Featured Video

Páginas

domingo, 15 de maio de 2016

Cidades têm manifestações contra Temer e o impeachment de Dilma


Do G1, em São Paulo

Cidades brasileiras registraram neste domingo (15) manifestações contra o presidente em exercício Michel Temer (PMDB) e contra o impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff (PT). Protestos aconteceram em São PauloBelo Horizonte, Curitiba, Florianópolis e no Distrito Federal.

SÃO PAULO
Em São Paulo, manifestantes protestavam durante a tarde contra Temer na Praça do Ciclista, região da Avenida Paulista. O ato também era a favor de Dilma.

Com cartazes e um carro de som, os manifestantes desciam, às 15h30, a Rua da Consolação em direção à Praça Roosevelt. O protesto foi organizado por grupos feministas. Elas criticavam a ausência de mulheres no ministério formado pelo presidente em exercício. SAIBA MAIS.

BELO HORIZONTE
Em Belo Horizonte aconteceu um ato chamado "#foraTemer", que pedia o impeachment de Temer, na Praça da Liberdade, na Região Centro-Sul. De acordo com a organização, o protesto reuniu cinco mil pessoas. A Polícia Militar informou que não vai divulgar o número de participantes. SAIBA MAIS.

DISTRITO FEDERAL
Manifestantes pró-Dilma Rousseff se concentraram na Praça dos Três Poderes, em frente ao Palácio do Planalto, com gritos de apoio à presidente afastada. Parte do grupo usava bandeiras do PT e trajava roupas vermelhas. De acordo com a PM, havia 250 pessoas no local.

O ato durou cerca de uma hora. Os manifestantes interditaram a rua da Alameda dos Estados – em frente ao Congresso Nacional, que reúne as bandeiras de todas as unidades da federação –durante o ato. Também houve rápido bloqueio da via N1.

CURITIBA
Dois protestos ocorrem no Centro de Curitiba na tarde deste domingo. Na praça Santos Andrade, cerca de 500 pessoas se manifestam contra Temer, segundo estimativas da PM.
A outra manifestação, que conta com 100 pessoas de acordo com a PM, é a favor do juiz federal Sérgio Moro e da Operação Lava Jato. Um boneco gigante com a figura do juiz foi erguido na Boca Maldita. SAIBA MAIS.

FLORIANÓPOLIS

Um grupo de aproximadamente 150 pessoas, conforme a reportagem da RBS TV, se concentra no Largo da Alfândega, no Centro de Florianópolis, em um ato contra o presidente em exercício. O grupo se mobilizou pelo Facebook.

0 comentários:

Postar um comentário