Featured Video

Páginas

terça-feira, 26 de agosto de 2014

Encontro apresenta propostas para curso de Medicina em Assú


Na noite de ontem (25), a Prefeitura Municipal do Assú e a Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA) promoveram no Cine Teatro Pedro Amorim, encontro que apresentou para a população as propostas curriculares para o curso de Medicina que se iniciará na cidade.

Na oportunidade, o reitor da Ufersa, José de Arimatea de Matos, a professora médica, Andrea Taborna, consultora técnica da comissão de implantação do curso de medicina na Ufersa, explicaram sobre a primeira etapa do concurso para os profissionais que desejam ingressar na mais nova unidade da Instituição no estado. 
“Estamos dando mais um passo importante para a viabilização da Ufersa em Assú, com a construção de um campus para a área de saúde. Nesta segunda, foi apresentada a grade curricular, o cronograma das ações que serão realizadas e o concurso de professores e técnicos que irão trabalhar na Universidade. Com absoluta certeza, um dos maiores projetos da história da cidade de Assú e região”, explicou o prefeito, Ivan Lopes Júnior.
Ao abrir a sua apresentação, o reitor da Ufersa, José de Arimatea de Matos, afirmou que a Universidade já concluiu o projeto arquitetônico dos prédios e, que até outubro, o projeto estrutural estará concluído para ser licitado. “Até o dia 25 de setembro vamos abrir edital para a contratação dos primeiros 15 profissionais que vão atuar no curso de medicina”, frisou o reitor.

Um segundo concurso, com mais 20 vagas, está programado para acontecer em janeiro de 2015. “Inicialmente, das 15 vagas, a serem oferecidas, 09 são para médicos da família, 01 ginecologista, 01 pediatra, 01 clínico geral, 01 cirurgião e 02 vagas para profissionais de saúde. A carga horária será de 20 e 40 horas semanais”, explicou o reitor da Ufersa.
A finalidade da reunião, explicou à professora Andrea Tarbona, é ouvir os profissionais de saúde do Vale do Açu para um diagnóstico preliminar sobre a realidade local. “Estamos com uma proposta pedagógica ainda em construção e queremos ouvir a opinião dos profissionais da região”, frisou Andrea. A professora disse ainda que a proposta pedagógica tem como base as novas diretrizes curriculares que contempla 30% da grade do curso voltada para a atenção básica, ou seja, para a formação do profissional médico generalista. 
A professora falou também sobre a infraestrutura do curso que será composta por um prédio de quadro andares, comportando 12 salas de aula, 12 salas de tutoria, 8 laboratórios, biblioteca, sala de vídeo conferência, 10 laboratórios, 02 auditórios e 01 laboratório de habilidades em comunicação, além de outras dependências de apoio logístico. A médica Andrea Tarborda enfatizou ainda que pela proposta o curso de medicina da Ufersa contará com o apoio da rede de saúde da região do Vale do Açú. “Teremos um perfil voltado para o Sistema Único de Saúde e a comunidade, com uma visão holística, integral e humanística com o aluno inserido na rede básica de saúde já a partir do primeiro ano de curso”, finalizou.
Os médicos e outros profissionais da saúde que estiveram presentes a reunião elogiaram a iniciativa da Ufersa em promover a discussão sobre a implantação do curso de medicina em Assú. “Modelo excelente, visão holística, currículo integrado”, ressaltou o médico Arimatea Tavares. 

 SEACOM/Assessoria de Imprensa - PMA

0 comentários:

Postar um comentário