Featured Video

Páginas

sábado, 31 de agosto de 2013

Melão do RN vai desbravar o Chile


Brasília – O Rio Grande do Norte e o Ceará passarão a exportar melão e melancia para o Chile ainda este ano. Recentemente, missão técnica composta por três representantes do Ministério da Agricultura daquele país esteve na região que engloba os dois estados e constatou a eficiência dos trabalhos realizados pelo Ministério da Agricultura do Brasil na manutenção do status fitossanitário de ausência da praga Anastrepha grandis (mosca-do-melão). A decisão foi publicada no Diário Oficial da União chileno da quarta-feira, 28 de agosto, por meio da Resolução 4857/13.
O melão é um dos principais produtos exportados pelo Estado

Alguns países importadores, como a Argentina, o Uruguai, os Estados Unidos e o Chile, impõem restrições fitossanitárias com relação à importação de frutas. O projeto de monitoramento da Anastrepha grandis no Brasil teve inicio em 1985 e permitiu a abertura de vários mercados.

Atualmente, o País exporta melancia para Alemanha, Argentina, Dinamarca, Espanha, Irlanda, Itália, Países Baixos, Paraguai, Reino Unido, Rússia e Uruguai. Já os melões são vendidos para Alemanha, Arábia Saudita, Bélgica, Canadá, Cingapura, Dinamarca, Emirados Árabes, Espanha, Estados Unidos, França, Guiana Francesa, Hong Kong, Irlanda, Itália, Malásia, Noruega, Países Baixos, Reino Unido, Rússia, Suécia e Uruguai.

Peso
Em 2012, foram produzidos no Brasil cerca de 43 milhões de toneladas de frutas tropicais, subtropicais e de clima temperado. Só o mercado de melão e melancia movimentou, cerca de US$ 151 milhões, sendo o Rio Grande do Norte e o Ceará, os maiores exportadores. No mercado potiguar, o melão é um dos principais produtos na pauta de exportações.

Em julho deste ano, uma missão chilena visitou os estados do Rio Grande do Norte e Ceará para conhecer e avaliar os aspectos fitossanitários na área livre de mosca-do-melão. Com o reconhecimento, os estados passarão a exportar para o Chile assim que concluído os tramites burocráticos entre os países.

Para o início das vendas, falta a assinatura de um plano de trabalho com as responsabilidades dos dois países. A perspectiva é a formalidade ser cumprida a tempo de as exportações poderem começar ainda em 2013.

Fonte: tribuna do Norte

Guerra civil e sanções reduzem economia síria


Damasco (AE) -Após o início da revolta contra Assad, em março de 2011, muitos empresários deixaram a Síria e transferiram seu dinheiro para o exterior. A guerra e as sanções internacionais reduziram o Produto Interno Bruto (PIB) do país a menos da metade, segundo economistas e autoridades. Agora, o regime sírio está se voltando para os aliados Irã e Rússia em busca de mais linhas de crédito e empréstimos. Jamil disse que Irã, Rússia e outros “amigos” serão recompensados por sua lealdade no futuro com concessões para extração de gás natural na costa oeste do país.

Recentemente, Teerã concluiu uma linha de crédito de US$ 3,6 bilhões ao governo sírio para a oferta de derivados de petróleo e gás em troca de investimentos futuros não especificados. A produção própria de gás e petróleo da Síria está quase paralisada por causa da guerra, e o governo de Assad tem importado a maior parte do petróleo que precisa do Irã e do Iraque. A ajuda externa, diz o professor Hanke, da Universidade Johns Hopkins, é a única forma de manter a economia da Síria funcionando e conter a hiperinflação. “Esse é um problema de ter alguém que arque com suas necessidades. Se você tem um financiador, funciona.”

O regime sírio não pode arcar com uma perda de apoio por causa da hiperinflação. No começo de agosto, Assad emitiu um decreto para combater o que o governo chamou de “dolarização” da economia síria. O decreto impôs multas pesadas e pena de prisão de até dez anos para quem fizer transações comerciais em moeda que não seja a libra síria.

Por ora, os sírios lutam para sobreviver. Ahmed Awad, de 38 anos, deixou sua casa no subúrbio de Damasco cinco meses atrás com medo de tornar-se um alvo dos rebeldes por trabalhar como entregador da companhia nacional de energia. Agora ele vive num subúrbio mais seguro com sua esposa e quatro filhos num quarto fornecido por uma mesquita, sem pagar aluguel. Awad diz que recebe apenas 15 mil libras sírias por mês. “Tudo que eu ganho termina no começo do mês”, diz Awad. 

Rawan al-Hakim, de 27 anos, diretora de marketing numa companhia privada de cimento, disse que seu salário mensal é de 55 mil libras sírias. Antes da guerra, esse valor equivalia a quase US$ 1.200, uma soma elevada para os padrões sírios. Agora vale apenas cerca de US$ 275. Ela disse que sua empresa não elevou os salários e poderá fechar devido ao colapso das vendas. “Mas em comparação com outros, vivo como uma rainha”, admitiu.

Fonte: Tribuna do  Norte

Obama diz em discurso que atacará a Síria, mas esperará apoio do Congresso Publicação: 31 de Agosto de 2013 às 15:39


O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, anunciou em um discurso à imprensa na Casa Branca nesse sábado (31) que o país deverá atacar militarmente a Síria, embora ele ainda esteja buscando apoio do Congresso americano, que se encontra em recesso até o dia 9 de setembro. A intervenção militar se deve, segundo Obama, às denúncias de uso de armas químicas pelo governo do presidente sírio Bashar al-Assad.
Arquivo/TNEm discurso, Obama anunciou que os Estados Unidos deverão atacar a Síria após denúncias de uso de armas químicas

Em seu discurso, Obama disse que os EUA estão preparados para atacar. "Nós estamos preparados para atacar, em qualquer momento que escolhermos", afirmou Obama. "Não vai ser uma intervenção por terra, não vamos colocar nossas botas no chão". Ele também não especificou quando o ataque ocorrerá, apenas dizendo que poderá ser "amanhã, daqui uma semana ou daqui um mês".


Obama não esperará pela aprovação da Organização das Nações Unidas (ONU) para iniciar o ataque. A intervenção militar também não teve aprovação do Parlamento britânico. Ontem, o presidente francês, François Hollande, demonstrou o seu apoio ao ataque e disse que a rejeição britânica não vai alterar a posição de Paris. "A França quer uma ação firme contra o regime de Damasco", declarou. Hollande também disse que a intervenção pode começar na próxima quarta-feira (4).

PERITOS
Uma equipe da ONU formada por 13 inspetores, que esteva na Síria para investigar as denúncias de uso de armas químicas pelo governo da Síria, saiu hoje do país e já se encontram no Líbano. Os peritos chegaram ao país na manhã de hoje em seis veículos com o símbolo das Nações Unidas e estavam escoltados por vários carros das forças de segurança libanesas.

A equipe da ONU, formada por 13 inspetores, fará um relatório sobre o que apurou na Síria e, se for necessário, o secretário-geral da organização, Ban Ki-moon, poderá informar, neste fim de semana, o Conselho de Segurança sobre os resultados da investigação.

Os dados e informações que os inspetores começaram a recolher segunda-feira (26) baseiam-se "não só em amostras [físicas], mas também em entrevistas com testemunhas", e vão permitir construir "uma narrativa baseada em fatos" para tentar reconstituir o que de fato ocorreu no dia 21 de agosto, disse na quinta-feira (29) o porta-voz da ONU, Farhan Haq.

Segundo números dos serviços secretos dos Estados Unidos, divulgados sexta-feira (30) pelo secretário de Estado John Kerry, o ataque com armas químicas causou a morte de 1.429 pessoas, incluindo 426 crianças.

O relatório final dos peritos será distribuído a todos os Estados-Membros da ONU.

Com informações da Globo News e Agência Brasil/Tribuna do Norte

Carnaubais: Estudantes lotam a câmara de vereadores para assistir palestra sobre o tabagismo




Câmara municipal lotada de alunos, assim foi o que ficou registrado na manhã desta quinta-feira em Carnaubais quando da realização de uma palestra sobre o tabagismo idealizada pelo Governo Mais Desenvolvimento através da secretaria de saúde que tem como titular Sônia Nóbrega. 

Abriu os trabalhos o prefeito Luizinho Cavalcante que falou sobre a importância da presença dos alunos no evento, após fez uma explanação a Dra. Rosa Araújo que ao final foi sabatinada pelo alunado.

Postado Por Magno Marques

José Agripino afirma que diálogo com o PMDB está mantido


O presidente nacional do Democratas, senador José Agripino Maia, afirmou ontem que o diálogo entre os dirigentes e lideranças do DEM e do PMDB, no Rio Grande do Norte, está mantido. Para ele, não há posturas definitivas sobre o relacionamento  com a administração estadual e as alianças para 2014, apesar do PMDB ter anunciado ontem o rompimento político com o Governo e a intenção de ter candidato próprio a governador nas eleições do próximo ano. 
José Agripino quer continuidade do diálogo e Rosalba pede compromisso com o Estado


José Agripino disse que não deixou de conversar com o presidente da Câmara e do PMDB estadual, Henrique Eduardo Alves, e com o ministro da Previdência Garibaldi Filho. “Tenho conversado com o PMDB e eles têm as dificuldades deles. Sei compreender. O diálogo é a base do entendimento e está estabelecido. Não perdi o diálogo com Garibaldi, Henrique e com os que fazem o PMDB. Tenho o maior respeito e boa relação com eles. Acho que, pelo diálogo, se chega a um bom entendimento. Qual? É cedo para dizer”, afirmou ontem em Mossoró.

Questionado se seria possível a retomada do diálogo para o PMDB reconsiderar a decisão de deixar a base aliada e o governo Rosalba Ciarlini (DEM), Agripino não titubeou: “Cuido do DEM. Pelo Governo, fala Rosalba.” 

Apesar disso, o presidente nacional do Democrata comentou que é cedo para se falar em 2014 e afirmou que a hora é de esperar que os partidos se manifestem oficialmente. “É precipitado falar neste momento.”

Mas, ao ser novamente questionado sobre diálogo, Agripino disse que o Democratas mantém conversas com “todo mundo”. “Ainda mais com o PMDB, que é parceiro de muito tempo e com quem disputamos várias eleições. Não existe nenhum estremecimento nacional e nem estadual. Tem uma avenida aberta para compreensão para problemas e para busca de entendimento.”

Para o deputado federal Felipe Maia (DEM), as discussões sobre 2014 começaram e que está chegando o momento do seu partido entrar na pauta. “Estamos no final de agosto e daqui a um ano estaremos em campanha, declarada e aberta. O PMDB se reunirá (se reuniu ontem) para definir os caminhos a serem traçados. Informações me chegam que prefeitos e lideranças do PMDB desejam continuar na base de sustentação da governadora. Até porque é uma responsabilidade com o RN.”

“O deputado Henrique Alves é presidente da Câmara, da base da presidente Dilma e tem condições de fazer a interlocução entre o Governo do Estado e Governo Federal. Precisamos aguardar a posição do PMDB, assim como conhecer as condições do PR, PP e PMN”, disse Felipe Maia.

O deputado federal comentou que o projeto do Democratas potiguar é manter a base da sustentação da governadora Rosalba Ciarlini em torno de uma candidatura única. Para tanto, será preciso retomar o diálogo com o PMDB. Sobre esse fator, o deputado federal disse que as conversas são mantidas diariamente. “Converso com Henrique semanalmente. Converso com João Maia. As conversas Não param. O que tem que haver é afinidade de discurso em torno de um objetivo maior, que é o Rio Grande do Norte.” 

Fonte: Tribuna do Norte

Refinaria é alvo de protesto


Os petroleiros da Refinaria Potiguar Clara Camarão interditaram ontem as principais vias de acesso de Guamaré, região Costa Branca do Rio Grande do Norte. A manifestação que durou 24 horas, marcou o “Dia Nacional de Mobilização e Paralisação” ocorrido em todo o país.  
Petrobras afirmou que incêndio não prejudicará abastecimento

Além das reivindicações da classe, o ato foi marcado pelo questionamento de um incêndio ocorrido na refinaria na última quarta-feira (28).  Os trabalhadores alegam que este não foi o primeiro acidente na unidade inaugurada em 2009.

De acordo com o Sindicato dos Petroleiros do RN (Sindipetro),  os trabalhadores mostram-se preocupados com a situação atual. Eles alegam que com os constantes vazamentos em instalações, há o questionamento sobre os efeitos da diretriz de redução de custos na política de manutenção preventiva da Petrobras. 

Em nota oficial divulgada ontem sobre o acidente, a Petrobras informou “que houve uma perda de contenção seguida de fogo na unidade de destilação atmosférica da Refinaria Potiguar Clara Camarão, localizada no Pólo Industrial de Guamaré, às 15h15 desta quarta. A equipe de resposta a emergências combateu o fogo rapidamente. Não houve vítimas e não há risco de desabastecimento do mercado”.

Fonte: Tribuna do Norte


sexta-feira, 30 de agosto de 2013

Dilma diz para Evo que no Brasil não existe solução fora da lei


O presidente da Bolívia, Evo Morales, falou grosso com os jornalistas  ao afirmar que o senador Roger Pinto Molina não é um “perseguido político”, mas um “delinquente” que tem processos pendentes na Bolívia.  Mas segundo relatos, ele saiu quietinho do encontro com a presidente Dilma Rousseff, no Suriname. Durante uma reunião de uma hora, Dilma disse que não existe ”saída” no Brasil fora da lei. E que se a Bolívia realmente quiser a extradição do senador boliviano, terá que mostrar ao Supremo Tribunal Federal às provas de que ele é um criminoso comum, e não um perseguido político.
Fonte: G1.Com.Br/Publicado às 21h34

Caso do senador não altera relações entre Brasil e Bolívia, diz Figueiredo


O ministro das Relações Exteriores, Luiz Alberto Figueiredo, afirmou nesta sexta-feira (30) que o episódio da fuga do senador boliviano Roger Pinto Molina “não irá alterar” as relações entre Brasil e Bolívia. O ministro participa, ao lado da presidente Dilma Rousseff, da cúpula da União de Nações Sul-Americanas (Unasul), no Suriname.

Segundo informou o “Blog do Planalto” por meio de sua conta no Twitter, Figueiredo afirmou que a Bolívia não fez pedido de extradição do senador Pinto Molina, que deixou a embaixada brasileira em La Paz sem autorização prévia dos países.

 “Episódio do senador não irá alterar as relações do Brasil com a Bolívia", disse o ministro durante entrevista, de acordo com o “Blog do Planalto”.

Dilma Rousseff, ainda de acordo com o blog, reuniu-se por uma hora com Evo Moralesantes do início da cúpula. Segundo Figueiredo, a presidente “demonstrou ao presidente Evo seu repúdio ao episódio de retirada do senador Pinto da Bolívia”.

Pinto Molina deixou no último final de semana a embaixada do Brasil em La Paz rumo ao Brasil, onde permanece. Condenado pela justiça boliviana, o senador se diz perseguido político do governo Evo Morales e vivia como asilado na embaixada brasileira havia mais de um ano.

A vinda de Molina ao Brasil foi organizada pelo encarregado de negócios, diplomata Eduardo Saboia, que acabou afastado do cargo. Saboia disse que articulou a viagem de Molina para o Brasil porque "havia o risco iminente à vida e à dignidade do senador".

Durante a semana, a presidente Dilma Rousseff criticou a operação e disse que o risco a que foi submetido o boliviano é “inaceitável”. Após o episódio, o ex-ministro das Relações Exteriores, Antônio Patriota, foi demitido do cargo. Em seu lugar, assumiu Luís Alberto Figueiredo.

O chanceler Figueiredo afirmou ainda que o pedido de refúgio do senador será analisado pelo Conare (Conselho Nacional de Refugiados). De acordo com o Ministério da Justiça – pasta à qual o conselho é subordinado -, o pedido de refúgio ainda não foi recebido pelo órgão.

Síria
Luiz Alberto Figueiredo reafirmou a posição do governo brasileiro em relação ao suposto uso de armas químicas durante os conflitos na Síria.

“A posição do governo brasileiro é muito firme de que o uso da força na Síria precisa da anuência das Nações Unidas”, disse o ministro, de acordo com o “Blog do Planalto”. “Qualquer decisão sobre a Síria fora da Carta da ONU é ilegal”.

Em 21 de agosto, a oposição síria denunciou mais de mil mortos em um massacre com uso de armas químicas. O governo nega apesar de países do Ocidente apontarem evidências em contrário.

Observadores da ONU foram autorizados a irem até o local para investigar se houve uso de armas químicas. Se confirmado, o incidente pode se tornar o mais grave com uso de armas químicas no planeta desde os anos 1980.


Fonte: G1.Com.Br

Prefeitura do Assú fará estudo de viabilidade para uso de energia solar


O Prefeito do Assú, Ivan Lopes Júnior e o titular da Secretaria de Ciência, Tecnologia, Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente, Paulo Morais visitaram ontem, quinta-feira (29/08), a Universidade Estadual do Ceará (UECE).
O objetivo foi conhecer um projeto de utilização de energias renováveis que é desenvolvido na universidade e fazer uma avaliação inicial sobre a viabilidade de implantação, em Assú, de uma usina de energia solar (uma forma de obtenção de energia ecológica, que capta a luz do Sol e a transforma em energia elétrica, sem causar danos ao meio ambiente).
O prefeito Ivan Júnior disse que a ideia inicial é instalar um projeto piloto para atender ao consumo dos prédios públicos municipais, “a energia solar, além de ser renovável e ecologicamente limpa, é econômica. Vamos fazer um estudo e ver a viabilidade de sua utilização em nosso município”, salientou o prefeito.

No mês de setembro uma equipe técnica virá Assú conhecer o município e iniciar o estudo para uma possível implantação da usina.

SEACOM - PMA

TSE dificulta registro do partido de Marina Silva


O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) não deverá amenizar as exigências para registro da Rede Sustentabilidade, partido em formação que apoia a candidatura ao Palácio do Planalto da ex-ministra e ex-senadora Marina Silva. Para ter candidatos na eleição no próximo ano a sigla tem de obter o registro até 5 de outubro.

A corregedora-geral da Justiça Eleitoral, Laurita Vaz, recusou nesta semana um pedido para que fosse flexibilizado o processo de registro da Rede. Se tivesse concordado com o pedido, os cartórios seriam obrigados a validar as assinaturas de apoio à criação da legenda sem a devida conferência dos dados. Apesar da decisão desfavorável, a corregedora ordenou aos cartórios que cumpram os prazos para certificação dos apoios.

No início da semana, ministros do TSE já tinham criticado a iniciativa da Rede, de pedir o registro da legenda na Justiça Eleitoral sem a certificação das pelo menos 492 mil assinaturas necessárias para isso. Até o momento, o partido obteve a certificação de 304 mil assinaturas. Em sua decisão, a corregedora afirmou que o pedido da Rede é “inconciliável” com a legislação, que determina a atuação direta dos cartórios eleitorais para verificação das assinaturas com o objetivo de atestar a compatibilidade dos dados.

Fonte: Tribuna do Norte


Presidente da Assembleia grava mensagem aos concursandos


Veja a mensagem do Presidente da Assembleia Legislativa do RN, deputado Ricardo Motta, para todos os candidatos do Concurso Público da AL neste domingo -http://bit.ly/14cf79k
 
"Quero desejar boa sorte a você que vai participar do primeiro concurso da história de nossa Assembleia Legislativa em 178 anos. Cumprimento cada candidata e candidato, recomendando concentração máxima nas provas, que serão feitas pela Fundação Carlos Chagas neste domingo, 1º de setembro. Chegue cedo aos locais de prova com os documentos exigidos. Não se atrase, ninguém entra depois das 8 horas! Boa sorte a todos. Boa prova e que o nosso primeiro concurso ocorra dentro da mais absoluta tranquilidade."

Crédito da foto: Reprodução

Assembleia Legislativa do RN
Praça 7 de Setembro, S/N, Cidade Alta | Natal - RN
NatalRN 59025300
Brazil

Lutadores do RN fazem bonito em São Paulo


Os atletas da Academia Kimura-Nova União fizeram bonito na última edição do Campeonato Mundial de Jiu-Jitsu, realizado em São Paulo. Dos dez representantes que foram representar o RN, nove regressaram para Natal com medalhas no peito. O resultado mais expressivo ocorreu na categoria galo faixa preta, cuja final foi disputada pelos alunos Bruno César Moreno — que ficou com a medalha de ouro e por consequência conquistou o tetracampeonato mundial — contra Hérico Pereira (Russinho), vice-campeão mundial.
Jonas, Bruno, Hérico e Danilo conquistaram suas medalhas

“É raro ocorrer o encontro de dois atletas de uma mesma academia na final. Quando isso ocorre o resultado dessa luta decisiva é o que menos importa. É o mesmo que a medalha de ouro fosse dividida”, afirmou Bruno.

Danilo Martins ficou com o terceiro lugar na categoria pena faixa preta, mesmo resultado obtido por Jonas Silvestre na categoria meio-pesado faixa preta. “Pelo número de representantes enviados os nossos resultados foram mesmo bem expressivos. O mestre Jair Loureço é famoso internacionalmente e famoso até no meio do MMA, pela excelência do trabalho que desenvolve na academia”, destacou Jonas.

Os medalhistas agora se preparam para participar do Pan-americano, que será realizado de 18 a 20 de outubro, em Fortaleza, bem como do Nordeste Open, em Natal nos dias 2 e 3 de novembro. Eles agradecem o apoio recebido da Misure Móveis, Petcenter, Academia Jump Fitness, Sport Nutry, Academia Podium e da Reability Center. 

PMDB anuncia rompimento político com Governo do RN


O presidente estadual do PMDB, deputado federal Henrique Eduardo Alves, anunciou há pouco o que todo povo Norte-rio-grandense já esperavam, o rompimento oficial com o governo de Rosalba Ciarlini.
Em reunião do diretório estadual do partido, na tarde de hoje (30), foi feito o anuncio que o PMDB/RN, a partir desta data, não mais dará apoio político/administrativo ao Governo do Estado, e em que, assim fazendo, fica o PMDB, oficialmente, rompido politicamente com a governadora Rosalba Ciarlini.
No encontro, que durou cerca de duas horas, também ficou definida a possibilidade de o PMDB ter candidatura majoritária própria para governo nas eleições de 2014. Segundo o presidente estadual da legenda, deputado federal Henrique Alves, o quadro de filiados do partido apresenta bons nomes e que deverão ser analisados.
O rompimento representa para a administração de Rosalba Ciarlini forte impacto negativo, repercutindo diretamente na credibilidade do governo na esfera federal, embora o deputado Henrique Alves tenha acenado com a possibilidade de continuar ajudando ao governo nas questões federais, tem a parte política que envolve interesses antagônicos, onde o bom senso nem sempre prevalece.     

Governo do RN convoca 116 professores e profissionais de educação


O Governo do RN publica neste sábado (31), no Diário Oficial do Estado, a convocação de 116 professores e profissionais de educação, aprovados em concurso público com fundamento no edital de outubro de 2011. Os convocados ocuparão os cargos de professores de artes, biologia e ciências, educação física, filosofia, geografia, história, inglês, espanhol, português, química, sociologia e pedagogia.

A convocação atende ao critério de substituição dos candidatos nomeados anteriormente, que não compareceram ou que solicitaram reclassificação. Os candidatos serão convocados e nomeados de acordo com a ordem de classificação.

INFORMAÇÕES À IMPRENSA:
Assecom-RN: (84) 3232-5204 / 5152


quinta-feira, 29 de agosto de 2013

Petrobras realiza caravana social em Mossoró e Assú (RN)


Inscrições para seleção pública Integração Petrobras Comunidades estão abertas até 13 de setembro
A Caravana Social do Integração Petrobras Comunidades (IPC) chega ao município de Mossoró, na segunda-feira (02/09), e Assú, na terça-feira (03/09). As oficinas são gratuitas e abertas a representantes de entidades do terceiro setor. O objetivo é apresentar o roteiro de elaboração de projetos sociais e esclarecer dúvidas sobre o regulamento.  

O IPC é uma seleção pública de projetos sociais desenvolvidos nas áreas de influência das instalações da Petrobras e está alinhado às diretrizes do Programa Petrobras Desenvolvimento & Cidadania. As inscrições estão abertas até 13 de setembro no site www.petrobras.com.br/ipc

A seleção pública vai destinar R$ 21 milhões, em período de dois anos, para projetos sociais desenvolvidos nos estados da Bahia, Ceará, Rio Grande do Norte, Sergipe, Alagoas e Maranhão, com valor de até R$ 300 mil. Os projetos sociais devem contemplar ao menos uma das linhas de atuação: geração de renda e oportunidade de trabalho; a Educação para a qualificação profissional; e a Garantia dos direitos da criança e do adolescente.   

No Rio Grande do Norte, serão contempladas iniciativas em Mossoró, Natal, Assú, Afonso Bezerra, Alto do Rodrigues, Apodi, Areia Branca, Carnaubais, Galinhos, Governador Dix-Sept Rosado, Guamaré, Porto do Mangue e Upanema.


Serviço Caravana Social IPC 2013 em Mossoró (RN)
Data: Segunda-feira (02/09) 
Horário: das 8h às 16h 
Locais: 
Auditório do Ativo de Mossoró
End.: Av. Contorno, Km 46 - BR 304 – Mossoró

Serviço Caravana Social IPC 2013 em Assú (RN)
Data: Terça-feira (03/09) 
Horário: das 8h às 16h 
Cine Teatro Pedro Amorim 
Rua São João, s/n – Centro – Assú/RN


Assessoria de Comunicação da Petrobras no RN
((84) 3323-4470
e-mail:comunicação.atparg @petrobras.com.br
  
"O emitente desta mensagem é responsável por seu conteúdo e endereçamento. Cabe ao destinatário cuidar quanto ao tratamento adequado. Sem a devida autorização, a divulgação, a reprodução, a distribuição ou qualquer outra ação em desconformidade com as normas internas do Sistema Petrobras são proibidas e passíveis de sanção disciplinar, cível e criminal."

Carteiros iniciam entregas com smartphones


Os Correios já iniciaram o uso dos smartphones para atualizar em tempo real as informações sobre as entregas de encomendas. A primeira fase do projeto Mobilidade nos Correios abrange o serviço SEDEX 10 e está em fase de conclusão. Cerca de 2 mil carteiros estão usando o sistema nos seguintes Estados: Goiás, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Pernambuco, Piauí, Bahia, Mato Grosso do Sul, Ceará e Espírito Santo, além do Distrito Federal.
A segunda fase do projeto, em processo de contratação, prevê a utilização da ferramenta para os demais serviços de entrega sob registro.
Com o uso do aplicativo pelo carteiro, o cliente tem informações na internet no exato momento em que a entrega acontece. Além disso, o uso do aplicativo reduz o tempo de trabalho interno devido à simplificação dos processos.
Para garantir a segurança dos trabalhadores dos Correios e dos dados dos clientes, todos os smartphones utilizados pelos carteiros contam com mecanismo de segurança que bloqueia remotamente seu funcionamento em caso de furto ou roubo.
O projeto Mobilidade dos Correios é uma das ações de revitalização da empresa, que buscam fortalecer a ECT como empresa pública e oferecer serviços mais adequados e eficientes para a população.

Descrição: Descrição: Descrição: Logo_350_anos
Assessoria de Comunicação dos Correios - ASCOM - DR/RN
Telefones: (84) 3220-2405 / 2472

Em votação secreta, Câmara mantém mandato de Natan Donadon


Condenado pelo STF, deputado está preso em Brasília por desvio de dinheiro público


Por 233 votos a favor, 131 contra e 41 abstenções, a Câmara manteve o mandato do deputado Natan Donadon (PMDB-RO). Para ser cassado, seriam necessários 257 votos ou mais a favor da perda do mandato.
Donadon está preso em Brasília desde o dia 28 de junho, condenado em última instância pelo Supremo Tribunal Federal (STF) pelo desvio de R$ 8,4 milhões da Assembleia de Rondônia, quando era diretor financeiro da instituição.
Devido à rejeição do parecer da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania, o presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves tomou a decisão de afastar o parlamentar devido à impossibilidade de ele exercer suas atribuições de deputado federal.
“Me cabe nessa hora, no dever de presidente dessa Casa, com a experiência de parlamentar de 12 mandatos, assumir a responsabilidade de fazer esse comunicado à Casa e ao País”, afirmou Alves.
Natan Donadon faz a sua defesa no plenário da Câmara e diz que nunca roubou nada
Natan Donadon faz a sua defesa no plenário da Câmara e diz que nunca roubou nada
“Entretanto, devido ao fato de o parlamentar cumprir pena de privação de liberdade, considero-o afastado do exercício de seu mandato devido à impossibilidade de exercer suas atribuições e convoco o suplente para exercer o mandato em caráter de substituição durante o tempo em que permanecer a privação de liberdade de Natan Donadon”, disse o presidente. O suplente de Natan Donadon é Amir Lando (PMDB-RO).
Alves afirmou que não colocará em votação mais nenhum processo por perda de mandato enquanto o voto continuar secreto.
Relator pediu cassação do mandato de Natan Donadon
O deputado Sergio Zveiter (PSB-RJ) defendeu a perda do mandato do deputado Natan Donadon (PMDB-RO). “A conduta pela qual ele foi condenado é de natureza gravíssima e absolutamente incompatível com o mandato parlamentar”, disse.
Zveiter foi relator do processo de cassação de Donadon, que foi preso no final de junho por ter sido condenado em última instância por peculato e formação de quadrilha. 
O relator disse que o Congresso não pode ampliar a sensação de impunidade. “A sociedade tem direito de receber resposta da Câmara dos Deputados para impedir que a sensação de impunidade se alastre”, disse.
“Nunca fiz nada de ilícito, nunca desviei um centavo da Assembleia”, diz Donadon
Antes da decisão do Plenário, Donadon fez a sua defesa e disse que todos os pagamentos feitos por ele na diretoria financeira da Assembleia Legislativa de Rondônia foram atestados pelo controle interno da instituição e feitos de acordo com os parâmetros legais. Donadon afirmou ainda que assumiu a diretoria financeira com contratos já feitos.
“Eu fui convidado a assumir o departamento financeiro com procedimentos feitos e empresas contratadas, as licitações já haviam sido feitas, já havia pagamentos feitos a essa empresa de publicidade e eu dei sequência aos pagamentos não só dessa empresa e de outras”, disse. “Nunca fiz nada de ilícito, nunca desviei um centavo da Assembleia”, emendou.
O deputado disse que o Ministério Público de Rondônia teria invadido a Assembleia Legislativa e tomado posse de toda a documentação que poderia absolvê-lo. “Eu não desviei nenhum centavo, o Ministério Público não mandou as provas que me absolviam. Eles sabem que o serviço foi executado”, disse.
O deputado afirmou ainda que tem um patrimônio pequeno, de apenas uma casa, o que comprova que ele não desviou recursos e que continua com popularidade alta na sua região. “Pesquisa mostrou 82% de aprovação do mandato na minha cidade de mais de 100 mil habitantes. A população sabe a minha conduta”, disse.
Renúncia
Donadon disse que foi condenado em 2010, quando era um cidadão comum. Ele reconheceu que, naquele momento, renunciou ao mandato de deputado com a intenção de levar o processo criminal para a Justiça de Rondônia. Ele disse que estava confiante no precedente judicial de que os processos de ex-parlamentares voltam para a justiça estadual. “Confiei no Supremo, achei que fossem me tratar com igualdade, mas não o fizeram. Se voltasse para Rondônia, seria solto”, declarou.
Ele afirmou ainda que a sua pena foi desproporcional aos demais réus no processo. “Eles pegaram seis anos e eu, como cooptado, como pego 13 anos?”, questionou.
Com Agência Câmara/Jornal do Brasil

Inferno em 4 atos


Derrota, troca de técnico, mudança de estádio e processo na justiça. Em menos de 24h o América conviveu com essas diferentes realidades que podem definir seu futuro dentro do Campeonato Brasileiro da Série B. O turbilhão de informações e desencontros do alvirrubro teve início ainda no estádio Barrettão, na noite de terça-feira (27). Menos de uma hora após ser derrotado pela Chapecoense, a diretoria do clube anunciava a substituição do técnico Argel Fucks por Pintado.
Pintado vem com discurso humilde e diz conhecer boa parte do elenco rubro. Fucks foi embora e diz não ter mágoa, além de negar problemas com atletas


A decisão, que parecia já estar sendo estudada há alguns dias - pela forma rápida como se processou, se encaixaria num projeto de mudança de “astral” do time, que estaria trocando o estádio Manoel Barretto – Barrettão – em Ceará-Mirim, pelo estádio Nazarenão, em Goianinha. A opção pelo retorno à velha casa se dava muito mais por pressão da torcida, que via, no Barrettão, uma espécie de maldição a qual o América estaria preso e que seria responsável por derrotas em série. Para o Alvirrubro, a justificativa seria o gramado ruim.

No entanto, esse desejo de mudança – autorizado pela Confederação Brasileira de Futebol – foi interrompido pelo Ministério Público estadual que entrou com uma ação civil pública para tentar impedir a realização de jogos no Nazarenão, alegando desrespeito ao regulamento, que impõe capacidade de público superior a do estádio de Goianinha. Caso a justiça aceite o pedido do MP, o América teria a opção de permanecer em Ceará-Mirim. No entanto, o presidente Alex Padang, em princípio, descartou a hipótese e já fala em levar os jogos do Alvirrubro para João Pessoa.

ATO 1 A DERROTA
Diante da Chapecoense, no que seria a despedida do Barrettão, o América não fez uma boa partida. Vaiado pelo seu torcedor, ao fim do jogo, o Alvirrubro saiu derrotado por 1 a 0 e segue na vice-lanterna da Série B, com 15 pontos e 29,4% de aproveitamento.

ATO 2 O PROCESSO
O promotor de Defesa do Consumidor do RN, José Augusto Peres, não vê problema em o América continuar mandando os seus jogos no estádio Barrettão, na cidade de Ceará-Mirim, que além do Frasqueirão hoje é a única praça do RN que atende as exigências de público constantes no regulamento da série B. Dessa forma, a troca do Barrettão pelo Nazarenão pleiteada junto a CBF pelo América se transformou num caso de Justiça.

Por entender que a troca de praça já liberada pela CBF fere o regulamento da competição, uma vez que o Nazarenão comporta apenas 6.800 torcedores, enquanto o artigo 17 do regulamento da série B, exige que para receber jogos da competição o estádio terá de comportar, no mínimo, 10 mil espectadores sentados, José Augusto Peres decidiu ingressar com uma ação civil pública na Justiça potiguar, onde solicita a interdição imediata da praça esportiva de Goianinha.

Na ação, é solicitada também, em caso de desobediência,  aplicação de multa a Confederação Brasileira de Futebol de R$ 150 mil por jogo marcado para o Nazarenão e de R$ 500 mil, caso algum  jogo seja realizado no estádio. José Augusto Peres solicita ainda ao juiz, de forma cautelar, o afastamento do presidente da CBF, José Maria Marín, bem como do próprio presidente do América, Alex Padang, enquanto a ação não seja transitada em julgado. No caso da confederação a promotoria pede a nomeação de um interventor.

O responsável pelo departamento jurídico do alvirrubro, Diogo Pignataro, disse que até a noite de ontem o clube não havia sido citado e pelo que pôde colher de informações nos blogs, taxou a ação de “esdruxula” ressaltando se tratar de “um absurdo jurídico considerável” e que será contestado de forma imediata tão logo ocorra a citação formal.

Por sua vez o presidente do América, Alex Padang, disse esperar que prevaleça a lei do bom-senso no caso, mas salienta que se não puder voltar ao Nazarenão, passará avaliar até a possibilidade de mandar os jogos do clube na cidade de João Pessoa, no estádio Almeidão.  

ATO 3 A ESCOLHA
O novo técnico do América, Pintado, já chegou a Natal e será apresentado hoje ao elenco americano. Mesmo com pouco tempo para a trabalhar, já que o time joga sábado, contra o São Caetano, o comandante alvirrubro sabe que o time precisa vencer.  “Primeiro, vamos tentar estrear com um bom resultado, pensando em um jogo de cada vez. Conheço bem a força desse grupo, vinha acompanhado o América de perto. Sei que temos condições de fazer um campeonato muito melhor. Vencer sempre é importante. No momento em que nos encontramos, não podemos escolher se estamos jogando em casa ou como visitante. Temos que buscar o resultado positivo. Imagino que, para sábado, vamos ter uma equipe um pouco diferente”, revelou o técnico americano.

Assim como seu antecessor, o novo treinador é adepto a um estilo de jogo mais de marcação e determinação dos atletas e é isso que vai cobrar dos seus jogadores “O futebol hoje é muito intenso. O trabalho tem que ser muito forte. Não podemos querer jogar 100% se treinamos apenas 70%. Nosso dia, nosso trabalho, cada momento nosso vai ser muito forte para irmos em busca dos nossos objetivos”, disse.

Sobre reforços, Pintado afirmou que já conversou com o presidente americano, Alex Padang, sobre o assunto e que o dirigente disse que está disposto a fazer tudo que for preciso para tirar o América da situação em que se encontra. 

ATO 4 O DISPENSADO
O treinador Argel Fucks sai do clube com uma certeza: a corda arrebentou do lado mais fraco. Porém, descarta estar levando algum tipo de mágoa consigo dessa curta temporada em que passou no América.  Argel nega qualquer tipo de estremecimento com jogadores do elenco. Contrariamente a isso, ele fez questão de agradecer o empenho e a determinação demonstrada em campo principalmente nas duas últimas partidas, contra Avaí e a Chapecoense.

“Empenho e determinação não faltou a esse grupo. Eles abraçaram o trabalho e principalmente nos dois últimos jogos deixaram o campo exaustos, na tentativa de somar os pontos necessários para tirar o América dessa situação. Infelizmente no futebol tem dias em que a bola não quer entrar, foi isso que aconteceu nos jogos contra Avaí e Chapecoense”, ressaltou.

Questionado se havia tido algum problema de relacionamento com alguns atletas, como Vinícius Pacheco, que perdeu espaço na equipe após sua chegada, Fucks também negou qualquer tipo de aresta. “Não tivemos nenhum problema de relacionamento, Vinícius foi um jogador muito correto comigo e a recíproca também é verdadeira”, explicou.

Fonte: Tribuna do Norte

quarta-feira, 28 de agosto de 2013

Presidenta Dilma poderá cometer erro que no passado julgou inadequado


Caso o governo brasileiro acate o pedido, que está mais para exigência, do presidente boliviano, Evo Morales, poderá, a presidenta Dilma Rousseff, está cometendo uma pratica que no passado julgou inadequada.

O governo boliviano, de Evo Morales, ao que parece cultua o modelo administrativo do presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, seguidor do Chavismo, no qual a palavra do governo é indissolúvel, uma espécie de ditadura.       

Um país onde a imprensa é controlada pelo governo; jornalistas são perseguidor e a liberdade profissional controlada através de uma Lei para seguro de vida, um verdadeiro cadastro individual, para pouco provável que alguém tenha julgamento justo.

Em atendendo a proposta do presidente Evo Morales, a presidenta Dilma Rousseff, estaria entregando o senador boliviano, Roger Pinto, ao regime daquele governo, que de certo não deseja ver em liberdade um político que possa questionar os Atos Institucionais bolivianos.     

Estiagem reduziu reservas em 50%


Valdir Julião - repórter
O prolongamento da estiagem que vem desde 2012 no semiárido da Região Nordeste, contribuiu para diminuir em 50% o volume de armazenamento dos 12 maiores reservatórios de água do Rio Grande do Norte.  Juntos, eles somam 3,976 milhões de metros cúbicos de toda a capacidade hídrica do Estado, que é de 4,988 milhões de m³. Atualmente, os 12 reservatórios estão com 1,77 milhão/m³ de água armazenada, o correspondente a 35,48% de toda a capacidade de armazenamento de água dos 70 reservatórios monitorados pela Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh).
Apesar da redução dos mananciais, a Semarh ainda não planeja racionamento de água

Para a coordenadora estadual de Gestão de Recursos Hídricos, Joana D’Arc Freire de Medeiros, a partir de agora “a situação é de alerta, mas não de colapso”,com a chegada do verão e até que se configure o inverno, no começo do segundo trimestre de 2014. 

Somente na hipótese de não se configurar o inverno, a partir de fevereiro, março e no máximo abril do próximo ano,  admite ela, “é que se poderá pensar em tomar medidas de racionamento de água no Estado todo”. Segundo ela, parte dos reservatórios suporta o consumo humano de água em 2013 e 2014.  Com relação a barragem de Tabatinga, em Macaíba, Joana D’Arc explicou que o fato dela estar com 11,94% de sua capacidade não é problema, pois foi inaugurada, há dois anos, para regular as cheias do rio Jundiaí e que não tomou água suficiente em 2012 e 2013 por causa da seca.

Joana D’Arc disse que em função da seca, algumas medidas  tinham sido tomadas já no ano passado e no começo de 2013, com o fechamento das comportas de açudes e barragens que também destinavam águas para  uso no agronegócio e agricultura familiar, como foi o caso da barragem de Passagem das Traíras, em São José do Seridó, hoje o reservatório com o percentual mais baixo de reserva hídrica dentre os 12 maiores mananciais de água do  Estado.

Em agosto de 2011, no começo do  verão, Passagem das Traíras estava com 98,74% de sua capacidade volumétrica, mas já em agosto do ano passado, com a chegada da seca, esse índice caiu para 32,63%. O reservatório que tinha 49 milhões/m³ caiu para 5,42 milhões/m³ em agosto deste ano.  Ela disse que também foram fechadas as comportas do açude Sabugi, em São João do Sabugi, que está com 14,9% do seu volume e da barragem do Boqueirão, em Parelhas, que tem 24,76% da capacidade de armazenamento de água.

Uso agrícola
“A gente não está estimulando nenhum aumento de consumo para uso agrícola”, disse a coordenadora de Gestão de Recursos Hídricos da Semarh. Ela informou que já houve redução da vazão na barragem Armando Ribeiro Gonçalves para abastecimento dos projetos de agricultura irrigável no Vale do Açu. A barragem Armando Ribeiro está com 1,07 milhão/m³ ou 44,45% da sua capacidade o que, segundo ela, é suficiente para atender dois anos de consumo humano.

Quando terminou o inverno de 2011, a Armando R. Gonçalves tinha 97,55% do seu volume e baixou para 67,41% em agosto de 2012. Segundo ela, outra situação difícil é o açude Pau dos Ferros, que abastece a cidade homônima e mais a cidade de Rafael Fernandes, que está com 15,79%. Joana D’Arc acrescentou que uma nova adutora está em fase de testes para aumentar a distribuição de água na cidade, mas pelo volume atual da barragem, está difícil atender a demanda.



Fonte: Tribuna do Norte

Obs.: A capacidade do reservatório do Mendubim é 86.349.500m³ e não de 6.459.500m³

Dilma critica preconceito contra cubanos Publicação: 28 de Agosto de 2013 às 11:56


Brasília - A presidenta Dilma Rousseff criticou hoje (28) os que têm preconceito contra a presença dos médicos cubanos no Brasil. Em entrevista a rádios de Minas Gerais, ela ressaltou que há também médicos de outros países, além de Cuba. A presidenta reiterou que os estrangeiros estão no Brasil para desempenhar o trabalho que os médicos brasileiros não querem fazer.    

"É um imenso preconceito sendo externado contra os cubanos. É importante dizer que os médicos estrangeiros, não só cubanos, vêm ao Brasil para trabalhar onde médicos brasileiros formados aqui não querem trabalhar”, disse ela.

Ontem (27), a Federação Nacional dos Médicos (Fenam) solicitou à Procuradoria-Geral do Trabalho investigação da relação de trabalho dos profissionais que atuarão pelo Mais Médicos. A entidade alega que o fato de os médicos não revalidarem os diplomas vai causar restrição de locomoção, o que, segundo a entidade, é uma das características do trabalho escravo.

Pelas regras do governo, todos os profissionais do Mais Médicos receberão uma “bolsa formação” pelo serviço nas regiões carentes. Não haverá contrato de trabalho. O Ministério da Saúde é favorável à concessão de pagamento por intermédio de bolsa porque os médicos farão uma especialização na atenção básica ao longo dos três anos de atuação no programa.

 No caso dos médicos cubanos, eles atuarão no Brasil em regime diferente dos que se inscreveram individualmente no Mais Médicos. O Ministério da Saúde brasileiro firmou acordo com a Organização Pan-Americana da Saúde (Opas)

para que a entidade internacional buscasse parcerias para a vinda de médicos para o país. Pelo acordo, a Opas fez acordo com Cuba, prevendo inicialmente a vinda de 4 mil médicos cubanos. Os primeiros 400 profissionais desse acordo a chegarem no país vão atuar em parte das 701 cidades que não receberam inscrições individuais de médicos.

No acordo, os repasses financeiros serão feitos do Ministério da Saúde para a Opas. A entidade repassará as quantias ao governo cubando, que pagará os médicos. Inicialmente nem a Opas nem o Ministério da Saúde souberam especificar quanto dos R$ 10 mil pagos por médico será repassado para os profissionais, porém, o secretário adjunto de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde do Ministério da Saúde, Fernando Menezes, disse depois que a remuneração ficaria entre R$ 2,5 mil e R$ 4 mil.

Fonte: Tribuna do Norte


Comissão de Direitos Humanos do RN e da AL entregam relatório para Ministro da Justiça


A deputada Márcia Maia (PSB) leu em plenário, na manhã desta quarta-feira, trecho do relatório que trata da situação da segurança pública do Rio Grande do Norte. Elaborado por agentes que atuam no setor, o documento foi entregue ao Ministro da Justiça José Eduardo Cardozo na semana passada quando ele esteve na cidade para lançar o programa “Brasil Mais Seguro”.

“A situação da falta de segurança decorre da omissão criminosa do poder público”, destaca o documento. Márcia Maia falou ainda sobre o aumento progressivo e indistinto da violência. “Ontem um policial militar foi assaltado e baleado. Se formos comparar proporcionalmente com o estado e São Paulo, a situação do Rio Grande do Norte é bem pior. Estamos ultrapassando o numero de 1 mil homicídios, número maior que o total de todo o ano de 2012. São aproximadamente quatro homicídios por dia no RN”, frisou.

A deputada criticou a ausência de representantes do governo do estado em audiência pública sobre o tema, de sua propositura e realizada na semana passada. “Debatemos durante quatro horas, de forma exaustiva, os problema da segurança pública do estado, e durante essa audiência pública, nós conseguimos que fosse feito um relatório do caso da segurança pública do RN”, disse.

O relatório entregue ao Ministro da Justiça é assinado pelo Conselho Estadual de Direitos Humanos, Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa e por uma ampla lista de entidades que atuam no setor de segurança pública. 

Crédito da foto: João Gilberto

Copyright © 2013 Assembleia Legislativa do RN, All rights reserved. 
Você está recebendo este e-mail por ter solicitado fazer parte da nossa lista. 
Our mailing address is: 
Assembleia Legislativa do RN
Praça 7 de Setembro, S/N, Cidade Alta | Natal - RN
NatalRN 59025300
Brazil