar na sessão desta terça. Desses, 10 votaram contra a PEC e 17 votaram a favor.

Outros 29 deputados que estiveram presentes na primeira sessão se ausentaram no segundo turno. Desses, 6 haviam votado contra e 23 foram favorárveis à proposta.

Veja abaixo como foi a posição dos deputado de cada partido no segundo turno de votação da PEC 241, que estabelece um teto para os gastos públicos.

Alteraram os votos no segundo turno os deputados Bebeto (PSB-BA), que primeiro votou a favor da PEC e na nova sessão se absteve da decisão; Hissa Abrahão (PDT-AM), que no primeiro turno foi favorável e agora votou contra a proposta; Marcelo Belinati (PP-PR), que votou contra e depois foi favorável; e Silas Freire (PR-PI), que no primeiro turno se absteve e no segundo turno foi contrário à PEC. 

Vinte e sete parlamentares que não votaram no primeiro turno compareceram para votar na sessão desta terça. Desses, 10 votaram contra a PEC e 17 votaram a favor.

Outros 29 deputados que estiveram presentes na primeira sessão se ausentaram no segundo turno. Desses, 6 haviam votado contra e 23 foram favorárveis à proposta.

Veja abaixo como foi a posição dos deputado de cada partido no segundo turno de votação da PEC 241, que estabelece um teto para os gastos públicos.

0 comentários:

Postar um comentário