sábado, 25 de outubro de 2014

Eleitor vai demorar 53 segundos na votação


Os eleitores que irão votar em urna biométrica devem demorar 53 segundos para votar no candidato a governador e presidente no Rio Grande do Norte. O prognóstico é do Tribunal Regional Eleitoral (TRE). As projeções são de que a apuração seja concluída até 21 horas. O primeiro boletim com apurações parciais serão divulgados às 17h30 com os números para governador.Humberto Sales
Eleitores vão usar as urnas com biometria no segundo turno da eleição para presidente e governadorEleitores vão usar as urnas com biometria no segundo turno da eleição para presidente e governador
  
A estimativa para o tempo de votação leva em conta desde o momento em que o eleitor se apresenta ao mesário e vai à cabine de votação até o último voto na urna eletrônica. No primeiro turno, o tempo de votação foi 61 segundos na urna comum e 85 segundos, na urna biométrica. Foram eleitos deputados federais e estaduais, senadores e 13 governadores.

Já nos estados que onde a disputa para governador foi definida no primeiro turno, o eleitor precisará, em média, de 18 segundos para concluir a votação na urna comum. Nas urnas biométricas, o tempo de votação previsto é 42 segundos. 

O coordenador de Logística de Eleições do TRE, Tyronne Dantas de Medeiros, confirmou que a votação deve ser mais rápida no segundo turno. Ele lembrou, nesta semana à TRIBUNA DO NORTE, que por ser apenas para dois cargos, e com mesários treinados e eleitores mais familiarizados com a biometria, é pouco provável a ocorrência de atrasos, como no primeiro turno.

No Rio Grande do Norte, estarão disponíveis 8.557 urnas  – das quais 6.963 de seção, 617 de contingência e 881 reservas. 

O funcionário do TRE lista uma série de fatores para a demora e as filas do primeiro turno: a votação para cinco cargos, os eleitores sem cola com número de candidatos ou mesmo sem título, a obrigatoriedade de tentar a identificação das digitais até a oitava tentativa, além de equívocos dos mesários. Esses problemas não devem se repetir, segundo o coordenador.

O presidente do TRE, desembargador Virgílio Macedo, também concedeu entrevista e explicou que, devido ao horário de verão, a totalização dos votos para presidente será feita a partir das 20h (horário local) e pelo Tribunal Superior Eleitoral. “Antes desse horário nós divulgaremos localmente apenas o boletim para governador”, informou

Ele lembrou que a votação será seguindo o fuso horário local. O presidente do Tribunal confirmou ainda que para o segundo turno ocorreram algumas mudanças de locais de votação e sugeriu ao eleitor que se certifique, através dos canais de comunicação do TRE (http://www.tre-rn.jus.br/), sobre o local de votação. 

Tribuna do Norte


0 comentários:

Postar um comentário