Featured Video

Páginas

sexta-feira, 3 de julho de 2015

Estacionamento rotativo pago no centro de Mossoró não é para agora, diz Semob


O projeto da zona azul, de estacionamento rotativo no Centro, não será para agora, de acordo com a Secretaria de Mobilidade Urbana (SEMOB).

Isso apesar de a Câmara Municipal ter aprovado a matéria na última terça-feira (30). Conforme a pasta, o foco agora é resolver a questão dos ônibus da empresa BR Buss, que ainda estão chegando e sendo equipados e vistoriados para os novos itinerários.

Nesta semana, o Município foi obrigado a colocar os novos veículos nas ruas porque a empresa Sideral, que cuidava do transporte público local, decidiu proibir o uso das carteiras de estudante e vales-transporte.

Todos deveriam pagar a passagem inteira. Por tudo isso, a questão da zona azul “está bem complicada”, disse a Semob por meio da assessoria de imprensa.

Em entrevista ao JORNAL DE FATO, a Confederação dos Dirigentes Lojistas de Mossoró (CDL/Mossoró), também por sua assessoria de imprensa, disse que o presidente da entidade, Getúlio Vale, apoia o estacionamento rotativo; mas, para ela, é realmente preciso solucionar primeiro a questão dos ônibus.

Apesar de haver mais ônibus nas ruas, nem todos aprovaram as novidades. Segundo usuários, os itinerários ficaram mais longos e parte da população está prejudicada.

“Os que vão para o [conjunto] Vingt Rosado entram tudinho na Leste Oeste [Avenida Dix-neuf Rosado]. Ficou tudo mais longe (sic)”, disse a doméstica Lindomar Belarmino.

O novo sistema passou a funcionar na quarta-feira, 1.º. De acordo com a Prefeitura, além das oito linhas já existentes, foram implantadas mais três: a universitária, a Centro-Shopping e a Santo Antônio-Centro.

A Semob disse esperar o restante da frota até o fim deste mês. Apenas 17 dos mais de 30 prometidos estão nas ruas.

As rotas, que foram redimensionadas, segundo a pasta, são as seguintes: Abolição, Liberdade via Planalto, Santa Delmira via Redenção, Shopping, Belo Horizonte via Boa Vista, Sumaré, Universitária, Vingt Rosado, Nova Vida, Aeroporto via Doze Anos e Santo Antônio-Centro.

As ruas, avenidas e praças por quais passam os ônibus em tais itinerários estão disponíveis no portal da Prefeitura.

No momento, a empresa BR Buss celebrou com o Executivo um contrato emergencial temporário. Ainda neste ano, espera-se que seja realizada a licitação definitiva para a concessão de novas linhas.

Conteúdo: Defato

0 comentários:

Postar um comentário