Featured Video

Páginas

quinta-feira, 14 de agosto de 2014

Marina Silva: Líderes do PSB dizem que candidatura de Marina Silva é "natural"


Alice VergueiroMarina Silva era candidata a vice na chapa de Eduardo Campos
Nesta quinta-feira (14), membros das cúpulas do PSB e PPS, partidos compõem a chapa "Unidos Pelo Brasil" (junto a PHS, PRP, PPL, PSL e Rede), antes encabeçada pelo candidato Eduardo Campos, estiveram reunidos em São Paulo. O grupo não falou abertamente sobre discussões acerca da substituição do novo candidato à Presidência pela chapa, mas alguns confirmaram que Marina Silva é a favorita para ocupar a vaga e que isso seria uma escolha do próprio Eduardo Campos, caso não fosse ele o candidato.

Em São Paulo após o acidente de Eduardo Campos, onde o ex-governador pernambucano e mais seis pessoas morreram, estiveram o presidente nacional do PSB, Roberto Amaral, o líder da legenda no Senado, Rodrigo Rollemberg, o líder na Câmara, Beto Albuquerque, além do presidente nacional do PPS, Roberto Freire. Além deles, outras lideranças da legenda também estiveram juntos, mas negaram discussão sobre a mudança na chapa.

Ao jornal O Globo, o presidente do PSB em Minas Gerais, deputado Júlio Delgado, disse que Eduardo Campos, caso estivesse vivo, gostaria de ver Marina Silva na disputa presidencial. Além dele, o deputado Beto Albuquerque também acredita que a escolha de Marina Silva seria a mais lógica a ser tomada.

"É um sentimento que tenho (de que Eduardo gostaria de ver Marina candidata), pela relação que eles construíram ao longo dos últimos meses", disse Delgado. "Não sei se a Marina, que é nossa grande companheira, aceita ou não. Não a consultamos, não tivemos nenhum diálogo ainda. O nome dela, num primeiro momento, parece ser natural", completou Beto Albuquerque.

O limite para a escolha do novo candidato é o dia 23 de agosto. Contudo, a campanha presidencial no rádio e TV começa na terça-feira (19). Pela ordem do sorteio, a propaganda da coligação "Unidos Pelo Brasil" será a primeira a ser exibida.

Fonte: Tribuna do Norte

0 comentários:

Postar um comentário