Featured Video

Páginas

terça-feira, 7 de julho de 2015

Perspectiva para ocupação e voos em julho é positiva


Com a chegada das férias estudantis e o inverno em outras regiões do país, praias e calor tornam-se atrativos para o turista brasileiro, que opta por áreas como a capital potiguar para aproveitar alguns dias de folga.  De acordo a agência de viagens online ViajaNet, a próxima leva de turistas em Natal deve ser paulista. Segundo levantamento feito pela empresa, a cidade aparece - junto a Rio de Janeiro, Recife e Porto Seguro – na lista de destinos preferidos pelos paulistas para aproveitar o 9 de julho, data comemorativa da Revolução Constitucionalista de 1932, feriado em São Paulo.Junior Santos
Turistas argentinos desembarcam, elogiam voo, mas reclamam da falta de estrutura na recepção
Turistas argentinos desembarcam, elogiam voo, mas reclamam da falta de estrutura na recepção 
Segundo a Inframerica, administradora do Aeroporto Internacional Aluízio Alves, o movimento aéreo em julho deve ser 8% maior do que o registrado no mesmo período em 2014, época em que ocorreram os jogos da Copa do Mundo. Para este mês, estão previsto 2.119 voos e um fluxo superior a 235 mil passageiros.

De acordo com o presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Rio Grande do Norte (ABIH/RN), José Odécio Júnior, o balanço de ocupação na rede hoteleira local no início de julho ainda não está concluído, mas, há  perspectivas favoráveis. “A expectativa é boa. No primeiro semestre tivemos um incremento de ocupação dos hotéis de 12,5%, em relação ao mesmo período do ano passado”, comentou. 


Ainda conforme Odécio, os números positivos devem permanecer para o restante do ano. “Em 2014, tivemos uma taxa de ocupação de 53%, e estes resultados continuaram em 2015. Os aspectos tributários, de redução da alíquota do ICMS do querosene da aviação, o valor do câmbio, e a mídia positiva que o RN tem promovido surtiu efeito em outros Estados do país, o que atrai turistas”, pontuou. 

Segundo os dados da ViajaNet,  os paulistas se interessaram pelas quatro cidades pelo custo-benefício entre passagens aéreas e opções turísticas. Aqueles que vão viajar da capital paulista para o Rio de Janeiro encontraram bilhetes em torno de R$ 219 (ida e volta), para o Recife custou R$ 315 e os tickets para a capital potiguar saíram em média por R$ 750. 

Para o presidente da ABIH/RN, o custo da passagem aérea é compensado pelas tarifas hoteleiras de Natal, que tornam a viagem economicamente semelhante à regiões do Sul e Sudeste. “A tarifa média para hospedagem é uma dos menores do Nordeste atualmente. Nos últimos anos, para tornamos Natal competitiva no cenário turístico, não repassamos aumentos, por conta das passagens, que eram caras e afastavam os turistas”, declarou.

Tribuna do Norte

0 comentários:

Postar um comentário