Featured Video

Páginas

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

Eólicas iniciam operação


São Paulo (AE) - A estatal paranaense Copel iniciou ontem a operação comercial do complexo São Bento, localizado no Rio Grande do Norte. A unidade tem capacidade instalada de 94 MW, energia gerada a partir de 47 aerogeradores instalados em quatro parques.

O complexo São Bento é o primeiro passo dado pela Copel no Rio Grande do Norte, Estado onde a companhia construirá cinco complexos até 2019. A capacidade instalada da Copel no Estado somará 662,5 MW de energia.

Além do São Bento, outros dois complexos entrarão em operação ainda no primeiro semestre deste ano. É o caso do complexo São Miguel do Gostoso, único do Estado que não tem controle integral da Copel - a Voltalia detém 51% de participação no consórcio responsável pelo empreendimento -, e do Brisa Potiguar. A potência instalada dos complexos é de 108 MW e 183,6 MW, respectivamente.

Com o início das operações previsto para os próximos dois meses, São Miguel do Gostoso e Brisa Potiguar ampliarão a oferta local da Copel em 385,6 MW de energia. O volume, destaca em nota a companhia, representa 18% dos 4 GW de nova capacidade eólica prevista para entrada em operação no Brasil no decorrer de 2015

Investimento
O grupo estatal paranaense, por intermédio da Copel Renováveis, criada em 2013, administra a instalação de 32 parques eólicos no Nordeste e prevê investimento de quase R$ 3 bilhões nos próximos quatro anos.

Os projetos no Rio Grande do Norte equivalem a 12% da atual capacidade da Copel, de um total de 5.455 MW entre usinas próprias e participações. Além disso, a Copel investe na construção de duas usinas hidrelétricas, a Colíder (300 MW) e a Baixo Iguaçu (360 MW), e mantém estudos para a construção de Pequenas Centrais Hidrelétricas (PCH) e centrais solares.

Tribuna do Norte

0 comentários:

Postar um comentário