Featured Video

Páginas

quarta-feira, 5 de agosto de 2015

Caixa lança linha de crédito com recursos do FGTS para construtoras


A Caixa Econômica Federal lançou ontem uma linha de crédito imobiliário, com recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), para beneficiar construtoras e incorporadoras que produzem empreendimentos com unidades residenciais de até R$ 300 mil. O financiamento é de até 80% do valor da obra, limitado a 50% do valor total de vendas, com taxas de juros a partir de 8,5% ao ano.Emanuel Amaral
Linha é voltada para “pessoas jurídicas” com empreendimentos para clientes de média renda
Linha é voltada para “pessoas jurídicas” com empreendimentos para clientes de média renda
Segundo o vice-presidente de Habitação do banco, Teotônio Rezende, o montante disponibilizado será no valor total de R$ 1 bilhão, direcionado a empresas da construção civil que possuam empreendimentos destinados a atender clientes de média renda. “O lançamento da linha reforça o foco da Caixa na habitação voltada para as operações com recursos do FGTS e do Programa Minha Casa Minha Vida”, afirma.

A empresa interessada deverá apresentar o projeto de engenharia, além de documentação para análise de risco, que consta na página da  Caixa na internet: www.caixa.gov.br, área de “Downloads”, opção “Documentos para Avaliação de Crédito – Empresas da Construção Civil”. Deverá ser comprovada, também, a comercialização de, no mínimo, 30% das unidades do empreendimento, até a data da contratação.

A Caixa também informou que disponibiliza, em condições similares, uma linha de crédito para empresas que viabilizam a construção de empreendimentos com unidades residenciais de até R$ 750 mil, nos estados de São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e Distrito Federal; e de até R$ 650 mil nos demais estados.

As linhas de crédito foram lançadas em um cenário que inclui desaceleração de investimentos da construção civil, atrasos nos repasses do governo para as construtoras do Minha Casa, Minha Vida e mudanças nas regras de financiamento que tornaram o crédito mais restrito para o consumidor. 

PESSOA FÍSICA
A Caixa também disponibilizou R$ 4 bilhões para a linha de financiamento imobiliário pró-cotista, que destina recursos financeiros para a concessão de financiamentos de imóveis residenciais situados em áreas urbanas, exclusivamente para trabalhador titular de conta vinculada do FGTS. A linha de crédito financia até 85% de imóveis de até R$ 400 mil, pelo prazo máximo de 360 meses. As taxas de juros efetivas variam entre 7,85% e 8,85% ao ano.

Tribuna do Norte

0 comentários:

Postar um comentário