Featured Video

Páginas

segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Prefeito do Assú aproveita domingo para visitar comunidades e firmar parcerias para o desenvolvimento rural


Ontem, domingo 29 de setembro, o prefeito do Assú, Ivan Júnior, acompanhado por técnicos das secretarias de infraestrutura e desenvolvimento rural, estiveram visitando Santa Rosa e Camelo, comunidades localizadas no entorno do Açude do Mendubim, a 20km da cidade.

O prefeito visitou a área para verificar "in loco" o grande trabalho de recuperação de estradas que esta sendo executado e para conversar com os moradores sobre a situação das famílias que ali residem.

Na oportunidade, além de anunciar a construção de moradias, o prefeito falou sobre programas voltados para a população do campo e convidou moradores das comunidades para realização de parcerias com a prefeitura em projetos como: "Balde Cheio" (programa para o desenvolvimento da pecuária leiteira em propriedades familiares), e "Fundo de Quintal" (projeto que estimulara e dará total suporte técnico a criação de galinhas).

SEACOM - PMA

Caminhada por médicos em Angicos recebe apoio de Márcia Maia


A população de Angicos e da região Central do Estado promoveu uma grande mobilização no início da manhã desta segunda-feira (30) na cidade para protestar pela transferência dos únicos dois cirurgiões que atuam no hospital daquele município. 
Centenas de pessoas tomaram as ruas de Angicos para reclamar a saída dos dois profissionais, por ordem do Governo do Estado, que acabaram transferidos para o Hospital Deoclécio Marques, em Parnamirim. A dupla trabalhava há vários anos na região e realizavam, por mês, mais de 60 cirurgias, além de outros serviços clínicos em pacientes de toda a região.

Ao lado da população, a deputada estadual Márcia Maia caminhou pela cidade, voltou a ouvir a população e se mostrou perplexa com a decisão do Governo do Estado que deixa o Hospital Regional sem médicos.

“Não dá para entender a decisão, pois esses dois profissionais vinham segurando as atividades do Hospital. A população está em pânico, completamente revoltada, com medo de fecharem a unidade. O Hospital Regional de Angicos é referência, pois atende toda região central”, declarou Márcia.

A mudança foi publicada no Diário Oficial do último dia 17 de setembro e gerou revolta na população. Não bastasse a mudança, gestores do Município haviam sido informados, inclusive, que o hospital estaria passando por um processo gradativo de fechamento. A informação deixou a população ainda mais preocupada.

Márcia destacou ainda o fato de a promessa de entrega de uma ambulância ao hospital ainda não ter sido feita, mesmo após quase dois meses do acerto feito com o prefeito do município e vereadores da região.

Pronunciamento
A mudança, inclusive, já havia sido tem de pronunciamento da deputada estadual Márcia Maia dias atrás, no plenário da Assembleia Legislativa. Na oportunidade, a parlamentar contestou a informação do deputado Leonardo Nogueira que dava conta de um processo de readequação na saúde do estado.

Márcia rebateu e questionou se não seria mais fácil contratar para médicos para o hospital de Parnamirim. A deputada destacou ainda que pretende cobrar a manutenção dos cirurgiões no hospital.

“Entendo toda a dificuldade que o município de Parnamirim, assim como tantos outros de nosso estado sofrem, mas não podemos resolver um problema criando outro, descobrir um santo para cobrir outro. Precisamos sim de bom senso e planejamento para gerir o Rio Grande do Norte”, reforçou a parlamentar pessebista.

-- 

Para mais informações sobre o mandato e do dia-a-dia da deputada estadual Márcia Maia, basta acessar o endereço: www.marciamaia.com.br;

Assessoria de Imprensa
Bruno Araújo - JORNALISTA
Twitter - @MarciaMaia_
Facebook - deputadaMarciaMaia
(84) 8872-9614
(84) 3232-5814

quinta-feira, 26 de setembro de 2013

Nomeados membros de comissão que vai analisar PEC do teto salarial


Ato assinado pelo presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ricardo Motta, fixou em cinco o número de membros e nomeou os titulares e suplentes, da Comissão Especial que vai analisar o mérito do Projeto de Emenda Constitucional 09/2013, de autoria do Executivo, que altera o artigo 26, XI da Constituição Estadual, para definir o teto salarial dos servidores públicos do Estado.


Os deputados Gustavo Carvalho (PSB), Nelter Queiroz (PMDB), Raimundo Fernandes, Agnelo Alves (PDT) e Fábio Dantas (PCdoB), são os membros titulares. Os suplentes são Tomba Farias (PSB), Walter Alves (PMDB), Antônio Jácome (PMN), Ezequiel Ferreira (PTB) e Vivaldo Costa (PR), são os suplentes.

Lido no expediente da sessão plenária de hoje, o ato que será publicado amanhã no Diário Oficial do Estado marca para as nove horas do dia primeiro de outubro a reunião de instalação e eleição do presidente e do vice-presidente da Comissão Especial.

A PEC fixa o teto remuneratório para todos os agentes públicos no âmbito de qualquer dos Poderes do Estado, do Ministério Público e do Tribunal de Contas e da Defensoria Pública, cujo valor é o subsídio percebido pelo Desembargador do Tribunal de Justiça do Estado, 

Crédito da foto:João Gilberto

Assembleia Legislativa do RN
Praça 7 de Setembro, S/N, Cidade Alta | Natal - RN
NatalRN 59025300
Brazil

Deputada alerta contra suspensão de cirurgias oncológicas em Mossoró


A suspensão das cirurgias de câncer pelo SUS, no Centro de Oncologia e Hematologia de Mossoró, foram tema do pronunciamento da deputada Larissa Rosado (PSB) em plenário (26). Cerca de 120 cirurgias deixarão de ser realizadas por semana devido à medida.

A paralisação é uma reação dos cirurgiões ao atraso de repasses da Prefeitura para o tratamento de câncer. A deputada alertou para a gravidade do problema: "Mossoró tem a gestão plena. O Ministério Público tem que entrar para intermediar essa solução porque são centenas de vidas que podem ser prejudicadas", afirmou. 

Em aparte, o deputado Leonardo Nogueira (DEM), disse que o município está investindo mais do que os 15% de recursos do orçamento preconizados pela Constituição: "A prefeitura investe cerca de 24% em saúde, mas está com dificuldades de honrar com esses compromissos em relação ao Centro de Oncologia", disse.

Crédito da foto: Eduardo Maia

Assembleia Legislativa do RN
Praça 7 de Setembro, S/N, Cidade Alta | Natal - RN
NatalRN 59025300
Brazil

Assú participa do 10º Fórum Nacional de Defesa Civil


O secretário adjunto de meio ambiente Reci Oliveira, e a coordenadora de meio ambiente Francisca das Chagas (membros da defesa civil municipal e do Gabinete de Gestão Integrada de Convivência com a Seca – Gicons), estão participando do 10º Fórum Nacional de Defesa Civil, que acontece dias 25, 26 e 27 de setembro em Joinville/SC.
O Fórum é realizado pela Secretaria Nacional de Defesa Civil do Ministério da Integração Nacional, em parceria com a Secretaria de Proteção Civil e Segurança Pública de Joinville/SC e com a Secretaria de Estado de Defesa Civil de Santa Catarina. O evento visa reunir coordenadores municipais e estaduais de Proteção e Defesa Civil, técnicos e gestores da área, comunidade, membros de universidades e demais interessados em compartilhar experiências e boas práticas sobre prevenção e mitigação de desastres.

A participação dos representantes de Assú no fórum, foi uma determinação do prefeito Ivan Júnior, que deseja que o município tenha uma defesa civil preparada para lidar com situações que necessitem de sua atuação. “É no município que os desastres acontecem e a ajuda externa sempre demora a chegar”, disse Ivan Júnior.  “Já tivemos casos de grandes enchentes e agora estamos enfrentando problemas com a seca. A participação da defesa civil em ocorrências como essas, é extremamente importante”, finalizou o prefeito.

Para Reci Oliveira, o fórum é uma excelente oportunidade de capacitação em assuntos relacionados à prevenção e minimização dos riscos de desastres. “Os cursos, oficinas, palestras e a troca de experiências contribuirão significativamente para o bom desempenho das atividades da nossa defesa civil”, destaca.

 1º DIA - 25/09
O primeiro dia do 10º Fórum Nacional de Defesa Civil foi marcado pela presença de representantes de todo o país e autoridades internacionais. Ricardo Mena, chefe da oficina regional de redução de desastres das Nações Unidas para as Américas, realizou a palestra magna do evento. Em seu discurso, ele comentou sobre os avanços conquistados pelo Brasil no que diz respeito à gestão do risco de desastres, bem como a adoção de políticas públicas para o setor.

De acordo com ele, a temática sobre a redução de desastres no país vem sendo amplamente abordada. “Eu creio que o debate das causas de emergência no Brasil, nos últimos anos, tem avançado muito, além do marco normativo, institucional, que deu um salto qualitativo em termos do conhecimento das ameaças e do monitoramento de áreas de risco”, afirmou. Mena também discorreu a respeito das políticas de desenvolvimento e de desastres naturais e sobre os eventos climáticos que causam perdas econômicas e sociais em todo mundo.

2º DIA - 26/09
Hoje no segundo dia do Fórum, serão realizadas mais de 12 oficinas ao longo da programação. Entre os temas abordados, estarão o reconhecimento de situação de emergência e estado de calamidade pública; a garantia da assistência social em situações de desastres; gestão e mapeamento de áreas de risco; além da oficina de redução de riscos em escolas.

SEACOM - PMA

Banco Postal opera normalmente nas agências dos Correios


Com a greve dos bancos, a população tem como opção utilizar os seviços do Banco Postal, disponíveis em todas as agências próprias dos Correios no Rio Grande do Norte. Por meio do Banco Postal, é possível realizar pagamentos de contas de água, luz, telefone, gás, boletos bancários e tributos diversos (ver relação abaixo)realização de depósitos e, no caso de correntistas do Banco do Brasil, saques de até R$ 1.500,00.

Não é necessário possuir conta corrente para realizar pagamentos em dinheiro no Banco Postal. Entretanto, correntista do Banco do Brasil pode efetuá-los com cartão de débito, dentro dos limites diferenciados e predeterminados pelo banco.

Os Correios atuam como correspondentes do Banco do Brasil na prestação de serviços bancários básicos por meio do Banco Postal. Encontram-sedisponíveis os serviços de emissão de saldo e extratos, depósitos (com exceção dos depósitos em cheque enquanto durar a greve dos bancos), saques, contratação de empréstimo a taxas reduzidas, entre outros.

No RN, não houve paralisação das atividades dos Correios.  A distribuição de correspondências e a rede de atendimento continuam operandonormalmente e os serviços, inclusive o SEDEX e o Banco Postal, estão disponíveis à população. As agências dos Correios funcionam em horário comercial, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.


Principais produtos e serviços:

- Abertura de Conta Mais (conta corrente que também é poupança)
- Empréstimos
- Cartão de Crédito
- Pagamento de Benefício do INSS
- Recebimentos de Contas, Títulos, Tributos, Taxas e Contribuições da Previdência (GPS)


Descrição: Descrição: cid:image001.gif@01CE7CBC.F1C9C070
DR/RN/ASCOM
Tel.: 3220-2472/2405
ascom-rn@correios.com.br





Segurança, tempo de atendimento e linhas de crédito foram pauta de reunião entre prefeito do Assú e gerentes de bancos


O prefeito do Assú, Ivan Júnior, esteve reunido nesta quarta-feira (25), com os gerentes do Banco do Brasil, Caixa Econômica e Banco do Nordeste. Entre os assuntos debatidos no encontro estavam às questões da segurança e o tempo de espera nas filas.

Assuntos que, inclusive, são temas de leis municipais, sendo uma do vereador Heliomar Alves, aprovada em 1999, estabelecendo que em dias de expediente normais os bancos não poderiam extrapolar o limite de 30 minutos para atendimento aos clientes. Outra, mais recente, de autoria do vereador Breno Lopes, tratando do reforço da segurança nas agências bancárias com o intuito de proteger a clientela, pois já foram registrados casos de delitos contra clientes dentro de agências bancárias.

Durante a reunião, todos os gerentes das instituições financeiras, mostraram-se receptivos e se comprometeram em fazer as adequações necessárias para atender a legislação municipal.

Na ocasião, o prefeito Ivan Júnior, também solicitou que fossem oferecidas linhas especiais de financiamento para o setor rural, que possam apresentar propostas para projetos, como por exemplo, o Balde Cheio, programa que contribui para o desenvolvimento da pecuária leiteira em propriedades familiares, executado em Assú através de uma parceria institucional firmada entre a Prefeitura, Banco do Nordeste do Brasil (BNB) e o Serviço Brasileiro de Apoio à Pequena e Média Empresa (SEBRAE). O financiamento seria para melhoramento genético e aquisição de matrizes leiteiras, ficou acordado que será agendada uma reunião para discutir exclusivamente este tema.

Também participaram da reunião o secretário municipal de infraestrutura Douglas Freire, o vereador Breno Lopes, o ouvidor da prefeitura Samuel Nário e a secretária de governo Delkiza Cavalcante.

SEACOM – PMA

quarta-feira, 25 de setembro de 2013

7 receitas caseiras para tratar seu cachorro


Foto: iStock
Você sabia que existem remédios naturais que podem amenizar alguns problemas caninos? Conheça 7 receitas caseiras indicadas pela médica veterinária Elizabeth Estevão:

1. Acabe com pulgas e carrapatos
Para repelir os parasitas pingue uma gota de chá de arruda no seu cãozinho. A médica também recomenda que os donos façam uma infusão - que consiste em despejar água sobre uma substância posta em uma vasilha - de 1 litro de água (sem ferver) em 20g de folhas de arruda. Esta água deve ser derramada no cão após o banho e secar naturalmente.

Dica: Galhos da erva-de-santa-maria na cama deles agem como repelente.

2. Tratamento para sarna
Para este caso, o melão amargo (ou melão-de-são-caetano) é o mais indicado. Dê um banho normal no cachorro semanalmente, secando com toalha e secador. Posteriormente, aplique o suco puro do melão. Deixe agir por 10 minutos (atenção: o cachorro não pode lamber, é tóxico!), enxágue bem e seque. É necessário fazer o tratamento por três semanas.

3. Acabe com cólicas e desintoxique seu cachorro
Água de arroz e chá de erva-doce são ótimos! A água de arroz ajuda a desintoxicar e o chá alivia as cólicas. Lave arroz cru (use um copo de água para cada ½ xícara de arroz comum) e separe a terceira passagem da água. Coloque numa seringa sem agulha e dê um pouquinho do líquido ao cão várias vezes ao dia. Intercale o remedinho com chá de erva-doce.

4. Aumente a imunidade do seu cachorro
A aveia é um ótimo remédio natural, mas deve ser usada com parcimônia. Se ele estiver doentinho, misture na ração uma ou duas colheres de aveia (café, chá, sobremesa ou sopa, conforme o tamanho do cachorro). É importante ficar atento, pois muita aveia poderá ocasionar diarréia no cão! Nesse caso, procure um veterinário.

5. Acalme cachorros que ficam sozinhos
Seu cão é do tipo que não consegue ficar sozinho em casa? Dê chá de folhas de maracujá (passiflora) para ele. Em uma panela sem tampa, ferva por 10 minutos de 3 a 5g de folhas de maracujá em 250 ml de água. Quando esfriar, misture esse chá na água que o animal bebe.

6. Cicatrização mais rápida para pequenos machucados
A médica aconselha colocar uma folha de couve macerada sobre o ferimento. Mas, se ele insistir em comer o curativo, use o plano B: deixe a couve pra lá e misture uma parte de tintura de calêndula em duas partes de água fervida e filtrada. Passe no machucado de três a quatro vezes ao dia.

7. Alivie sintomas de gripes, resfriados e tosses
O veterinário já deu o diagnóstico? Então prepare o xarope: ferva 6 folhas picadas de guaco em ½ litro de água, coe, misture o suco de um limão e adoce com 3 collheres de sopa de mel puro. Dê uma colher (de chá, sobremesa ou sopa, conforme o tamanho do bicho), de três a quatro vezes ao dia.


 Fonte: Yahoo Notícias

Todas Enviar Postado em Hoje - 17:47 ‘50% dos pacientes não deveriam estar aqui’, diz secretário de saúde do RN sobre o hospital Tarcísio Maia


Em entrevista coletiva realizada nesta quarta-feira, 25, o secretário estadual de saúde, Luís Roberta Fonseca, falou de diversos assuntos relacionados a saúde pública na região Oeste do Rio Grande, especialmente sobre o Hospital Regional Tarcísio Maia. De acordo com o secretário, a situação financeira que estado vive é preciso se adotar um choque de gestão, mesmo com os recursos escassos advindos dos repasses.

Luís Fonseca analisa a situação atual do HRTM. ‘Ele não é o calo da saúde pública no Oeste. O que foi possível vê aqui é que ele é o sustentáculo da saúde pública na região. Eu não consigo imaginar se o Tarcísio Maia não existisse. Eu encontrei aqui um hospital lotado, mas 50% dos pacientes não deveriam estar aqui’.
foto: Gildo Bento
O secretário disse que os municípios deveriam cuidar melhor de seus pacientes. ‘Demonstrando uma total falta de assistência básica, e às vezes até falta de capacidade dos municípios por insuficiência de repasses de recursos do SUS fazendo com que esses pacientes venham para cá, sem nem ter um quadro de saúde tão grave, disputando o espaço com outros pacientes que tenham um quadro muito mais grave’.

Na próxima semana Luís Roberto Fonseca disse que haverá uma reunião com os setores de planejamento e com o setor financeiro para dar uma autonomia maior administrativa ao Tarcísio Maia para pequenos serviços e aquisições de materiais na ordem de R$ 4 mil reais.

Ainda ressaltou que o hospital foi projetado para um determinado número de atendimentos, mas vem com números de 2, 3 vezes mais sua capacidade. ‘Ele foi projetado para um determinado número de pessoas serem atendidas, mas está com sua capacidade muita acima do planejado, atendendo duas, até três vezes sua capacidade.
foto: Gildo Bento
 Durante a entrevista coletiva ele pediu que o diretor do hospital convidasse toda a imprensa mossoroense para observar toda a estrutura da unidade hospitalar para que se pudesse averiguar a situação e o trabalho realizado pelos profissionais. ‘Eu fiz a sugestão ao Dr. Eider (diretor do HRTM) para que convidasse toda a imprensa para que acompanhe o que está sendo feito no hospital. Acompanhar as obras que são realizadas no hospital e verificar o atendimento em todo o hospital’, finalizou.

Fonte: Jornal de Fato

Garibaldi propõe parceria


O ministro Garibaldi Alves Filho propôs à diretoria da Confederação Nacional dos Trabalhadores no Comércio (CNTC) uma parceria visando incentivar os empregados do setor a regularizarem sua situação junto à Previdência Social. Baseado em dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o ministro informou que das 16,6 milhões de pessoas que trabalham no setor do comércio no Brasil, cerca de 6,3 milhões não contribuem para a previdência. 
Garibaldi na CNTC: união de forças para inclusão previdenciária

A intervenção do ministro da Previdência Social ocorreu na manhã de ontem, na abertura do 3º Encontro para Formulação da Agenda Positiva dos Trabalhadores, evento promovido pela CNTC. 

“Temos que diagnosticar melhor e detectar o que é preciso fazer para garantir a cobertura previdenciária aos trabalhadores do comércio. O Ministério da Previdência e a CNTC devem unir esforços para enfrentar esse grande desafio”, argumentou Garibaldi Alves Filho.

O presidente da CNTC, Levi Fernandes Pinto, manifestou a disposição da Confederação em colaborar com o Ministério e também em identificar outras possibilidades de parceria que possam vir a beneficiar os comerciários. O ministro informou que a União Geral dos Trabalhadores (UGT) também já manifestou disposição em trabalhar no sentido de reduzir a informalidade. 

“Participei de uma reunião na sede da UGT, em São Paulo, e conversamos sobre a possibilidade de lançar uma campanha nacional pelo trabalho formal. A ideia é iniciar esse projeto com um plano piloto envolvendo os comerciários que trabalham na capital paulista”, lembrou o ministro Garibaldi Alves Filho. 

A inclusão previdenciária é uma das metas da Previdência incluídas no Plano Plurianual (PPA). A meta é chegar, até o ano de 2015, com 77% dos trabalhadores cobertos pela Previdência. Hoje esse percentual está em 71%. Ele era 61% em 2011. De acordo com o ministro, iniciativas como o Empreendedor Individual (que já formalizou mais de 3 milhões de trabalhadores) tem contribuído para esse crescimento. 

Fonte: Tribuna do Norte


Terremoto de 7,7 mata 328 e faz surgir ilha no Paquistão


ISLAMABAD – Moradores da região do Porto de Gwadar, no Paquistão, afirmaram ter visto a porção de terra emergir do mar após o terremoto de magnitude 7,7 que atingiu o país na terça-feira, 24, e já matou 328 pessoas, segundo o diretor-geral do Departamento Meteorológico do Paquistão, Arif Mahmoud.
O chefe de polícia da localidade, Pervez Umrani, confirmou que os cidadãos se agruparam na praia para ver a nova ilha, com cerca de 100 metros de comprimento e 9 metros de elevação sobre o leito marinho.
Imagens embaçadas da suposta formação geológica foram veiculadas na televisão paquistanesa e publicadas no site de vídeos YouTube. Especialistas paquistaneses estão investigando se a intensidade do terremoto, de magnitude de 7,7 graus na escala Richter, fez com que a ilha aparecesse em águas paquistanesas. Moradores da região afirmaram que cerca de 60 anos antes, uma massa de terra similar tinha emergido na costa paquistanesa, mas depois desapareceu.
Moradores andam sobre a ilha

 Fotos: Divulgação / AP/Jornal de Fato

Mais de 14 mil estão na fila para testes de volante no RN


Mesmo com o mutirão que o Departamento Estadual de Trânsito do Rio Grande do Norte (Detran-RN) promove de terça a sexta-feira à tarde, na sua sede em Cidade da Esperança, a fila de espera para a realização dos exames práticos de direção tem 14.206 pessoas. O dado vale para todo o Estado. Ainda que seja um número de assustar, o Detran o considera “dentro dos padrões” e garante que até dezembro a demanda estará sanada.
Diariamente, novos candidatos solicitam testes de direção. Detran garante que demanda reprimida estará sanada até dezembro

Um dado que chama a atenção é que 44% dos 14.206 que aguardam na fila – ou seja, 6.293 – são de pessoas que tentam por mais de uma vez passar no exame. Entre as cidades potiguares, Natal é quem concentra a maior parte de pessoas aguardando na fila: a capital potiguar tem 9.155 aprendizes prontos para a realização do teste, o que representa pouco mais de 64%. Desse total, 4.245 são candidatos a motoristas que tentam pela sua segunda, terceira ou mais vezes finalmente conseguir a Carteira Nacional de Habilitação (CNH). 

Uma dessas pessoas é a dona de casa Jerliane Araújo, 23, que ontem já ia para sua terceira tentativa. A jovem esperava sentada numa sala com pouca iluminação. Junto dela mais algumas dezenas de outros aprendizes. Apenas uma televisão  e o abrir e fechar das portas traziam um pouco mais de luz ao recinto. Muitas reclamações de demora eram ouvidas. 

Jerliane já esperava há uma hora e acreditava que iria ainda ter de aguardar o mesmo período até ser chamada para finalmente assumir o volante de um carro e tentar de novo a obtenção do documento. Ela diz que a demora não se resume a isso. Cada tentativa lhe custou ao menos 20 dias de espera. “Depois da autoescola você tem de esperar 15 dias pra poder marcar o teste e mais cinco até fazê-lo. Sem contar as taxas que tem de pagar pelo teste. Então acho que é uma espera longa porque temos de fazer aulas pra não perder a prática e isso gasta mais dinheiro”, destacou a dona de casa. 

O site oficial do Detran indica que o reteste da Prova Prática de Direção Veicular custa R$ 27,00. Questionada sobre o motivo das suas reprovações, Jerliane não classificou a prova do Detran como difícil e nem culpou a sua autoescola por não capacitá-la direito. Ela disse apenas que o nervosismo é o seu pior inimigo quando entra no carro e é avaliada pelo perito do Detran. “É o nervosismo que acaba com a gente. A pressão é grande aí às vezes a gente acaba errando”, disse ela.

Quanto ao alto número de reprovados, a subcoordenadora da Controladoria Regional de Trânsito, Márcia Marques, responsabiliza a falha na formação dos futuros condutores. Márcia diz que há centros de formação com aprovação beirando os 100%, mas outros que nem chegam à metade. Para se ter uma ideia, o setor de estatística do Detran mostra que atualmente o índice de reprovação é de cerca de 37%, muito próximo do registrado cinco meses atrás, quando era de 36,2%. 

 
Fonte: Tribuna do Norte

Mineiro cobra ações concretas do governo no combate aos efeitos da seca


O deputado Fernando Mineiro (PT) cobrou hoje (25) providências do governo do Estado para desenvolver ações concretas de combate aos efeitos da seca, principalmente no tocante a oferta de água, que segundo ele enfrenta uma grave crise na área rural e também na urbana.


“Nós temos oficialmente 160 municípios do Estado em situação de emergência em consequência da seca, o quer atinge 63% da população do Rio Grande do Norte, representando dois milhões e 200 mil pessoas. A falta de gestão integrada nos recursos hídricos agrava mais ainda a situação’, afirmou.

Ele disse que o tema entra pouco na pauta da política e dos meios de comunicação, porque em Natal chove muito e pouco se percebe a situação grave gerada pela falta de água.
O deputado Fernando Mineiro ressaltou que “a seca é resultado de um fenômeno da natureza, mas o enfrentamento das suas consequências é uma ação do Estado. Isso não está acontecendo. Tem recursos disponibilizados para obras em Caicó, em Guamaré e para a adutora da barragem de Umari, mas até agora não foram iniciadas”.
 

Crédito da foto: João Gilberto

Assembleia Legislativa do RN
Praça 7 de Setembro, S/N, Cidade Alta | Natal - RN
NatalRN 59025300
Brazil

Município do Assú busca viabilizar o uso da energia solar


A produção de energia usando a luz do Sol está cada vez mais presente nas discussões que tratam da utilização de fontes não poluentes e renováveis como matrizes energéticas. A Prefeitura do Assú faz parte dos órgãos interessados em utilizar esta fonte limpa e inesgotável de energia.

Com esse objetivo, o município já visitou locais onde são desenvolvidos projetos, e, está aberto a receber propostas de empresas e entidades especializadas nesta área.

Para tratar do assunto o prefeito Ivan Júnior, vice-prefeito Eurimar Nóbrega e o secretário de ciência, tecnologia, desenvolvimento econômico e meio ambiente, Paulo Morais, receberam nesta terça-feira (24), uma comitiva de espanhóis e alemães representantes da Ener Brasil e RenEnergy da Inglaterra, tendo a frente Jens  Raffelsieper.

Na oportunidade foram discutidas as vantagens do uso da energia solar, tecnologia que não trará apenas benefícios ambientais, mas também, gerará qualificação de mão de obra, empregos e atrairá investimentos.  Durante a reunião, a empresa apresentou uma proposta de parceria para implantação de uma usina de geração de energia solar em Assú.

 O prefeito Ivan Júnior confirmou o interesse do município no uso de energias renováveis e disse que a proposta será avaliada juntamente com outras que possam surgir. “Uma das diretrizes da nossa gestão é preparar Assú para um futuro sustentável, e geração de energia limpa será fundamental para alcançarmos este objetivo”, Destacou.

SEACOM - PMA

-------------------------------------------------------------------------------------------------------
Matéria em vídeo com Ivan Júnior - ABAIXO Link YouTube para incorporar nos sites


Correios vai descontar dias parados dos grevistas


Em respeito aos mais de 90% dos trabalhadores que continuam em atividade normalmente e à sociedade brasileira, prejudicada pela paralisação parcial nos Correios, a ECT irá descontar dos salários dos grevistas os dias parados, já que, de acordo com a legislação, a greve implica na suspensão do contrato de trabalho.
Os Correios irão pagar, até o dia 3 de outubro, as diferenças do reajuste de 8% referentes aos meses de agosto e setembro aos trabalhadores que fazem parte da base dos sindicatos de São Paulo, Rio de Janeiro, Bauru/SP, Rio Grande do Norte e Rondônia, que assinaram o Acordo Coletivo de Trabalho — já protocolado pela empresa junto ao Tribunal Superior do Trabalho (TST) com pedido de extensão aos demais sindicatos. Esses empregados receberão essas diferenças por meio de crédito bancário.
A empresa reafirma seu compromisso de estender as vantagens do acordo para todos, o que ocorrerá se os demais sindicatos assinarem o acordo até quinta-feira (26).
Números — Nesta quarta-feira (25), 92,73% dos empregados (115.426) estão trabalhando normalmente. Entre os empregados da área operacional (carteiros, atendentes e operadores de triagem e transbordo), o índice de trabalhadores presentes é de 91,39%. O número é apurado por meio de sistema eletrônico de presença. No Rio Grande do Norte, onde não houve paralisação, 100% do efetivo continua trabalhando normalmente, assim como em São Paulo, Rio de Janeiro, Bauru/SP, e Rondônia.
A rede de atendimento está aberta em todo Brasil e todos os serviços, inclusive o SEDEX e o Banco Postal, estão disponíveis - com exceção da postagem, entrega e coleta de encomendas com hora marcada nos locais com paralisação deflagrada.

Dados adicionais
- a empresa empreendeu todos os esforços junto à Fentect para fechar o acordo, mas neste momento não ocorre negociação. A federação recusou-se a dialogar durante a audiência de conciliação no TST e preferiu deflagrar paralisação parcial, levando ao dissídio. Os Correios aguardam a definição da data do julgamento — o que não impede, porém, que outros sindicatos aceitem a proposta oferecida pela empresa e assinem o acordo.
- proposta dos Correios: reajuste de 8% nos salários (reposição da inflação do período, de 6,27%, com ganho real de mais de 1,7%) e de 6,27% nos benefícios; vale-extra no valor de R$ 650,65, a ser creditado em dezembro e Vale-Cultura dentro das regras de adesão ao Programa implementado pelo Governo Federal.
- plano de saúde: os Correios já asseguraram que todos os atuais direitos dos trabalhadores estão garantidos - manutenção dos atuais beneficiários (inclusive pais do empregado que já estão cadastrados), cobertura de procedimentos, rede credenciada e percentual de compartilhamento. Não haverá nenhum custo adicional, repasse ou mensalidade aos empregados.
- entrega matutina: a ECT já assumiu o compromisso de ampliar a entrega matutina, hoje realizada em três Estados.
- contratações: mais de 19 mil novos trabalhadores foram contratados do concurso público de 2011. A ECT continua contratando normalmente, pois ainda há cadastro de aprovados na maior parte do Brasil, com validade até 2014, e já trabalha na realização do próximo concurso.
Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Logo_350_anos
Assessoria de Comunicação dos Correios - ASCOM/RN
Telefones: (84) 3220-2405 / 2472

Wilma de Faria destaca candidatura majoritária


A ex-governadora e vice-prefeita de Natal, Wilma de Faria (PSB),  afirmou ontem que o PSB trabalha com a possibilidade de compor uma chapa majoritária na eleição estadual de 2014. Para isso, não  fez ressalvas a propensos aliados. O discurso de que as parcerias prioritárias estavam na base de apoio à presidenta Dilma Rousseff (PT) caducou. A explicação para isso é óbvia: o PSB entregou os Ministérios que dispunha no Planalto e agora tem pré-candidato próprio à presidência da República, o presidente nacional da legenda, Eduardo Campos. “Todos nós sabemos que meu nome tem sido colocado e a gente tem que respeitar isso”, disse ela, em entrevista ao Jornal 96 FM, antes de ressaltar que a preferência “das pessoas” é pela candidatura ao Governo.
Wilma de Faria sinaliza que há possibilidade de concorrer ao Governo do Estado no próximo ano

Wilma de Faria não deixou claro, mas já se sabe que os correligionários peessebistas literalmente pressionam por uma candidatura majoritária. Nas redes sociais as manifestações são quase que diárias. Ela, no entanto, aposta por enquanto em uma candidatura a deputada federal. Ontem, ao ser indagada sobre projeto, deu a pista: “não decidimos nada, mas até para ajudar o partido em tempo de propaganda, fundo partidário, seria interessante uma candidatura de deputada federal”. Isso se não bater na porta da presidente estadual do PSB uma chance na Prefeitura de Natal.

A tese de que Carlos Eduardo (PDT) pode enfrentar o pleito estadual como cabeça de chapa ganha contornos, embora permaneça no campo da especulação. Questionada sobre o assunto, Wilma de Faria, a vice-prefeita foi categórica: “ele tem dito que não e que é candidato a trabalhar por Natal”.  Ao elogiar o chefe do executivo da capital, a quem chamou de “inegável bom gestor”, a peessebista ressaltou que, caso seja convocada para comandar município, vai “discutir, debater e chegar a conclusões”.

Enquanto isso, a ex-governadora dialoga periodicamente com correligionários e com aliados. Para ela, a oposição mais enfática ao Governo Rosalba Ciarlini é feita por três legendas e nada mais: PSB, PT e PDT. Mas não fez ressalvas a um diálogo franco e aberto com o PMDB do presidente da Câmara Federal, Henrique Alves, e do ministro da Previdência Social, Garibaldi Filho. Sobre mágoas, exclamou: “não tenho. E ele [Garibaldi] também não tem de mim porque se for por isso ele já ganhou de mim também”, comentou.

Ela destacou também que a saída do PSB do Governo Dilma Rousseff não inviabiliza uma parceria com o Partido dos Trabalhadores no Rio Grande do Norte. “Tudo isso vai ser analisado, mas é preciso perguntar ao PT também”, despistou. Segundo ela, o apelo para que o peessebistas retornem ao Governo oriunda da situação na qual se encontra o Estado, segundo ela desgastado e em dificuldade. “O Governo tem sido o ponto mais importante, em função do trabalho que nós fizemos, das obras de infraestrutura, dos serviços e programas da área da população que vive na zona rural, como programa de desenvolvimento solidário, programa do leite, etc. Nós tivemos um Governo aprovado”, concluiu.


Fonte: tribuna do Norte

TRE autoriza Ricardo Motta a trocar de partido


O presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Ricardo Motta (PMN), e o deputado Raimundo Fernandes (PMN), tiveram os pedidos de desfiliação do PMN deferidos ontem pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE/RN).  O placar foi sete votos a zero. Com o caminho livre, os dois pretendem se filiar ao Partido Progressista, que hoje tem como presidente estadual o vereador Rafael Motta, filho de Ricardo Motta.
 Deputado estadual Ricardo Motta fez a opção por se filiar ao Partido Progressita


Ao processo, a defesa dos dois deputados anexou um documento assinado pelo deputado estadual Antonio Jácome, presidente estadual do PMN, que autoriza a desfiliação dos deputados. Embora o partido de origem tenha liberado, o processo dos dois parlamentares tramitou normalmente na Justiça Eleitoral, mas com um rito célere, porque não teve a instrução. Para concorrerem ao pleito de 2014, necessariamente, Ricardo Motta e Raimundo Fernandes precisam assinar a ficha do novo partido antes de 5 de outubro, prazo final da legislação eleitoral para mudança partidária com vistas ao pleito do ano seguinte.

No início do mês, o TRE concedeu a “justa causa” para o deputado estadual Fábio Dantas deixar o PHS, legenda pela qual foi eleito, sem a punição por infidelidade partidária. A decisão, adotada a unanimidade, teve como relator do juiz Carlos Virgílio. O entendimento do magistrado foi de que no processo ficou configurado que o deputado foi vítima de discriminação no partido, além da “reiterada mudança programática do PHS”, o que enseja a desfiliação sem punições por infidelidade partidária.

Com a decisão, o novo destino partidário de Fábio Dantas, que será candidato à reeleição, é o PC do B. O parlamentar foi o segundo deputado, desta legislatura, a conseguir desfiliação por justa causa. O primeiro foi Kelps Lima que, no primeiro semestre deste ano, deixou o PR, legenda pela qual foi eleito. No caso de Kelps, ele ainda não definiu qual será o novo partido.

Fonte: Tribuna do Norte

Líder do PSB diz que não dispensa tramitação de projetos do Executivo


A deputada Márcia Maia (PSB) voltou a criticar o governo do RN pela crise instalada na segurança pública e disse que na condição de líder não dispensará a tramitação de matérias do governo enquanto a situação não for resolvida. Na Assembleia Legislativa existe um colégio de líderes e basta um voto contrário para que a matéria não seja liberada da tramitação.

“O governo humilhou a categoria dos grevistas, desprezou também a polícia militar, os agentes penitenciários e principalmente, a população”, disse. As críticas à segurança pública no Estado tem sido uma constante nos seus últimos pronunciamentos. A parlamentar, inclusive, chegou a promover audiência pública recentemente.


“Deixo o meu repúdio e reafirmo aqui que vamos continuar firmes na oposição. E enquanto o governo não sentar para negociar, não vou liberar a tramitação das matérias aqui na Casa”, disse. O deputado Gustavo Carvalho (PSB) endossou as críticas da colega. “Ficaremos vigilantes no dia a dia para que o governo possa dar uma atenção muito melhor e para que se restabeleçam os serviços”, disse, referindo-se aos grevistas. 

Crédito da foto: João Gilberto

Assembleia Legislativa do RN
Praça 7 de Setembro, S/N, Cidade Alta | Natal - RN
NatalRN 59025300
Brazil

Correios pagará diferença para trabalhadores de sindicatos com acordo


Os Correios irão pagar, até o dia 3 de outubro, as diferenças do reajuste de 8% referentes aos meses de agosto e setembro aos trabalhadores que fazem parte da base dos sindicatos do Rio Grande do Norte, São Paulo, Rio de Janeiro, Bauru/SP e Rondônia, que assinaram o Acordo Coletivo de Trabalho — já protocolado pela empresa junto ao Tribunal Superior do Trabalho (TST) com pedido de extensão aos demais sindicatos. Esses empregados receberão essas diferenças por meio de crédito bancário.
Em respeito aos mais de 90% dos trabalhadores dos Correios que não aderiram à paralisação parcial e continuam em atividade normalmente, a empresa reafirma seu compromisso de estender as vantagens do acordo para todos, o que ocorrerá se os demais sindicatos assinarem o acordo até quinta-feira (26).
Números — Nesta terça-feira (24), 92,83% dos empregados (115.550) estão trabalhando normalmente. Entre os empregados da área operacional (carteiros, atendentes e operadores de triagem e transbordo), o índice de trabalhadores presentes é de 91,51%. O número é apurado por meio de sistema eletrônico de presença. No RN não houve greve.
A rede de atendimento está aberta em todo Brasil e todos os serviços, inclusive o SEDEX e o Banco Postal, estão disponíveis - com exceção da postagem, entrega e coleta de encomendas com hora marcada nos locais com paralisação deflagrada.
Dados adicionais
- a empresa empreendeu todos os esforços junto à Fentect para fechar o acordo, mas neste momento não ocorre negociação. A federação recusou-se a dialogar durante a audiência de conciliação no TST e preferiu deflagrar paralisação parcial, levando ao dissídio. Os Correios aguardam a definição da data do julgamento — o que não impede, porém, que outros sindicatos aceitem a proposta oferecida pela empresa e assinem o acordo.
- proposta dos Correios: reajuste de 8% nos salários (reposição da inflação do período, de 6,27%, com ganho real de mais de 1,7%) e de 6,27% nos benefícios; vale-extra no valor de R$ 650,65, a ser creditado em dezembro e Vale-Cultura dentro das regras de adesão ao Programa implementado pelo Governo Federal.
- plano de saúde: os Correios já asseguraram que todos os atuais direitos dos trabalhadores estão garantidos - manutenção dos atuais beneficiários (inclusive pais do empregado que já estão cadastrados), cobertura de procedimentos, rede credenciada e percentual de compartilhamento. Não haverá nenhum custo adicional, repasse ou mensalidade aos empregados.
- entrega matutina: a ECT já assumiu o compromisso de ampliar a entrega matutina, hoje realizada em três Estados.
- contratações: mais de 19 mil novos trabalhadores foram contratados do concurso público de 2011. A ECT continua contratando normalmente, pois ainda há cadastro de aprovados na maior parte do Brasil, com validade até 2014, e já trabalha na realização do próximo concurso.

Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Logo_350_anos
Assessoria de Comunicação dos Correios/ ASCOM - RN
Telefones: (84) 3220-2405 / 2472