Featured Video

Páginas

terça-feira, 28 de outubro de 2014

Governador eleito vai criar loteria e renegociar dívidas


O governador eleito Robinson Faria confirmou que renegociará as dívidas do Estado e anunciou a criação de uma loteria no Rio Grande do Norte para destinar os recursos arrecadados à área social. Ontem, durante uma intensa agenda de entrevistas, Robinson disse que o projeto da loteria estadual já foi aprovado na Assembleia Legislativa, quando ele ainda era deputado, e agora retomará a proposta no comando do Executivo.Humberto Sales
Robinson Faria assegura que formará uma equipe técnica para compor o secretariadoRobinson Faria assegura que formará uma equipe técnica para compor o secretariado

“Toda renda será revertida para crianças e adolescentes abandonados. A lotérica será feita com jogos de loteria e 100% dos recursos voltados para as causas sociais”, detalhou. Robinson Faria confirmou que irá promover um movimento para renegociar as dívidas do Estado. Ele descartou a moratória no caso do financiamento feito pelo Executivo potiguar com a OAS, responsável pela construção da Arena das Dunas. “Sou contra o Estado caloteiro. Isso é coisa de um Brasil que ficou para trás. Agora precisa fazer uma revisão, renegociação. Será um trabalho muito árduo”, comentou.

O governador eleito foi explícito ao afirmar que nem todos os débitos do Executivo serão renegociados. “Vamos ter que renegociar, agora há dívidas e dívidas. Tem dívida de verdade e outras que têm algumas nuances que teremos que investigar”, destacou.

Sobre o secretariado, Robinson Faria destacou que o governo será técnico. “Vou manter a coerência do que preguei em praça pública. Meu governo será técnico. Pode até ser um militante do PT, do PC do B, mas desde que tenha um perfil técnico para compor a equipe”, disse. O governador eleito afirmou que só conseguirá “salvar o Estado” com um governo “de grande qualificação técnica”.

Ele confirmou que o PT irá participar do Governo efetivamente, mas oferecendo nomes técnicos para os cargos. O governador eleito lembrou que quando foi secretário estadual de Recursos Hídricos 99% das pessoas nomeadas por ele não conhecia.

Robinson Faria reforçou que fará um governo “50% social”. “Eu me emociono muito com o social. Vou abraçar essa vertente. Vou fazer um governo humanitário. Nosso Estado, apesar do Bolsa Família, ainda tem 300 mil pessoas que moram abaixo da linha da pobreza. Vou fazer programas sociais para essas pessoas”, frisou.

O governador eleito disse que retomará o programa “Cidadão sem Fome”, no qual há troca notas fiscais por cestas básicas. Ele disse ainda que nos programas sociais a esposa dele, Juliane Faria, atuará como voluntária. “Ela é uma pessoa muito religiosa e atuará como voluntária nesses projetos sociais”, detalhou.

Tribuna do Norte

0 comentários:

Postar um comentário