Featured Video

Páginas

terça-feira, 22 de outubro de 2013

Desembargadora nega salvo-conduto a manifestantes que acampam em frente à CMN



A desembargadora Zeneide Bezerra decidiu, na manhã desta terça-feira (22), indeferir o pedido de habeas corpus com liminar de grupo que solicitava salvo-conduto para permanecer em frente à Câmara Municipal do Natal. Os manifestantes seguem em frente ao Legislativo Municipal, que está com as atividades suspensas por tempo indeterminado.


Após caminhada pela avenida Rio Branco, em Natal, servidores da saúde se concentraram na Câmara dos Vereadores
Acampados desde que a CMN manteve o veto do prefeito Carlos Eduardo ao projeto que tratava sobre o Passe Livre, parte dos manifestantes pichou paredes do Palácio Padre Miguelinho e danificou estrutura. A CMN entrou com ação para reintegração de posse e para identificação de quem praticou os atos de vandalismo, mas, até o início da tarde de hoje, a ação não havia sido julgada.
Servidores da saúde chegam à CMN e se juntam aos manifestantes do passe livre 
pesar da 'derrota' na Justiça, os manifestantes seguem em frente ao Legislativo e ganharam a companhia de servidores públicos municipais que estão em greve. O grupo interrompeu o tráfego na rua Jundiaí e conversa sobre as próximas ações do movimento. A CMN segue fechada e os próximos passos da manifestação são indefinidos.

Os servidores realizaram caminhada da sede do Sindsaúde até a Prefeitura do Natal e, de lá, rumaram para a CMN. Não há a confirmação se os manifestantes vão seguir até o Legislativo Municipal. 

Fonte: Tribuna do Norte 


0 comentários:

Postar um comentário