Featured Video

Páginas

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016

Governo do Estado perfura 100 poços atendendo a cinco mil famílias


O Governo do Estado, através da Secretaria Estadual do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh) atingiu, esta semana, a marca de 100 perfurações de poços tubulares, no semiárido do RN, em 2016. Com esta ação, 5 mil famílias foram beneficiadas e passam a ter um acesso mais fácil e mais amplo à oferta de água, seja a produção agrícola e pecuária, bem como para o consumo humano e animal.

A Semarh continua concentrando as ações na região do Alto Oeste e no Seridó, priorizando as cidades que estão em colapso de abastecimento ou em sistema de rodízio. Os 100 poços perfurados estão localizados nas zonas rurais dos municípios de Rafael Fernandes, Bodó, Cerro Corá, Água Nova, Lagoa Nova, Tenente Laurentino, Jardim do Seridó, São Francisco do Oeste, Doutor Severiano, Mossoró e Serra do mel.

Para o Governador Robinson Faria, oferecer uma alternativa de abastecimento de água às famílias vítimas da estiagem é uma das prioridades do seu governo. “Nosso foco é dotar o estado com obras hídricas de convivência com a seca. A perfuração de poços, além de emergencial também é estruturante, por isso estamos fazendo uma força-tarefa para alcançarmos um grande número de famílias atendidas, através desses poços” destaca Robinson.

De acordo com o secretário Mairton França, as comunidades e assentamentos que recebem o sistema de bombeamento de poços tubulares, em geral são de difícil acesso e dispersos nas zonas rurais dos municípios. Ele disse ainda que os critérios são exclusivamente técnicos, para a escolha das comunidades que recebem o sistema. “A orientação do Governador é que primeiro sejam atendidas as comunidades e os municípios mais vulneráveis, em relação à severa estiagem” disse Mairton.

O coordenador da Cohidro, Ranielle Linhares, explica que os trabalhos de perfuração estão sendo feitos em parceria com os municípios, através de um termo de cooperação. “Para viabilizar a perfuração destes poços, a Semarh disponibiliza a máquina perfuratriz, combustível e seus técnicos, enquanto as prefeituras arcam com as despesas dos canos e ferramentas para perfuração.

DeFato

0 comentários:

Postar um comentário