Featured Video

Páginas

quinta-feira, 5 de março de 2015

Xuxa, na Record, reclama da Globo: 'para cantar, tinha de pedir permissão'


"Chupa, Rede Globo", gritavam os 150 fãs de Xuxa selecionados para vê-la assinar o contrato com a Record, na sede da emissora, na tarde desta quinta, 5. "Eu tenho uma história com a Globo de boas lembranças. Não vou apagar, não tem como. Não acho legal falar mal da casa onde vivi esse tempo todo", disse a loira, que passou 28 anos lá.

Entretanto, a apresentadora reclamou da emissora ao dizer que sofria restrições. "Aqui, eu posso cantar no meu programa, lá eu não podia. Para cantar músicas do (DVD) Só para Baixinhos, eu tinha de pedir permissão", relembrou. "Nesse últimos quatro, cinco anos, eu estava bastante presa. Agora, estou solta. Era um programa para a família e o foco não poderia ser a crianças. Queria fazer assistencialismo, mas não podia porque eles têm o Criança.
Alice Vergueiro
Xuxa assinou contrato de três anos com a Record, mas ainda não definiu formato do programa
Xuxa assinou contrato de três anos com a Record, mas ainda não definiu formato do programa

Apesar de a Record ter anunciado a contração no mês passado, Xuxa contou que estava há quase dois anos conversando com a emissora e só começou a mudar de ideia quando começou a negociar com Marcelo Silva, vice-presidente do canal. "Sou turrona para mudar as coisas. Fui muito feliz na Machete e na Globo. Tenho certeza de que serei feliz aqui."

Segundo ela, a decisão de mudar é a liberdade. "O que me motivou é poder o que quero, o que sonho. A casa vai me dar todas as possibilidades", aposta a gaúcha, que quis saber o que poderia fazer antes de assinar o contrato. "Perguntei se poderia levar criança e levar bichos?", contou antes de ser interrompida por um fã. "E os gays?", questionou ele, ignorado por ela. Ao longo da entrevista coletiva, os admiradores da loira gritavam e faziam intervenções.

A primeira ideia é que Xuxa tenha um programa de entrevistas no estilo da norte-americana Ellen DeGeneres, que recebe artistas e anônimos de maneira mais descontraída. "A vontade é ser uma inspiração da Elle, mas não copiar."

Tribuna do Norte

0 comentários:

Postar um comentário