Featured Video

Páginas

sábado, 31 de janeiro de 2015

Operação Lei Seca está com equipe desfalcada


O retorno do tenente Eann Styvenson no comando da Operação Lei Seca na madrugada deste sábado (31) pegou alguns motoristas natalenses de surpresa. Após duas semanas de férias, Styvenson retornou ao comando da operação com blitz realizada na rua Walter Duarte, em Capim Macio. O retorno da operação, no entanto, ocorreu com desfalques na equipe e críticas por parte do coordenador.Alex Régis
Tenente Styvenson desabafou e pediu reconhecimento do Poder Público à Operação Lei Seca
Tenente Styvenson desabafou e pediu reconhecimento do Poder Público à Operação Lei Seca


Na blitz realizada na madrugada deste sábado (31), cinco pessoas foram presas por dirigirem embriagadas e outras 43 tiveram as carteiras de habilitação (CNHs) recolhidas. Participaram da operação a Polícia Militar, Polícia Civil e o Departamento de Trânsito do RN (Detran). Durante a noite, foram realizados 124 testes do bafômetro na operação que ocorreu das 0h às 6h30.

Comandante da operação desde 2013, Styvenson afirmou que o afastamento provisório aconteceu por causa das suas férias. Ele nega os boatos de afastamento que circularam recentemente nas redes sociais. "Tentei tirar minhas férias, mas há dois anos não consigo tirar férias. Mal tive folga. Fiquei fora há duas semanas, mas retornei", afirmou. 

Styvenson ainda revelou a situação atual da operação "está difícil". Isso porque houve uma diminuição do efetivo que participa da blitz, que em 2014 era composto por 14 soldados. Hoje, apenas 9 soldados, 2 tenentes e um cabo compõem o efetivo. Não houve reposição por parte parte do comando da Polícia Militar.

"Eles me pediram para sair. No ano passado trabalharam sem folga, sem diária operacional, não tem muita vantagem fazer o que a gente faz hoje. Não há reconhecimento", desabafa o comandante. "Está difícil repor. Nem todo mundo está disposto a trabalhar no final de semana. Reconhecimento da sociedade a gente tem, mas quem deveria reconhecer não reconhece."

Tribuna do Norte

0 comentários:

Postar um comentário