Featured Video

Páginas

sábado, 23 de novembro de 2013

Diretório define eleição hoje


O diretório estadual do Partido dos Trabalhadores vai se reunir hoje, às 9h, no Hotel Maine, para avalizar ou não decisão da comissão executiva, que acabou por referendar a vitória de Eraldo Paiva no Processo de Eleições Diretas (PED) de 2013, no Rio Grande do Norte. Ontem, os petistas acataram uma pequena parte dos 29 recursos interpostos pelas duas chapas concorrentes. Indagado se houve recontagem de votos, Eraldo Paiva destacou que “as alterações (face os recursos) só ampliam” sua vantagem sobre o candidato oponente, Olavo Ataíde. O grupo ligado à deputada Fátima Bezerra esperava se consagrar vitorioso com a reunião do diretório estadual, instância na qual tinha maioria.

No entanto, alertados pela possibilidade de  sucumbir à instância estadual, o grupo próximo ao deputado Fernando Mineiro, que já comanda o partido na esfera regional, resolveu alterar a composição de alguns cargos do diretório.  Com isso, deve garantir a maioria. “Essa substituição é absolutamente natural. Muitas vezes isso ocorre ou porque alguém viajou ou porque mudou de cidade, enfim, são vários os motivos”, explicou o presidente municipal eleito do PT, Juliano Siqueira.
Alex RégisExecutiva estadual do PT avalizou vitória de Eraldo PaivaExecutiva estadual do PT avalizou vitória de Eraldo Paiva

De acordo com Juliano, a vitória de Eraldo Paiva vem a consolidar a preferência dos petistas potiguares pelo grupo [ligado ao deputado Fernando Mineiro], que obteve um resultado favorável nos principais diretórios do estado. Ele lembrou que além do diretório municipal da capital, quando o próprio Juliano conseguiu  66% dos votos; os aliados obtiveram êxito nas quatro zonas da capital. “Desde o dia 10 tínhamos como consolidada a votação. Foram protocolados recursos absolutamente infundados”, frisou ele.

Eraldo garantiu que as mudanças na composição do diretório serão“regimentais”. Irritados com a decisão da executiva, os aliados de Olavo Ataíde se retiraram da reunião falando em “golpe”. Ontem, oponentes de Eraldo Paiva diziam que ele terá dificuldades de conduzir o diretório estadual porque a resistência ao nome dele é grande.  Olavo já avisou que não recorrerá: “ Qualquer que seja o resultado não vamos recorrer porque entendemos que a instância local tem total condição de resolver essa questão”, enfatizou Olavo Ataíde.

Fonte: Tribuna do Norte


0 comentários:

Postar um comentário