Featured Video

Páginas

quarta-feira, 20 de maio de 2015

PROJETO BIOÁGUA FAMILIAR: MUDANDO A PAISAGEM DO SEMIÁRIDO


A imagem mais comum, quando se pensa em Sertão, é a das plantas murchas e secas no período da estiagem e a presença marcante do verde apenas na estação chuvosa. No entanto, além do verde de algumas árvores nativas da caatinga, como o Juazeiro e as cactáceas, outro tipo de verde começa a integrar a paisagem no interior do Rio Grande do Norte. Nas propriedades das famílias que trabalham com o Sistema Bioágua Familiar, seus quintais produtivos estão verdes, com uma produção de coentro, alface, cebolinha, beterraba, tomate, frutíferas crescendo e outros cultivos, que garantem uma alimentação mais saudável e a segurança alimentar de toda a família.
Essa produção variada, em meio a plenos quatro anos de estiagem, só é possível graças ao Bioágua Familiar, sistema que reutiliza a água cinza das torneiras e chuveiros para irrigação de quintais produtivos. Acompanhadas por técnicos do Projeto Bioágua, as famílias produzem de forma agroecológica, sem agrotóxicos e utilizando técnicas agrícolas que trazem benefícios para o solo, como a compostagem, a adubação verde e a cobertura morta.
Adicionar legenda

Além de garantir a segurança alimentar, as sobras das verduras e folhas de plantas como a moringa e a gliricídia, irrigadas com água cinza tratada, ajudam muito na alimentação das galinhas, melhorando a produção de ovos e a saúde. Outro benefício importante dos quintais produtivos é a alimentação mais saudável das famílias integrantes do projeto. “Antes do Bioágua era difícil, tinha vezes que a gente não tinha dinheiro para comprar verdura. Depois do Bioágua, melhorou muito. Agora eu tenho cheiro verde, alface, cebola, pimentão, coentro, que não tinha antes”, comenta a agricultora familiar Maria de Lourdes Souza, no assentamento Petrolina, em Caraúbas/RN. O excedente da produção pode ajudar a incrementar renda, sendo vendido aos vizinhos e em feiras da agricultora familiar.

“Reusar a água cinza para cultivo não é tão novo assim, mas com todo este aparato tecnológico, o Sistema Bioágua Familiar provoca uma revolução no quintal produtivo. Este quintal tem uma relação intima com a segurança alimentar das famílias, pois produz hortaliças, frutas e pequenos animais que entram diariamente na alimentação familiar. O Bioágua permite que o quintal produtivo seja irrigado durante todo o ano fortalecendo este espaço, que, vale salientar, geralmente é de gestão da mulher”, explica Ricardo Blackburn, consultor para tratamento de dados e sistematização do Projeto Bioágua Familiar.

0 comentários:

Postar um comentário