Featured Video

Páginas

terça-feira, 27 de janeiro de 2015

Prefeitura do Assú vai multar quem jogar lixo ou entulho em vias públicas


Depois de muitos debates, campanhas educativas no rádio, reuniões e encontros com a população, a Prefeitura do Assú definiu que irá aplicar multas para os moradores que ainda insistem no péssimo hábito de jogar lixo ou entulho em vias públicas. A confirmação foi feita nesta segunda-feira (26), pelo secretário de Infraestrutura, Douglas Freire de Morais.

O secretário lembrou que desde maio de 2014, a administração municipal vem alertando sobre o problema gerado pelo descarte de resíduos sólidos nas vias da cidade e da possibilidade da aplicação de multas. “Já realizamos audiência pública na Câmara Municipal, conversando com a população sobre o problema, mas uma parte dos moradores ainda persiste em descumprir a lei e sujar a cidade. Por isso, resolvemos aplicar a multa. A princípio será uma notificação, se o descarte continuar, aplicaremos a multa no valor de R$ 500 reais ao morador”.

Apoio
“A Prefeitura está fazendo sua parte, recolhendo o lixo doméstico diariamente, limpando os canteiros da cidade e os transformando em praças públicas, recolhendo animais soltos nas ruas e avenidas e promovendo campanhas de conscientização. Mas, sabemos que não depende somente de nós, a população deve fazer sua parte nesse processo. A questão do descarte, principalmente de móveis, madeira, sofás, colchões, eletrodomésticos velhos, poda de árvores, restos de material de construção e outros materiais do gênero, é de responsabilidade da população, esses resíduos sólidos não podem ser jogados na rua”, destacou Douglas Freire.

Ainda de acordo com o secretário, a Prefeitura começou a limpeza de ruas afetadas pelo problema nesta semana. “Começamos nesta segunda-feira com a limpeza da Rua Monsenhor Júlio, depois seguiremos para a Rua Bernardo Vieira. Esperamos que os moradores das ruas não insistam na questão de jogar lixo, entulhos e restos de materiais de construção, pois estamos amparados em Lei Municipal e tomaremos as medidas cabíveis”, reforçou Douglas Freire.



SEACOM/Assessoria de Imprensa - PMA

0 comentários:

Postar um comentário