Featured Video

Páginas

quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

Polícia Civil desencadeia Operação Rescaldo e prende oito pessoas


A Polícia Civil do Rio Grande do Norte, através do seu Departamento de Investigação do Narcotráfico (Denarc), cumpriu, na manhã desta quinta-feira (20), oito mandados de prisão preventiva e cinco mandados de busca e apreensão. A operação é denominada Rescaldo, por ser continuação da Operação Terra Quente. Os acusados foram presos nos bairros de Ponta Negra, Pitimbu e Felipe Camarão, além da cidade de Taipu, a 50 quilômetros de Natal. Um mandado de busca e apreensão foi cumprido em João Câmara, 74 quilômetros distante da capital.
arlos Arthur da Cruz/CelularOs mandados de prisão e de busca e apreensão foram cumpridos na manhã desta quinta-feira
Os mandados de prisão e de busca e apreensão foram cumpridos na manhã desta quinta-feira

A organização criminosa era comandada por Robson Nascimento de Oliveira, o Robinho, de 27 anos. Seu braço direito era Valmir Soares dos Santos, conhecido como Alemão. Ambos foram presos em Parnamirim. Também faziam parte do esquema o pai, a irmã e a esposa de Robinho. O pai é Antonio Nascimento de Oliveira, 56, vulgo Papel. A mulher de Robinho, Paola Paloma de Silva, 36, e Patrícia Nascimento de Oliveira, 30, a irmã, que responde na Justiça a um processo por homicídio qualificado, eram as responsáveis pela contabilidade. Ainda faziam parte do grupo Maísa Carolina Josino de Oliveira, 31, Denes da Silva, 40, e Ailton de Oliveira Lima. Ailton é coveiro na cidade de Taipu e fornecia armas e drogas para a associação criminosa.

"Foram oito prisões no total e cinco mandados de busca e apreensão. Todos envolvidos diretamente com o tráfico de drogas aqui no nosso estado. O mentor é o Robson, o Robinho. Ele recebia essa droga aqui no estado, essas outras pessoas que foram presas repassavam essas drogas, ou seja, vendiam, traficavam. A Paola, mulher dele, e a Patrícia além de vender drogas, eram responsáveis por toda a contabilidade do tráfico. Tinha uma família: o Robson, o pai dele, conhecido como Papel, a Paola e a Patrícia. São irmãos, pai, marido e mulher. Todos envolvidos diretamente na associação e tráfico de drogas aqui em Natal", conta o delegado Ulisses de Souza, titular da Denarc.


Além das pessoas, foram apreendidas várias armas, inclusive uma espingarda calibre 12, um revólver 357, pistolas e munições. O delegado informou ainda que os membros são acusados por tráfico de drogas, associação para o tráfico e por organização criminosa.


"Essa é um operação que já desencadeamos há aproximadamente um ano. Na próxima semana, teremos um balanço geral da operação que transcorreu em um ano, onde serão divulgados os números de prisões e apreensões de cocaína, maconha e crack aqui no estado do Rio Grande do Norte", revela o delegado.


Operação Terra Quente
No final de outubro de 2012 a equipe da Denarc, comandados pelos delegados Ulisses de Souza e Márcio Lemos, deflagraram a Operação “Terra Quente” com o objetivo de combater o tráfico de drogas na capital potiguar. A ação resultou na prisão de uma quadrilha, além da apreensão de 25kg de maconha, 2,7kg de cocaína, um veículo tipo Pálio Weekend, duas motocicletas, um revólver calibre 38, 10 munições de mesmo calibre, além de quatro celulares e duas balanças de precisão.


As prisões aconteceram no Alto da Torre, Zona Norte de Natal, e no bairro Planalto. Na ocasião foram presos Daniel Marques de Oliveira, vulgo “Bilú”, de 24 anos, e outros três traficantes identificados como sendo Josuilly José dos Santos, de 22 anos, Emanoel Silva dos Santos, 23 anos, e Valeria de Oliveira Gabriel, de 19 anos.

Fonte: Tribuna do Norte

0 comentários:

Postar um comentário