Featured Video

Páginas

quinta-feira, 16 de julho de 2015

Assembleia faz sessão em homenagem a Agnelo Alves


No dia em que completaria 83 anos de idade, o jornalista Agnelo Alves será homenageado na Assembleia Legislativa, onde atuou como deputado, eleito pelo PDT, após administrar Parnamirim durante oito anos. A sessão solene será aberta às 9 horas desta quinta-feira (16) e reunirá políticos, autoridades, amigos e familiares do ex-deputado, que morreu no dia 21 de junho depois de uma luta sem trégua contra o câncer.Magnus Nascimento
Senador, deputado estadual, prefeito de Natal e Parnamirim, Agnelo completaria hoje 83 anosSenador, deputado estadual, prefeito de Natal e Parnamirim, Agnelo completaria hoje 83 anos

No decorrer das homenagens será exibido um vídeo especial produzido pela TV Assembleia, mostrando parte dos momentos de Agnelo Alves durante os dois mandatos no Legislativo Potiguar. Além disso, os deputados descerrarão a nova placa da Ala das Comissões Permanentes, que receberá o nome de "Ala Deputado Agnelo Alves", em homenagem ao parlamentar e ao trabalho desenvolvido por ele como membro titular da Comissão de Constituição e Justiça.

"É uma homenagem justa ao deputado e grande homem público que foi Agnelo Alves. No dia em que ele comemoraria mais um aniversário, a Assembleia terá a honra de relembrar os bons momentos que a Casa teve com a presença do parlamentar", disse o presidente da Assembleia, deputado Ezequiel Ferreira de Souza.

“Trata-se de uma justa homenagem a um homem público que dedicou sua vida ao jornalismo e ao exercício macro da atividade política”, destacou o deputado Tomba Farias, autor da proposição de homenagem, aprovada por unanimidade. Tomba foi prefeito de Santa Cruz no mesmo período em que Agnelo comandou o município de Parnamirim.

“Posteriormente, quis o destino me brindar com o privilégio de com ele dividir o espaço do Plenário da Assembléia Legislativa. Muito aprendi com o velho mestre. A minha admiração e respeito por Agnelo evoluiu para uma grande amizade, que foi consolidada a cada dia”, disse Tomba.

Além de deputado estadual, sua última jornada política,  e dos oito anos comandando Parnamirim, terceiro município do Rio Grande do Norte, Agnelo foi  senador, presidente da Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte (Femurn) e prefeito de Natal na década de 1960, cassado pelo regime militar quando fazia uma administração inovadora.

Uma comitiva de Parnamirim confirmou presença na homenagem que será feita na Assembleia. O prefeito Maurício Marques informou ontem que Agnelo será homenageado, nos próximos dias, com uma placa e um busto no Centro Administrativo recentemente inaugurado. Antes disso, no dia 21, será celebrada missa de trigésimo dia.

Amigo de longas datas, o ex-procurador geral do Estado, Francisco Nunes, assim definia o ex-deputado, ao lado de quem sempre esteve. "Arguto, inteligente, mordaz, cerebral, atilado, irônico, maleável e crítico, Agnelo Alves é, antes de tudo, e por essência, uma pessoa polissêmica e politípica. Capaz, por isso mesmo, de ser plural na sua singularidade; modesto na sua vaidade; conciliador na sua intransigência; arrogante na sua humildade."

 A sessão solene será transmitida ao vivo pela TV Assembleia e ocorrerá no plenário da Casa.

Tribuna do Norte

0 comentários:

Postar um comentário