Featured Video

Páginas

sábado, 22 de fevereiro de 2014

MP quer que cidades em calamidade no RN evitem gastos com carnaval


Onze municípios do Rio Grande do Norte receberam recomendações do Ministério Público Estadual para evitar os gastos com o carnaval em 2014. O motivo é a seca, considerada a pior das últimas décadas e que levou o Governo do Estado a decretar situação de emergência em 150 cidades potiguares.

No Diário Oficial do Estado (DOE) desta sexta-feira (21) foram publicadas oito portarias direcionadas às prefeituras das cidades de Assu, Porto do Mangue, Carnaubais, Acari, Carnaúba dos Dantas, Alexandria, Pilões e João Dias. Antes disso, as cidades de Upanema e Apodi receberam recomendações do MP. Em Caicó, um dos polos carnavalescos mais conhecidos do estado, o órgão ministerial abriu um inquérito para apurar os gastos com o carnaval.

Nesta sexta a promotora Marília Regina Soares Cunha, de Acari, recomendou que as cidades de Acari e Carnaúba dos Dantas, na região Seridó, evitem gastos com carnaval. De acordo com ela "as adversidades sofridas pelo homem do campo e o consequente estado de emergência são incompatíveis com a contratação de bandas ou a realização de festas por parte do poder público municipal".


Na promotoria de Assu, o promotor Daniel Lobo Olímpio, expediu recomendações para as prefeituras de Assu, Porto do Mangue e Carnaubais, na região Oeste do RN. Já na promotoria de Alexandria, o promotor Sidharta John Batista da Silva fez recomendações às prefeituras de Alexandria, Pilões e João Dias, também na região Oeste.

Fonte: G1

0 comentários:

Postar um comentário