Featured Video

Páginas

quinta-feira, 5 de dezembro de 2013

Mensalão: Confederação envia ao STF proposta de emprego para Dirceu, Delúbio e Genoino


O presidente da Confederação Elo Social Brasil, Jomateleno dos Santos Teixeira, enviou ao STF (Supremo Tribunal Federal) um documento oferecendo empregos para o ex-ministro José Dirceu, o ex-presidente do PT José Genoino e o para o ex-tesoureiro da sigla Delúbio Soares.

Eles seriam contratados pelo mínimo que um presidiário pode ganhar quando obtém na Justiça o direito de trabalhar fora do presídio --R$ 508,50. Para Dirceu foi oferecido um emprego de assistente administrativo. Genoino foi convidado para costurar bolas de futebol e Delúbio seria assistente de marcenaria.


De acordo com o documento, não seria possível se alocar Delúbio numa posição administrativa pois ele não se mostrou confiável trabalhando com finanças quando foi tesoureiro do PT.
Fotomontagem
O ex-ministro José Dirceu, o ex-presidente do PT José Genoino e o ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares
O ex-ministro José Dirceu, o ex-presidente do PT José Genoino e o ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares

Todos trabalhariam numa cooperativa numa chácara de uma cidade satélite de Brasília que, segundo Teixeira, conta com 80 reeducandos em atividade.

Teixeira esclareceu que sua confederação faz este tipo de proposta para todos os presos do Brasil. "Qualquer um que quiser terá emprego na cooperativa", disse.

Por isso, não houve nenhum tipo de contato prévio entre ele e os três condenados ou seus advogados.

Teixeira, que é advogado e está com sua inscrição suspensa pela OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), foi preso em 2003 acusado de se passar por um delegado de polícia.
Ele abriu e manteve em funcionamento por cerca de nove meses a chamada Delegacia Cidadã, em São Paulo.

Na ocasião ele foi acusado de receber vítimas de crimes e cobrar taxas para acelerar investigações. Sua equipe de investigação era formada por 26 réus processados pelas infrações mais variadas.

De acordo com Teixeira, após responder a processo ele foi inocentado e tudo não passou de uma perseguição política por ele ter denunciado máfias e governadores.

Fonte: Folha de São Paulo Online

0 comentários:

Postar um comentário