Featured Video

Páginas

quinta-feira, 12 de junho de 2014

Brasil vence a Croácia por 3 a 1 na estreia da Copa do Mundo


O técnico Luiz Felipe Scolari escalou o Brasil com Julio César; Daniel Alves, Thiago Silva, David Luiz e Marcelo; Luiz Gustavo, Paulinho, Oscar; Hulk, Neymar e Fred. A Croácia entrou em campo com Pletikosa; Srna, Corluka, Lovren, Vrsaljko; Modric, Rakitic, Kovacic e Perisic; Olic e Jelavic. O treinador é Niko Kovac.

Nos dez primeiros minutos, a Croácia teve as principais oportunidades. Aos 6, Olic cabeceou com muito perigo. Quatro minutos depois, ele aproveitou a subida de Daniel Alves e avançou livre pela esquerda, cruzando para o centro da pequena área. Jelavic não conseguiu chutar e a Marcelo desviou a bola para dentro do gol. Julio César nem pode esboçar reação.
Jefferson Bernardes/VIPCOMMJogo terminou em 3 a 1 para o Brasil
Jogo terminou em 3 a 1 para o Brasil

Primeiro lance mais importante brasileiro foi com Paulinho. O volante brasileiro entrou pela direita da área e chutou forte e Pletikosa evitou o gol. O lance acendeu o ataque brasileiro. Pouco depois, Neymar passou pelo lateral-esquerdo e conseguiu cruzar para trás. Oscar acertou belo chute, mas Pletikosa pulou para evitar a comemoração brasileira.

Aos 28, Oscar quase perdeu a bola no meio do campo, mas brigou pela bola e conseguiu tocar para Neymar. O atacante partiu para a entrada da área e chutou de pé esquerdo. A bola bateu na trave esquerda e entrou de mansinho, sem dar chance à defesa de Pletikosa.

Aos 40, Neymar tentou passar por Rakitic e foi derrubado a alguns passos da área. O próprio Neymar bateu, mas a bola bateu na barreira e foi a escanteio.

Segundo Tempo

A segunda etapa começou com mais volume de jogo brasileiro. Mesmo assim, poucas vezes a bola chegou ao gol da Croácia. Aos 15, Kovac mandou a campo o volante Brozovic, no lugar do meia Kovacic. Pouco depois, Felipão também trocou: Hernanes substituiu Paulinho.

Aos 19, Neymar roubou a bola e partiu à frente, tendo Fred ao seu lado. O zagueiro Corluka apelou para uma falta mais forte para evitar que a bola fosse entregue a Fred. Na cobrança, Daniel Alves chuto por cima do gol, mas Pletikosa estava no lance.

A segunda substituição brasileira foi realizada aos 22 minutos. Bernard, camisa 20, entrou no lugar de Hulk.

Logo depois, Fred disputou com Lovren e o árbitro japonês Yuichi Nishimura marcou pênalti. O defensor croata levou cartão amarelo na jogada. Neymar pegou a bola, beijou-a e cobrou a penalidade. Pletikosa chegou a tocar na Brazuca, mas não evitou a comemoração máxima na Arena Corinthians.

David Luiz quase marcou, aos 30. O zagueiro cabecou por cima, de dentro da pequena área. Após o gol, o Brasil diminuiu o ritmo e a Croácia quase empatou aos 37, mas Julio César sofreu clara falta em disputa com o atacante Olic.

Neymar deixou o campo aos 42. O atacante finalizou quatro vezes e converteu dois gols. O polivalente Ramires entrou em seu lugar e, três minutos depois, foi o responsável pelo início da jogada do derradeiro gol brasileiro.

Aos 45, Ramires roubou a bola no meio de campo e tocou para Oscar coroar sua apresentação. O meia brasileiro correu muito e chutou de bico com o pé esquerdo, no cantinho de Pletikosa. Foi o último lance da primeira partida do Brasil em Copas do Mundo desde 1950.

Portal da Copa/Tribuna do Norte


0 comentários:

Postar um comentário