Featured Video

Páginas

quinta-feira, 12 de junho de 2014

Eleições 2014: PSD articula a indicação do vice


As articulações para escolha do candidato a vice-governador na chapa de Robinson Faria, que disputará o Executivo pelo PSD, estão intensas. A escolha ainda não foi fechada porque, segundo assessores próximos aos principais líderes do partido, os peessedistas ainda aguardam a chegada de novos aliados e poderia oferecer como espaço a candidatura a vice.

No entanto, se o desenho da chapa partidária permanecer com o PSD, PT, que indicará a deputada federal Fátima Bezerra ao Senado, e o PC do B, o mais provável é que com essa última legenda fique a escolha do vice. A justificativa para isso seria simples: como o PSD e o PT já estão com suas indicações para chapa majoritária, faltaria apenas o PC do B ter sua indicação.

Entre os mais cotados para vice de Robinson Faria estão o deputado estadual Fábio Dantas e o vereador de Natal George Câmara. No caso de Dantas, ele tem como seu principal colégio eleitoral a cidade de São José do Mipibu, administrada por seu pai, Arlindo Dantas. A indicação de Fábio traria o apelo, segundo afirmam os líderes do PT, de agregar “joviailidade” a chapa.

Fábio Dantas, que estava trabalhando as bases para tentar o segundo mandato como deputado  estadual, caso aceite entrar na disputa como vice, lançará a esposa, Cristiane Dantas, como candidata a deputada estadual. Cristiane foi diretora do ITEP na gestão de Wilma de Faria como  governadora.

Fábio Dantas negou que tenha recebido convite para ser vice. “Não fui convidado. E se for convidado sentarei com o partido para discutir o assunto”, comentou. O parlamentar defendeu que a escolha do nome de vice seja feita pelo próprio Robinson Faria. “Nada melhor do que ele (Robinson Faria) para escolher o seu vice”, destacou o deputado estadual.  Já a escolha de George Câmara para vice encontra justificativa como um apelo dos articuladores para tentarem buscar maior penetração eleitoral na cidade de Natal. “É legítimo um partido reivindicar um espaço na chapa majoritária, mas esse debate ainda está sendo feito pelos partidos. Como o PT já tem o candidado ao Senado, pode ser discutido tanto o espaço de vice como o de suplentes no Senado”, comentou George Câmara. Questionado se aceitaria ser candidato a vice na chapa de Robinson Faria, George Câmara destacou: “Quem tem 32 anos de PC do B, o que o partido entender ser melhor eu irei”, comentou. 

No próximo sábado, o PC do B promoverá um encontro estadual para discutir as alianças e composição. 


0 comentários:

Postar um comentário