Featured Video

Páginas

terça-feira, 21 de janeiro de 2014

Protesto: Sindicalistas organizam caminhada e protesto


Os sindicatos de categorias de servidores da rede estadual e federal estão organizando um protesto para amanhã, nas proximidades do Arena das Dunas, durante a visita inaugural que será feita pela presidente Dilma Rousseff ao local. Com o lema “Da Copa eu abro mão, queremos mais dinheiro pra saúde, segurança e educação”, o ato terá início às 14h, no cruzamento das Avenidas Bernardo Vieira e Salgado Filho,em frente ao Shopping Midway. De lá, às 15h, os manifestantes sairão em passeata até as proximidades da Arena das Dunas. 

Para o protesto, os sindicatos levarão dois bonecos gigantes: um representando Dilma Rousseff e outro a governadora Rosalba Ciarlini.


O ato está sendo organizado por sindicatos dos servidores da saúde, policiais civis, servidores estaduais, funcionários da UFRN, guardas municipais e bancários, além de estudantes e das centrais CSP-Conlutas e Intersindical. Pela internet, os organizadores estão convocando a população para participar da manifestação. 

“Os governantes parecem que esqueceram o que a população exigiu nos protestos de junho. Mas estão enganados. Essa vai ser a Copa dos protestos”, afirmou Rosália Fernandes, do Sindsaúde. 

Os sindicatos denunciam a prioridade para as obras da Copa do Mundo, como o Arena das Dunas, as obras do aeroporto e seus acessos e a ampliação da avenida Roberto Freire. O protesto pedirá a saída da governadora Rosalba Ciarlini. Para os organizadores do ato, a prioridade do governo estadual com a Copa contrasta com a situação dos serviços públicos no Estado: fechamento de pediatrias, pacientes nos corredores dos hospitais, falta de gasolina nos carros da polícia, falta de professores nas escolas e salários congelados dos servidores, que realizaram longas greves nos últimos anos.

Os sindicatos instalaram dois outdoors um na BR 101, próximo ao aeroporto Augusto Severo, e outro nos arredores do Arena das Dunas. O foco da peça publicitária é focando no fato de que essa é a Copa mais cara, no comparativo da África do Sul e do que da Alemanha. O Mundial no Brasil está orçado em R$ 27,4 milhões.

Fonte: Tribuna do Norte

0 comentários:

Postar um comentário