Featured Video

Páginas

domingo, 18 de maio de 2014

Eleições RN 2014: Sete partidos anunciam apoio a Henrique Eduardo


Sete partidos políticos se uniram para declarar  apoio às pré-candidaturas de Henrique Eduardo Alves, ao Governo do Estado; João Maia, a vice; e Wilma de Faria, ao Senado.  O manifesto “Todos Juntos pelo RN” foi entregue aos pré-candidatos em reunião, realizada na manhã de ontem. O grupo, denominado G7, é formado pelo PV, PHS, PEN, PRP, PRTB, PPS E PTB. A coligação soma agora cerca de 14 partidos em apoio aos pré-candidatos.
Rayane MainaraLíderes dos partidos que assinam o manifesto anunciam apoio aos pré-candidatos do PMDB e PSB
Líderes dos partidos que assinam o manifesto anunciam apoio aos pré-candidatos do PMDB e PSB

A aliança de partidos reflete o amadurecimento  partidário em busca do favorecimento do Estado para superar o qualquer radicalismo, destacou o presidente da Câmara dos Deputados Henrique Eduardo Alves. “Estes sete partidos somarão suas experiências e nos ajudaram a trabalhar propostas concretas, com clareza para que possamos ultrapassar esse período de radicalismos, que tanto mal fez e faz ao Estado, e trabalharmos um novo momento”, acrescentou.

Henrique Alves lembrou que o projeto de governo será feito em três passos: preparação de propostas, descentralização e planejamento. “Será uma proposta onde cada partido político dê sua contribuição para resgatarmos a credibilidade e prestígio dos partidos e governança”, afirmou.

Para a ex-governadora Wilma de Faria, o ineditismo da iniciativa dos partidos mostra a necessidade de mudança que a sociedade anseia. A definição sobre qual chapa estariam coligados veio após uma série de reuniões e debates realizados com pré-candidatos ao longo dos últimos quatro meses. Para o senador Paulo Davim (PV-RN), presidente do Diretório Estadual do Partido Verde, os partidos considerados “pequenos” estão se unindo com a intenção de “agregar” ideias e propostas para um projeto político que fortaleça, sobretudo, os rumos do Rio Grande do Norte.

“Não teríamos a mesma participação se agíssemos de forma isolada, então preferimos unificar pensamentos e depois de ouvirmos, apresentarmos propostas e compreendemos que este é o grupo”, destacou o senador.

Segundo ele, entre os pleitos levados à chapa majoritária estão o compromisso na participação nas propostas para o projeto de governo. Contudo, o apoio se restringe à chapa majoritária.  “Na  proporcional iremos disputar de forma isolada”, antecipou o senador do PV.

O presidente do PTB, Aldair da Rocha, que já havia declarado apoio, reiterou a participação na formatação de propostas de governo na área de segurança pública do Estado.

“Está nascendo uma força jovem e forte de políticos novos, com um novo pensar e um novo agir em relação à gestão pública de um Estado tão importante como o nosso”, destacou o presidente do PEN, advogado Luiz Gomes.

O manifesto foi assinado por presidentes dos partidos, senador Paulo Davim (PV), Luiz Gomes (PEN), Leandro Prudencio (PHS), Thomaz Sena (PRB), Aldair da Rocha (PTB), Rodrigo Azevedo (PRTB) e o representante do PPS, Henrique Santana.

Trechos do Manifesto
“Ao apoiar o novo na política, através desses nomes, o Grupo G7 não tem a visão reducionista de defender apenas pessoas novas na política, mas sim homens públicos com novas visões e novas posturas sobre nossos problemas e, sobretudo, nomes que reúnem condições e envergadura política para apontar efetivamente as soluções.”

“Numa inequívoca demonstração de comprometimento com a construção desse novo momento e, como forma de contribuir, cobrar e vigiar os compromissos assumidos com o Povo Potiguar, o Grupo G7 entende haver a necessidade de unificar pensamentos e caminhos em direção a um projeto político que lhe permita alcançar patamares importantes dentro do arcabouço político do Estado.”


Fonte: Tribuna do Norte 

0 comentários:

Postar um comentário