Featured Video

Páginas

sexta-feira, 9 de maio de 2014

Aviação: Secretaria de Aviação confirma novo aeroporto de Mossoró


A construção do novo aeroporto de Mossoró, obra federal que impulsionará o desenvolvimento da região Oeste, deu um importante passo para sair do papel. Ontem, o presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Alves (PMDB), principal articulador do projeto no âmbito do Governo Federal, recebeu o ofício do ministro Moreira Franco, da Secretaria de Aviação Civil, comunicando a inclusão do aeroporto de Mossoró no Programa de Investimentos em Logística: Aeroportos.
Junior SantosAeroporto Dix-Sept Rosado funciona de forma precáriaAeroporto Dix-Sept Rosado funciona de forma precária


No documento, o ministro informa que representantes da empresa Projen/Planway estiveram em Mossoró no mês de janeiro para avaliar os aspectos técnicos da obra. Esse estudo de viabilidade técnica foi concluído em março. A Secretaria de Aviação Civil já encaminhou ao Banco do Brasil a autorização para a execução do estudo preliminar. Em seguida, será elaborado o anteprojeto que dará início à licitação para as obras.

Desde que iniciaram as negociações em torno de um novo aeroporto para a segunda maior cidade do Estado, Henrique Alves abraçou a ideia e encampou a luta pelo projeto. Em sua conta no Twitter, ontem, o deputado mandou um recado a quem desconfia do projeto. “Muita especulação sobre novo aeroporto de Mossoró. Resolvi divulgar a palavra do Min. Moreira Franco. Ate para os incrédulos ou de má fé.”

O anúncio de que o Rio Grande do Norte ganharia dois novos aeroportos – nas cidades de Mossoró e Caicó – ocorreu em fevereiro deste ano, durante um encontro do ministro Moreira Franco e o presidente da Câmara dos Deputados. Na ocasião, foi apresentado um relatório da Secretaria Nacional de Aviação Civil sobre a situação dos aeroportos dessas cidades.

A expectativa é de que sejam investidos R$ 218,2 milhões, dentro do Programa de Aviação Regional do Rio Grande do Norte. O consórcio Progen-Planway é responsável por desenvolver os projetos de viabilidade técnica, estudo preliminar, anteprojeto, ensaios e sondagens, projeto executivo de fundações e analise de projetos executivos.

Os estudos técnicos serão fundamentais para se decidir a localização dos novos aeroportos.  De acordo com o relatório apresentado pelo ministro, não há possibilidade de ampliar o aeroporto Dix-Sept Rosado, que funciona de forma precária em Mossoró. O Comando Aéreo Regional (Comaer) constatou 71 obstáculos, não oferecendo condições para ampliação.

O cronograma prevê que entre abril e junho deste ano, serão feitas as prospecções para a definição dos novos locais. Os estudos técnicos definitivos serão apresentados entre agosto e outubro. Em dezembro deverá sair o estudo preliminar e as licitações, dependendo das desapropriações e licenciamento ambiental, serão realizadas entre janeiro e abril de 2015.
Estrada do Cajueiro                                                                                                                             
Outra obra na região Oeste que vem sendo objeto de luta do deputado Henrique Alves, a pavimentação da BR-437, conhecida como Estada do Cajueiro, também ganhou impulso para sair do papel. O Diário Oficial da União comunicou em sua edição de ontem a reabertura do prazo de licitação.

Também através de sua conta no Twitter, o deputado comemorou e aproveitou para agradecer a presidente Dilma Rousseff.  “Publicado no DO edital da estrada do Cajueiro, DNIT. Agradeço a Pres. Dilma o compromisso assumido e agora cumprido com o meu Estado.” Assim que saiu a primeira publicação do edital, no início do ano, Henrique Alves se reuniu com o diretor-executivo do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), Tarcísio Gomes de Freitas, em Brasília para discutir o início da obra.

Fonte: tribuna do Norte

0 comentários:

Postar um comentário