Featured Video

Páginas

sábado, 10 de janeiro de 2015

Governador visita Lagoa do Piató e assume compromisso com ribeirinhos


Visita do governador Robinson Faria ao Assú - parte I
O governador Robinson Faria, acompanhado do prefeito Ivan Júnior, prefeitos do Vale do Açu, Vereadores do Assú e do Vale e lideranças política, visitou a Lagoa de Piató, na manhã de hoje, sábado, dia 10.
Durante o encontro o governador, em reunião com presidentes das associações comunitárias do anel da Lagoa, pode constatar a real situação do reservatório e dos moradores situados ao seu redor. 
A Lagoa, quando cheia, armazena cerca de 96.000.000 de metros cúbicos d’água, como extensão de 18 quilômetros de comprimento e três de largura, agrega em seu entorno seis comunidades: Canto do Umarí, Bela Vista, Areia Branca, Banguê, Olho D’água e Porto, que juntas abrigam cerca de 500 famílias, que sobrevivem, em sua maioria, da agricultura e da pesca.
A reunião, ocorrida na comunidade de Porto Piató, foi aberta pelo prefeito Ivan Júnior que fez um breve e objetivo relato dos motivos, bem como da importância daquele momento para o município e em especial para aquela localidade.

Sucedendo a prefeito Ivan Júnior, Dequinha, presidente do Porto e representando as demais comunidades, fez um apelo ao governador Robinson Faria: “Senhor governador, em nome dos moradores das comunidades da Lagoa do Piató, peço uma medida urgente, para ontem, que salve nossa Lagoa. É dela que tiramos nosso sustento. Hoje estamos vendo pais de família terem que se ausentarem para buscar o sustento de seus filhos em outros municípios e até em outros estados. Essa lagoa é mãe de todos nós e a responsável por quase toda a produção de pescado de nosso município”, finalizou Sr. Deoclécio.
Sensibilizado com o que viu, constatando de perto a realidades dos fatos, Robinson Faria, garantiu esforço urgente para minimizar o problema do reservatório, bem como com a construção das estradas que ligam a sede municipal com as comunidades de Porto Piató e ao futuro Santuário da beata irmã Lindalva.

0 comentários:

Postar um comentário