Featured Video

Páginas

terça-feira, 26 de novembro de 2013

Procurador de Justiça é denunciado por falsificação


O procurador de Justiça Nadir de Campos Júnior foi denunciado criminalmente por falsificação de documento particular e uso de documento falso. A acusação, subscrita pelo procurador-geral de Justiça, Márcio Fernando Elias Rosa, sustenta que Nadir, entre os dias 29 de outubro e 1 º de dezembro de 2012, “por duas vezes, agindo em continuidade delitiva”, concorreu para fraudar processo eleitoral para presidência da Associação Paulista do Ministério Público.

Algoz do deputado Gabriel Chalita (PMDB-SP), contra quem, ainda como promotor, instaurou inquérito civil para investigar denúncias sobre supostas irregularidades na Secretaria Estadual da Educação - pasta que o peemedebista dirigiu entre 2003 e 2007 (governo Geraldo Alckmin) -, Nadir disputou a presidência da entidade pela chapa Renovação, Democracia e Participação. 

O crime teria ocorrido a partir da falsificação de cédulas de votação, uma em nome de um associado impossibilitado de votar pois se submetia a “delicado procedimento médico de hemodiálise”. O voto teria sido enviado pelo correio. “Colocando em prática o seu propósito delituoso, em posse de material destinado à votação pela via postal, o denunciado concorreu para sua falsificação”, diz a acusação. 

Fonte: Tribuna do Norte


0 comentários:

Postar um comentário