Featured Video

Páginas

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

PRF não registra nenhuma morte durante os dias de Carnaval no RN


A Polícia Rodoviária Federal (PRF) divulgou o balanço da 'Operação Carnaval' em entrevista coletiva realizada no início da tarde desta quinta-feira (19). Nos seis dias de folia - das 17h de sexta-feira até às 23h59 de ontem - mais de 6.500 veículos foram fiscalizados, 2.565 condutores fizeram testes de bafômetro e ocorreram 58 acidentes. O destaque, segundo a PRF, foi o registro de apenas três feridos graves e nenhuma morte.

"O trabalho foi bem mais tranquilo. Tivemos um Carnaval seguro, com uma redução de 100% nas mortes, que é nosso principal objetivo. Em 2014, houve quatro óbitos e neste ano terminamos a operação sem nenhum óbito. Conseguimos lograr êxito", afirmou o superintendente da PRF no RN, inspetor Marcelo Montenegro.
Divulgação /PRF
Foram realizados mais de 2 mil testes do bafômetro no RN
Foram realizados mais de 2 mil testes do bafômetro no RN 

Ainda de acordo com o inspetor, o trabalho de trânsito da PRF foi direcionado à quatro pontos principais: embriaguez ao volante; excesso de velocidade; ultrapassagens perigosas e fiscalização de veículos de duas rodas. Além disso, a Polícia Rodoviária também promoveu campanhas educativas e conscientização de motoristas.

Entre as apreensões, foram recolhidos três veículos, duas armas, cerca de R$ 41 mil, certa quantidade de droga - maconha e cocaína - e uma quadrilha foi desarticulada, no interior do Estado. Por posse de entorpecentes, outras seis pessoas também acabaram detidas. 

Para a operação, a PRF contou com um efetivo de 70 policiais por dia, 35 viaturas, 43 bafômetros e 3 radares móveis. No caso das infrações, o trabalho foi reforçado, ainda, pelos radares do Dnit, espalhados por 220 faixas nas rodovias do RN. 

Até o momento, 336 infrações por ultrapassagens proibidas foram autuadas, e, outras 2.796 imagens captadas pelos radares serão análises e podem ser convertidas em autuações. Neste caso, a PRF tem até 30 dias para oficializar os autos. No caso de embriaguez ao volante, 77 condutores vão responder administrativamente e tiveram suas CNHs recolhidas.

Tribuna do Norte

0 comentários:

Postar um comentário