Featured Video

Páginas

quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014

Assú: Ministério da Saúde aprova andamento das obras da UPA 24 horas


Uma equipe do DICON (Divisão de Convênios e Gestão) do Núcleo do Ministério da Saúde no RN, tendo a frente à enfermeira apoiadora Ana Cláudia Cardozo, e o engenheiro Ciro Olímpio Cortez Gomes fez uma visita ao canteiro de obras da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) 24 horas do alto São Francisco.  

A visita técnica, que ocorreu nesta desta terça-feira (11), teve como objetivo avaliar o processo de implantação da unidade que está sendo construída em Assú, além de prestar suporte para facilitar a execução dos trabalhos e oferecer as informações necessárias para uma melhor decorrência da obra.

Segundo o secretário municipal adjunto de saúde, Jader Torquato, que acompanhou a visita, os técnicos fizeram uma avaliação de rotina. “Eles vistoriaram a planta arquitetônica e outros documentos relativos à obra, analisaram o cronograma da construção, a qualidade da edificação e tiraram fotos do local”, comentou Jader.

A UPA do Alto São Francisco será uma das obras mais importantes para o atendimento público na rede municipal de saúde em Assú, onde estão sendo investidos mais de 1,4 milhão de reais, numa parceria do Ministério da Saúde com a Prefeitura do Assú.

Ao acompanhar as obras, os representantes do ministério, informaram que a construção está dentro do prazo e das normas estabelecidas na portaria 342/2013, do Ministério da Saúde, que redefine as diretrizes para implantação do Componente Unidade de Pronto Atendimento (UPA 24h).

O secretário de infraestrutura Douglas Freire destacou que à medida que as etapas do projeto da UPA forem sendo concluídas, novas visitas técnicas serão agendadas para Assú. “É um procedimento normal e que atesta que estamos dentro das normas e dos prazos da portaria”, ressalta o secretário. 

Também participaram da visita, o diretor de planejamento da Secretaria Municipal de Saúde Kleber Barreto Segundo, e o consultor de engenharia e projetos da PMA, Danilo Pereira de Araújo.

SEACOM - PMA

0 comentários:

Postar um comentário