Featured Video

Páginas

sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

Mesmo preso, goleiro Bruno assina contrato com Montes Claros


O goleiro Bruno tenta retomar a carreira de atleta profissional, mesmo cumprindo prisão em regime fechado. O Montes Claros, clube que disputa a segunda divisão do Campeonato Mineiro, ofereceu um vínculo de cinco anos com o jogador e o contrato deve ser assinado ainda nesta sexta-feira (28), último dia de inscrições da Federação Mineira de Futebol para a disputa do regional.

Arquivo/TNO goleiro Bruno se entregou à Polícia em 2010 e para ter direito à progressão de pena teria que cumprir oito anos e dez meses de prisão em regime fechado
O goleiro Bruno se entregou à Polícia em 2010 e para ter direito à progressão de pena teria que cumprir oito anos e dez meses de prisão em regime fechado

O ex-jogador do Flamengo só poderá participar dos treinamentos e jogos se conseguir a transferência para a Associação de Proteção e Assistência aos Condenados (APAC). Isso permitiria que Bruno deixasse a cadeia sob escolta. Ele ainda não cumpriu o tempo mínimo para a progressão de pena.

Para o presidente do Montes Claros, Vile Mocellin, essa oportunidade está sendo dada porque o clube acredita na recuperação do homem antes do atleta. "Todo mundo merece uma segunda chance. Acreditamos na recuperação do homem. Creio que o Bruno não ofereça nenhum perigo à sociedade. Ele perdeu a cabeça, mas merece uma segunda chance. Bruno está com 29 anos, ainda é novo, está querendo recomeçar a carreira. Ele merece esta oportunidade para voltar ao futebol. O Montes Claros está pensando, acima de tudo, na ressocialização do homem", afirmou em entrevista ao portal Lancenet.

Bruno cumpre pena de 22 anos e três meses de prisão na Penitenciária Nelson Hungri, em Contagem, região metropolitana de Belo Horizonte. Ele foi condenado pela morte da modelo Eliza Samúdio, com quem ele teve um filho.

Fonte: Tribuna do Norte

0 comentários:

Postar um comentário