Featured Video

Páginas

segunda-feira, 6 de abril de 2015

Diretora de Alcaçuz confirma que 32 presos fugiram da unidade


Na madrugada desta segunda-feira (6), 32 presos fugiram da Penitenciária Estadual de Alcaçuz, maior complexo penal do Rio Grande do Norte. A fuga é a segunda maior da história em uma unidade prisional do estado. Até o início da tarde de hoje, três presos já haviam sido recapturados e outros 29 seguiam foragidos. A polícia continua em diligências.Adriano Abreu
Dinorá Simas confirmou que 32 presos fugiram da unidade prisional
Dinorá Simas confirmou que 32 presos fugiram da unidade prisional
De acordo com Dinorá, os detentos recapturados já estão na unidade prisional e estão sendo ouvidos pelo delegado responsável pelo caso. "Eles serão ouvidos e depois levados de volta para as celas. Também vamos ouvi-los para entender como se concretizou a fuga", explicou ela.


Ainda segundo a diretora, todos os presos que conseguiram fugir são do pavilhão 2 da unidade. "Fugiram 32, de um total de 196 que estavam no pavilhão 2. Três foram recapturados e a PM está em diligência na busca pelos outros 29 detentos", disse.

O policiamento em Alcaçuz foi reforçado por homens do Batalhão de Choque da PM (BPChoque) e da Força Nacional, além de agentes penitenciários.

Segundo a direção da unidade, os detentos da maior unidade prisional do estado usaram um túnel escavado no pavilhão 2 do presídio. Após as rebeliões que destruíram as unidades, os detentos passaram a dormir no pátio do presídio porque as grades das celas foram destruídas.

História
Afuga desta madrugada foi a segunda maior de toda a história do sistema prisional potiguar. A maior foi registrada em janeiro de 2012, quando 41 detentos conseguiram escapar do presídio Rogério Coutinho Madruga, o chamado Pavilhão 5 de Alcaçuz.

Antes da fuga desta segunda-feira, a segunda maior registrada era do ano 2000, em Alcaçuz, quando o bando do assaltante Valdetário Carneiro invadiu e libertou 28 detentos.

Tribuna do Norte

0 comentários:

Postar um comentário