Featured Video

Páginas

segunda-feira, 14 de julho de 2014

Diretor executivo da Match se entrega à Justiça do Rio


Raymond Whelan, 64 anos, CEO da empresa Match, se apresentou à Justiça no início da tarde desta segunda-feira (14). Suspeito de chefiar a quadrilha que vendia ingressos para Copas do Mundo, ele estava foragido desde a última quinta-feira.Marcos de Paula
Raymond Whelan era considerado foragido desde a última quinta-feiraRaymond Whelan era considerado foragido desde a última quinta-feira


Whelan havia sido preso na segunda-feira da semana passada, mas foi solto antes mesmo do dia seguinte amanhecer, por força de um habeas corpus. Ele se apresentou no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro acompanhado do seu advogado, Fernando Fernandes. Raymond Whelan se apresentou à desembargadora Rosita Maria de Oliveira Netto, responsável pelo processo, da 6ª Câmara Criminal. 

Operação Jules Rimet

Na semana passada, o delegado Fabio Barucke, da Polícia Civil do Rio, indiciou 12 pessoas identificadas na investigação Jules Rimet, que desbaratou um grupo que vendia, irregularmente, ingressos para jogos da Copa do Mundo. Do grupo, 11 pessoas foram indiciadas por cambismo e associação criminosa. Raymond Whelan foi indiciado por associação criminosa e por facilitar o recebimento de ingresso a cambistas, artigo 41-G do Estatuto do Torcedor.

Após três meses de investigação, a operação foi deflagrada no dia 1º de julho. Segundo a Polícia Civil, os integrantes pretendiam arrecadar R$ 200 milhões até o fim da Copa 2014. 

Fonte: Tribuna do Norte

0 comentários:

Postar um comentário