Featured Video

Páginas

quinta-feira, 30 de abril de 2009

CHUVAS FORTES CAUSAM ESTRAGOS EM ASSÚ


Duas fortes chuvas caídas na tarde de hoje, 30/04, causaram estragos em diversas ruas da cidade.

Os danos puderam ser sentidos não só na pavimentação mais também nos prejuízos causados aos prédios comercias e residenciais.

Informações dão conta de perdas materiais em residências na rua dos Poetas, no bairro Vertentes, no bairro Buraco D’água e na rua 24 de junho número 1263, as perdas foram alem de danos ao imóvel e móveis e utensílios, já que atingiram também as mercadorias expostas a venda pela Mercearia do Sr. João Batista Dantas de Medeiros que funciona no mesmo local.

Provocados pela queda do prédio vizinho, o de número 1271, de propriedade de Dª Rosa Leitão, pessoa de muita idade, a parede da lateral esquerda para que olha de dentro para fora, ou direita de quem olha de fora para dentro, foi quase que totalmente comprometida, arrastando ainda algumas paredes transversais do interior da casa atingida.

Amigos e vizinhos solidários com os moradores (seu Batista, filhos, netos e noras ), ligaram para parentes, herdeiros, da proprietária que, segundo Domicito Soares, não foram receptivos com o fato.
Esses mesmos vizinhos e amigos propuseram as vítimas procurar um advogado e o promotor público a fim de conhecerem seus direitos.

Segundo um dos amigos, trata-se de um caso de Responsabilidade Civil que, conjugado com a Lei de Construção Civil, deverão os proprietários do prédio causador dos danos, repararem os prejuízos causados a terceiros, nesse caso os vizinhos prejudicados.

PREFEITO IVAN JÚNIOR SERÁ ENTREVISTADO SÁBADO PELO PROGRAMA “REGISTRANDO”


Os cem primeiros dias de administração se constituirá num dos tópicos da entrevista que o prefeito Ivan Lopes Júnior prestará, sábado, 2 de maio, no programa “Registrando”, apresentado todo sábado, entre 12h e 13h, na Rádio Princesa do Vale.

O prefeito atendeu a convite formulado pelo apresentador do programa, José Régis de Souza. O chefe do Executivo aproveitará a oportunidade para expor um balanço de sua gestão e as ações que foram possíveis realizar neste primeiro quadrimestre.

Ainda dentro de sua entrevista, o prefeito Ivan Júnior poderá tecer considerações sobre a constituição do Consórcio Intermunicipal de Desenvolvimento que reúne diversas cidades da região com a proposta de fortalecer as reivindicações comuns e compartilhar serviços de maneira a garantir mais qualidade no atendimento às populações.

Ainda no programa, Ivan Júnior responderá às perguntas que foram encaminhadas pelos ouvintes.

Lúcio Flávio Medeiros da Fonseca
Secretaria de Comunicação SocialPrefeitura Municipal do Assú(84) 9106-1440comunicacao@assu.rn.gov.br

ASSÚ NO RALLY CROSS-COUTRY 1500-RN


Comemoração do Dia do Trabalho terá etapa de Rally RN 1500 e show em praça pública Uma vasta programação sociocultural e artística marcará as manifestações alusivas ao Dia do Trabalho, amanhã, sexta-feira, 1º de maio, em Assú. Uma das atrações é a realização da etapa local do Rally 1500 RN. Trata-se de uma prova de velocidade na modalidade Rally Cross-Country para carros, motocicletas e quadriciclos, com 1.500 quilômetros de extensão, cuja primeira edição foi realizada em 1994 com o desafio de cruzar todo o estado do Rio Grande do Norte por caminhos extremamente difíceis, pondo a resistência de pilotos e maquinas à prova. Como parceira de tal realização, a Prefeitura do Assú dará sua participação no suporte logístico do evento, através das Secretarias de Turismo; Juventude, Esporte e Eventos; Saúde, e, Desenvolvimento Social.
A inclusão do Assú no itinerário do Rally 1500 RN foi festejada pelo prefeito Ivan Lopes Júnior. O chefe do Executivo interpretou que o acontecimento se traduzirá numa excelente oportunidade para que as potencialidades turísticas do município possam ganhar dimensão além-fronteiras da região, do Estado e do País. Isso porque a prova terá cobertura de aproximadamente 30 (trinta) jornalistas especializados de todo o País e também de órgãos de imprensa de outras nações.

Segundo projeção feita pela organização da prova, o Rally 1500 RN deverá reunir cerca de 600 (seiscentos) participantes. Assú acolherá os participantes na tarde desta sexta-fera, 1º de maio, quando acontece a segunda etapa do Rally, procedente de Currais Novos, totalizando 280 (duzentos e oitenta) quilômetros em todo o dia, sendo 126 (cento e vinte e seis) quilômetros de deslocamento e 154 (cento e cinqüenta e quatro) quilômetros. Conforme o secretário de Turismo, Romildo de Queiroz Minervino, o percurso em Assú compreenderá as comunidades rurais de Riacho, Limoeiro, Santa Rosa e Mendubim.

Na chegada em Assú os participantes serão recepcionados por membros dos moto-clubes do município. No sábado, dia 2 de maio, a saída de Assú se dará pelo seguinte trajeto: Baviera, Santa Clara, Linda Flor, Mutamba da Caieira, Nova Esperança, Panon I e II e Poré, com destino à cidade de Guamaré. A concentração em Assú se verificará no largo da Praça São João e no interior do Anfiteatro Prefeito Arcelino Costa Leitão.

Durante o evento, a Secretaria de Desenvolvimento Social montará estandes para exposição e comercialização de produtos artesanais e comidas típicas. A Secretaria de Juventude, Esporte e Eventos colocará um telão para, simultaneamente, retransmitir a partida entre Assú e Potyguar de Currais Novos, pela final do campeonato potiguar de futebol. As atrações musicais são dois valores artísticos da terra: Nelsinho e Carlos Bem.

Lúcio Flávio Medeiros da Fonseca
Secretaria de Comunicação Social
Prefeitura Municipal do Assú(84) 9106-1440

PREFEITO IVAN JÚNIOR É ELEITO DE FORMA UNÂNIME PARA PRESIDIR CONSÓRCIO INTERMUNICIPAL


Por aclamação o prefeito de Assú, Ivan Lopes Júnior foi eleito para presidir a diretoria provisória do Consórcio Intermunicipal de Desenvolvimento. O processo eleitoral foi realizado na tarde/noite de terça-feira, 28 de abril, por ocasião do segundo encontro do colegiado, na cidade de Porto do Mangue. O encontro, realizado nas dependências da Prefeitura porto-manguense, registrou a presença dos prefeitos de Porto do Mangue (Francisco Gomes Batista, Titico), Assú (Ivan Júnior), Afonso Bezerra (Jackson Bezerra), Carnaubais (Luiz Gonzaga Cavalcante Dantas, Luizinho), São Rafael (José de Arimatéia Braz), Itajá (Gilberto Eliomar Lopes), Alto do Rodrigues (Eider Assis de Medeiros) e Pendências (Ivan de Souza Padilha). Por razões justificadas o prefeito de Ipanguaçu, Leonardo da Silva Oliveira, não compareceu, a exemplo da prefeita de Upanema, Maria Stella Freire da Costa. Dois tópicos pautaram a reunião: Saúde e Cultura. Com relação ao setor cultural, representantes dos municípios reuniram-se à parte para discutir a realização de ações conjuntas que abrangerão as cidades consorciadas e que abrirão espaço para os artistas locais e da região. Segundo o diretor geral do Centro Escolar de Arte e Cultura (CENEC), Gilvan Lopes de Souza, haverá reuniões mensalmente para amadurecer os projetos que contemplarão cada município.


A pauta do encontrou versou sobre os seguintes pontos: informes de interesse coletivo da região; escolha da comissão para a efetiva implantação do Consórcio; diagnóstico da saúde por cada município; cronograma de execução; e, pauta para o terceiro encontro do gênero – definido para o dia 26 de maio, uma terça-feira, a partir de 16h, em Assú. Na oportunidade, os secretários de Saúde foram incumbidos de levantar informações que enriquecerão o diagnóstico. Este levantamento apontará as carências em relação a demanda do setor de saúde por cidade.


O consultor Fernando Menezes ficou responsável pela elaboração da documentação que dará personalidade jurídica ao Consórcio Intermunicipal. A convite do prefeito Ivan Júnior, o coordenador regional da Fundação Nacional de Saúde (FUNASA), José Antonio de Abreu, falou sobre de que maneira a instituição federal poderá interagir com os municípios consorciados numa série de realizações, uma delas a viabilidade de um aterro sanitário comum. Além do prefeito Ivan Júnior na presidência, a direção temporária conta com o prefeito Luizinho, de Carnaubais (vice-presidente); e, prefeito Eider Assis de Medeiros, de Alto do Rodrigues (na função de secretário). A complementação da diretoria se observará por ocasião da próxima reunião. De forma homogênea todos os prefeitos julgaram positivamente o encontro realizado em Porto do Mangue. E, de maneira uníssona, afirmaram que a proposta do Consórcio já é uma realidade, por se caracterizar como alternativa mais viável para viabilizar ações em prol do desenvolvimento sustentável da região.

Lúcio Flávio Medeiros da Fonseca
Secretaria de Comunicação Social
Prefeitura Municipal do Assú(84) 9106-1440

quarta-feira, 29 de abril de 2009

PACIENTE COM SUSPEITA DE GRIPE SUINA É ENCAMINHADO AO HOSPITAL REGIONAL DE ASSÚ


Informações dão conta que no dia de hoje, quinta-feira 29/04, uma pessoa de 24 anos, do sexo masculino, brasileiro, de nome David da Silva Ribeiro, após fazer exames para ser admitido em uma empresa agrícola, e serem constatados sintomas compatíveis com os da Gripe Suína, foi encaminhado para o Hospital Regional Nelson Inácio dos Santos.

Boatos a parte, ainda segundo comentários tal pessoa é regressa da Costa Rica, onde viveu por seis meses e no aeroporto do Panamá havia tido contato com um mexicano.

Por falte de condições adequadas para atender casos infectocontagiosos, o paciente foi encaminhado para o Hospital Giselda Trigueiro em Natal, onde ficará isolado e em observação, recebendo ao cuidas recomendados. Boa sorte para ele.

AGUACEIRO DEIXA FUNCIONÁRIOS DA EXPORTADORADEL MONTE EM ALERTA MÁXIMO


Diante de quadro que lembra as perdas de 2008, funcionários da empresa exportadora de frutas, com maior ênfase para a banana, Del monte estão em estado de alerta máximo.

Algumas das fazendas estão ilhadas, sem acesso para veículos, máquinas e trabalhadores, sendo necessário o uso de pequenas embarcações para escoar a produção e o transporte de pessoas.

Até o momento as águas pouco atingiram as plantações, entretanto pelas informações fornecidas pelo DNOCS e pelos meios de comunicação do Seridó, espera-se a chegada de água em maior volume, elevando o nível da Barragem Armando ribeiro Gonçalves e conseqüentemente aumentando a possibilidade de novos prejuízos.
Estaremos amanhã, quinta-feira, pela manhã, na sede da empresa em Ipanguaçú, onde teremos maiores informações sobre as medidas a serem adotadas, inclusive números das perdas sofridas até o momento.

Mais uma vez é evocada a atenção do poder público para a necessidade de ações preventivas no percurso do rio Piranhas/Açu, desde o barramento pela Barragem Armando ribeiro Gonçalves até sua deságua em Macau, incluindo construção de diques nos canais de drenagens construídos pelas empresas e desassoreamento do leito nos locais mais críticos.

Algumas coisas são sabidas; o rio não sairá do lugar, empresas e agricultores não deixarão de cultivar suas fazendas, assoreando cada vez mais o leito do rio e enchentes e secas nessa região são comuns. Esperar por quem para tomar as medidas cabíveis?

Governos e a iniciativa privada devem se associar para reparar o passivo até então constituído e criarem mecanismos eficientes para concessão de novos empreendimentos.

AS ÁGUAS QUE ATINGEM IPANGUAÇÚ ATÉ O MOMENTO SÃO PROVENIENTES DO RIO PATAXÓ


Se até o momento as águas que atingem o município de Ipanguaçú são provenientes do Rio Pataxó, e realmente são, o que poderia ter sido feito para evitar transtornos dessa natureza?
Será que faltaram ações preventivas como as que estão em andamento?

Se os recursos do governo federal tivessem chagado no meado de 2008, tais prejuízos e riscos de perdas humanas seriam evitados?

Pois é; não fosse a obstinação do prefeito Leonardo, que desde sua posse não parou de cobrar do governo do estado, na pessoa do secretário de Meio Ambiente e Recursos Hídricos, o vice-governador Iberê Ferreira de Souza, da deputada federal Fátima Bezerra e do deputado estadual Fernando Mineiro, as obras de desassoreamento do Rio Pataxó, tal vez a situação fosse muito pior.

A limpeza superficial melhorou muito o fluxo da água, porém precisa muito mais, precisa, após o período chuvoso, concluir a limpeza e executar o desassoreamento do rio por completo, permitindo que as águas caminhem livremente em toda sua exuberância.

terça-feira, 28 de abril de 2009

ÁGUAS DO MENDUBIM DEIXAM MORADORES DO CUMBE ILHADOS



Moradores da comunidade rural “Sítio Cumbe”, localizada na bifurcação entre os rios Piranhas/Açu e Paraú, estão ilhados quando em se tratando de deslocamentos para as cidades de Assú, Itajá, São Rafael, Jucurutú, Paraú, Triunfo Potiguar e Campo Grande.

Para chegarem até a cidade sede do município, Assú, necessitam de travessia via barco, e nem sempre encontram o meio de transporte com regularidade.

Mesmo quando existe a disponibilidade, como desde ontem a prefeitura colocou o serviço de um barqueiro a disposição da comunidade, a localidade na é favorável, pois os moradores precisam se deslocar por mais de quinhentos metros em meio às águas de pequenas lagoas formadas ao logo do percurso, tanto de um lado quanto do outro do rio Paraú.

Segundo Ronaldo Maia Júnior, ex-presidente da Associação de Moradores do Cumbe, o barqueiro está inadequadamente localizado, penalizando os moradores dom esses deslocamentos, quando o local mais viável seria fazer o trajeto que ele faz para transportar as mercadorias por ele comercializadas, desembarcando defronte a Fazenda Arunda, conforme foto.

AGENDA BÁSICA DA PREFEITURA PARA TERÇA-FEIRA (28.04)


Órgão federal nega existência de empecilhos em obra de abastecimento de água
É totalmente improcedente a informação veiculada por setores da mídia impressa da região e do Estado dando ciência de que haveria dificuldade na liberação de recursos para a continuidade das obras de ampliação do sistema de distribuição de água do município do Assú em conseqüência de uma suposta falha por parte do poder público local. A informação que chegou a ser propagada registrou que, por conta de lapsos cometidos pela Prefeitura Municipal, o município poderia se ver privado do investimento. O que veio atestar que a referida notícia é completamente inverídica foi um documento oficial emitido por órgão da administração federal. O Ofício nº 001968/2009, do dia 16 de março último, encaminhado pelo secretário nacional de Saneamento Ambiental (órgão atrelado à estrutura administrativa do Ministério das Cidades), Leodegar Ticoski, endereçado ao prefeito Ivan Lopes Júnior, prestou todos os esclarecimentos necessários sobre o projeto de ampliação do sistema de abastecimento de água do Assú. Fazendo referência aos convênios nºs 005/2007 e 001/2008, celebrados em 28 de dezembro de 2007 e 30 de dezembro de 2008, respectivamente, entre a Prefeitura do Assú e o Ministério das Cidades, para expansão do sistema de abastecimento de água do município, no âmbito do Programa de Ação Social em Saneamento (PASS), do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), o secretário nacional informou que, “com o fim do contrato de empréstimo BID nº 1356/PC-BR o compromisso firmado entre este Ministério e a Prefeitura terá continuidade através do Programa de Aceleração do Crescimento – PAC”. Leodegar Ticoski acrescentou que “os recursos necessários para a execução da obra e das Ações de Educação Sanitária e Ambiental e Comunicação e Mobilização Social encontram-se assegurados, o que requererá algumas providências no sentido de ingresso do empreendimento no PAC”. Registrou que “tais providências consistem no cancelamento dos convênios ora em vigência e na formalização de novo pacto segundo o escopo daquele Programa”. O secretário nacional de Saneamento Ambiental afirmou, ainda, que “a Coordenação Geral do PASS/BID estará incumbida das providências necessárias à migração do empreendimento entre os dois Programas, de forma a minimizar os eventuais atrasos no planejamento ora em curso”. Ele registrou também que “nesse sentido, técnicos deste Ministério estarão mantendo contato com a Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte – CAERN, tão logo estejam levantadas todas as providências de parte daquela empresa necessária ao novo pacto”. Por fim, o representante do Governo Federal salientou que “o compromisso entre esta Secretaria Nacional de Saneamento Ambiental e essa Prefeitura municipal encontra-se assegurado, e renovado o empenho mútuo para a realização do empreendimento”.
Regularização de mototaxistas e transportes alternativos será discutida quarta e quinta-feira

O processo de regulamentação de alguns serviços de transporte coletivo público em Assú será objeto de dois encontros programados para quarta e quinta-feira, 29 e 30 de abril, respectivamente, na instância da Prefeitura Municipal do Assú. As reuniões se inserem dentro do projeto que tem por finalidade a organização do trânsito do município, de acordo com o que é antecipado pelo secretário municipal de Serviços Públicos, Francisco de Assis Souto Barbalho, Tê. O primeiro encontro, na quarta-feira, será realizado às 17h, nas dependências do auditório do Sindicato dos Trabalhadores Rurais. O secretário Tê destacou que, na pauta de discussões, constarão questões tais como a regularização dos mototaxistas e a problemática dos clandestinos. O auxiliar disse que, atualmente, o município conta com cerca de 23 (vinte e três) postos de mototáxi envolvendo um universo estimado de 300 (trezentos) profissionais. A reunião seguinte, agendada para quinta-feira, dia 30, será realizada às19h, nas dependências do Gabinete da Prefeitura, com os proprietários e condutores de transportes alternativos.
Comissão de Defesa Civil viverá reunião de emergência nesta quarta-feira

O agravamento da situação principalmente na região da várzea provocado pela elevação do nível de água do rio Piranhas-Açu está motivando a realização de uma reunião de emergência nesta quarta-feira, 29 de abril, a partir de 8h, na instância da Comissão Municipal de Defesa Civil. Este será o segundo compromisso do gênero na esfera da Comissão. A reunião anterior, realizada na última sexta-feira, dia 24, tratou do problema, mas envolveu somente os órgãos da própria administração municipal que possuem assento no colegiado. Aquela reunião, de acordo com o presidente da Comissão de Defesa Civil – e também secretário de Agricultura, Pecuária e Pesca –, Paulo César de Brito, objetivou discutir internamente as providências e ações que cada órgão poderá adotar no enfrentamento das conseqüências da enchente. Compareceram a este encontro representantes da própria pasta de Agricultura, Pecuária e Pesca e das Secretarias de Meio Ambiente, Desenvolvimento Social, Serviços Públicos e Saúde.
Agenda cultural que se inserirá dentro da programação oficial do São João será debatida

Ainda durante o transcurso desta semana o secretário municipal de Juventude, Esporte e Lazer, Luis Dailson Machado, e o diretor geral do Centro Escolar de Arte e Cultura (CENEC), Gilvan Lopes de Souza, se reunirão com a finalidade de discutir a confecção da programação cultural que será incluída no contexto da festa de São João deste ano. O secretário Dailson Machado disse que é necessário dar mais agilidade ao processo de elaboração de todo o conteúdo da programação da festa, que será vivenciada no mês de junho vindouro. “A festa de são João é uma manifestação que, por conta de sua grandiosidade, requer mais tempo para se trabalhar e cuidar dos seus mínimos detalhes”, registrou o auxiliar da administração municipal. Dailson Machado adiantou que a intenção é inserir uma série de manifestações artístico-culturais no itinerário festivo. Ressaltou que este é justamente o objetivo da reunião que terá com o diretor geral do CENEC. Gilvan Lopes ressaltou que o órgão possui diversas sugestões com o propósito de enriquecer o calendário festivo do padroeiro e que estas opiniões serão discutidas nessa oportunidade que terá de se encontrar com o secretário municipal de Juventude, Esporte e Lazer.
Prefeitura inicia nesta quarta-feira liberação da folha de pagamento de abril

A partir desta quarta-feira, 29 de abril, a Prefeitura do Assú começa a liberar a folha de pagamento correspondente ao mês de abril. É o que prevê o calendário de desembolso anunciado no mês de janeiro para todo o exercício, conforme a informação transmitida pelo secretário municipal de Planejamento e Coordenação Administrativo e Financeiro, Breno Eduardo de Souza Lopes. O auxiliar registrou que, em conseqüência do permanente cuidado com o equilíbrio dos cofres públicos municipais, mesmo diante do cenário adverso proporcionado pela queda de arrecadação verificada no trimestre – janeiro, fevereiro e março – não existiu qualquer comprometimento ao cronograma divulgado no começo da administração pelo prefeito Ivan Lopes Júnior. A folha de pagamento dos servidores municipais de Assú é realizada por intermédio da agência local do Banco do Brasil. No primeiro dia de pagamento (quarta-feira, 29 de abril) serão contemplados os servidores de todas as Secretarias, à exceção da Secretaria Municipal de Educação. No segundo dia (quinta-feira, 30 de abril) o descontingenciamento financeiro beneficiará justamente o efetivo lotado na referida pasta. Segundo informação dada pelo secretário municipal de Administração, Clebson Elves Corsino de Melo, o pagamento dos servidores da Prefeitura do Assú representa uma injeção financeira no município de mais de R$ 1.200.000 (um milhão e duzentos mil reais).

Lúcio Flávio Medeiros da Fonseca
Secretaria de Comunicação Social
Prefeitura Municipal do Assú(84) 9106-1440

segunda-feira, 27 de abril de 2009

CÃES SOLTOS NAS RUAS, AMEÇA CONSTANTE A SAÚDE HUMANA



Possuir animais de estimação, (cães, gatos, aves e outros animais silvestres) requer de seus donos cuidados especiais. Todos transmitem algum tipo de doença maléfica aos seres humanos, dentre outras a Toxoplasmose, Asma, Rinite, Raiva, Calazar ....

A toxoplasmose é uma zoonose de distribuição mundial. Trata-se de uma doença infecciosa causada pelo protozoário Toxoplasma gondii. Ocorre em animais de estimação e produção, incluindo suínos, caprinos, aves, animais silvestres, cães, gatos e a maioria dos vertebrados terrestres homeotérmicos (bovinos, suínos, cabras, etc.).

Erroneamente, costuma se culpar os gatos pela transmissão da toxoplasmose aos humanos [49]. No entanto, pesquisas atuais indicam que na maioria das vezes essa acusação é injusta, tendo em vista que o Toxoplasma gondii, que é o protozoário causador da doença, necessita de um período de incubação após ser expelido pelo organismo do animal, por meio das fezes. Desse modo, para que haja contaminação, é necessário que haja contato com as fezes secas do animal. Portanto, mantendo-se o gato em um ambiente higienizado, com limpeza diária de sua caixa de areia, não há motivos para preocupação em adquirir essa zoonose[50].

A toxoplasmose pode ser perigosa para a mulher grávida sendo uma possível causadora de má-formações fetais e surdez congênita. Os felinos desempenham um papel chave no ciclo desta enfermidade, sendo hospedeiro do parasita. O gato pode adquirir a doença ao se alimentar de algum pássaro ou rato infectado. Portanto, a primeira conclusão é que os gatos envolvidos na transmissão são somente aqueles que têm possibilidade de caçar ratos (gatos silvestres ou de fazendas)..

Quando contaminado, o felino excreta os oocistos ("ovos" do protozoário) nas suas fezes, e o humano pode se infectar quando entra em contato oral com elas (por não lavar as mãos direito depois de limpar a caixa de areia do animal, ou não lavar legumes que foram plantados em locais que contêm fezes de gatos, por exemplo).

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS) o principal causador da toxoplasmose em mulheres não é o contato com gatos domésticos. O principal perigo consiste na ingestão de protozoários presentes na carne vermelha crua ou mal cozida, bem como nas verduras mal lavadas e contaminadas com dejetos de animais[52].

A leishmaniose visceral, também conhecida como calazar, esplenomegalia tropical e febre dundun, é uma doença causada pelo protozoário tripanossomatídeo Leishmania chagasi. É transmitida por vetores da espécie Lutzomia longipalpis e L. cruzi; mosquitos de tamanho diminuto e de cor clara, que vivem em ambientes escuros, úmidos e com acúmulo de lixo orgânico (ex: galinheiros). Suas fêmeas se alimentam de sangue, preferencialmente ao fim da tarde, para o desenvolvimento de seus ovos.

Pessoas e outros animais infectados são considerados reservatórios da doença, uma vez que o mosquito, ao sugar o sangue destes, pode transmiti-lo a outros indivíduos ao picá-los. Em região rural e de mata, os roedores e raposas são os principais; no ambiente urbano, os cães fazem esse papel.

Indivíduos humanos apresentam febre de longa duração, fraqueza, emagrecimento e palidez como sintomas. Fígado e baço podem ter seu tamanho aumentado, já que a doença acomete estes órgãos, podendo atingir também a medula óssea. O período de incubação é muito variável: entre dez dias e dois anos. Doença endêmica em 62 países. No Brasil são registrados cerca de 3000 casos por ano, sendo que mais de 5% destes vão a óbito, cerca de um ou dois anos após o surgimento dos sintomas: grande parte em razão da falta de tratamento.

A Raiva é uma doença altamente contagiosa, incurável e, conseqüentemente, fatal.

Causada pelo vírus Rhabdoviridae, pode ser transmitida por vários animais como cavalos, morcegos, etc., mas as maiores fontes de transmissão da doença aos homens são os animais domésticos. A transmissão se dá pelo contato com a saliva (mordida ou lambedura) de animais que já estejam contaminados.

Os animais contaminados pela doença apresentam alguns sintomas característicos como salivação além do normal, alterações de comportamento, paralisia dos músculos faciais, aversão à claridade, etc.

O tratamento da doença deve ser realizado enquanto o doente (homem ou animal) ainda não apresentar os sintomas, pois assim que os sintomas se manifestam não existem mais chances de cura.

Assim, sempre que houver contato (tanto de humanos quanto de animais) com um animal sabidamente raivoso, desconhecido ou que não tenha sido devidamente vacinado contra a doença, é preciso que o animal ‘agressor’ permaneça em observação durante dez dias. Durante esse período, caso o animal não apresente nenhum dos sintomas da Raiva, a vítima (homem ou animal) não precisará recorrer a nenhum tipo de tratamento e o animal com a suspeita da doença (‘agressor’) poderá ser liberado.

Caso contrário, ou seja, caso o animal ‘agressor’ venha a morrer ou não tenha sido capturado e colocado em observação após o contato, é importante que a vítima procure atendimento o mais rapidamente possível para que a doença possa ser diagnosticada e, se confirmada, neutralizada, inclusive com o auxílio de vacinas específicas, sempre sob a orientação de um médico (para pacientes humanos) ou de um veterinário (caso a vítima seja outro animal).

Por trata-se de uma doença fatal onde o tratamento de cães raivosos é absolutamente ineficaz, a melhor maneira de evitar a doença é a vacinação dos animais, que deve ser feita a partir do 3º mês de vida com reforços anuais, tanto da vacina anti-rábica quanto da vacina múltipla, sempre sob a supervisão de um veterinário.

A vacinação é o único meio de prevenção da Raiva, pois, caso um animal sadio que não tenha sido vacinado entre em contato ou seja atacado por um animal doente, a doença progredirá rapidamente e poderá matar o animal em até dez dias.

Há poucos dias recebemos denúncia de casos de Calaza na comunidade de Pataxó, município de Ipanguaçú, portanto muito próximo de Assú.

Chamamos a atenção das secretarias municipal de Serviços Urbanos e de Saúde para a grande quantidade de cães espelhados pela cidade de Assú, sem que seus donos assumam a responsabilidade que lhes é imputada.

Algumas boatos dão conta que criadores da Zona Rural, quando insatisfeitos com seus animais especialmente cães e gatos, trazem para cidade e os soltam próximo ao matadouro, já que esses encontrariam naquele local farta alimentação.

domingo, 26 de abril de 2009

AMIGOS, AMIGOS, VOTOS A PARTE


O jovem vereador Wedson Nazareno, do PP de Assú, eleito em 2008 o segundo mais votado do município, vem atraindo as atenções daqueles que desejam seu apoio para 2010.

Foi o que ficou claro ontem durante visita à Barragem Armando Ribeiro Gonçalves, quando em tom ameno o deputado estadual Walter Alves, ao ser fotografado ladeado por George Montenegro e Wedson, disse “preciso me cuidar que George de besta não tem nada”, se referindo ao vereador.

Eleito vereador pelo PP – Partido Progressista de Assú, porem com vinculação política de muitos anos com o clã dos Alves, Wedson certamente terá uma missão espinhosa para administrar. Seguir a tradição familiar herdada de seu pai, o ex-vereador Ormando Machado, e votar em Walter Alves ou seguir a orientação do grupo político liderado pelo prefeito Ivan Júnior e votar em George Montenegro, pré candidato a deputado estadual que tem a simpatia de Ivan Lopes Júnior.

PREFEITO DE ALTO DO RODRIGUES INFORMA SENADOR DOS RISCOS EM SEU MUNICÍPIO


Durante encontro na tarde de ontem no município de Itajá, mais precisamente em visita à ao sangradouro da Barragem Armando Ribeiro Gonçalves, o prefeito do Alto do Rodrigues, Eider Madeiros, informou ao senador Garibaldi Alves Filhos sobre os prováveis riscos que seu município está sujeito.

Em sua exposição Eider fez constar o número de famílias até então desabrigadas, as providências tomadas, ações preventivas em andamento, via Defesa Civil e secretarias afins e preparativos emergenciais em caso de real necessidade.

O senador disse está ciente dos fatos que envolvem toda a Região e que é seu desejo se manter informada sobre o andamento situacional do Vale do Açu.

Segundo o prefeito até aquele momento doze famílias já se encontravam em abrigos públicos e muitas outras em casas de parentes ou amigos, todas assistidas pela prefeitura.

SEMANA DO COMÉRCIO EM ASSÚ RENDEU POUCO


Durante quatro dias, 22, 23, 24 e 25 de abril, a cidade de Assú teve a oportunidade de oferecer aos comerciários e demais trabalhadores de outras atividades ligadas ao comércio vários eventos sociais nas áreas educativas, de esporte e de lazer.

Nossa cidade, sem opções de lazer, não soube aproveitar como deveria a presença do SESC (com oficinas de arte, de capacitação, de recreação infantil, avaliação física-IMC, caminhadas, corrida rústica, apresentação artística, passeio ciclístico e outras atividades.

Já o SENAC ofereceu palestras sobre a Arte de Atender, Inovação – uma questão de sobrevivência no varejo, Marketing Pessoal – Estratégia e Diferenciação, Corte de Cabelo, Automaqueagem, Sobrancelhas de henna e Depilação.

Quanto ao SEBRAE apresentou temas como Empreendedorismo, Desenvolvendo Equipes de Vendas e a Arte de Vender.

O sistema aglutinador do comércio é composto no Brasil pela Câmara de Dirigentes Lojistas, Associação Comercial e Sindicato do Comércio Varejista, ligados às Federações e Confederações, formando um tripé encarregado de fomentar a visibilidade e o desenvolvimento do maior mercado da economia do planeta. O comércio.

Pergunta-se o que faltou para que tão importante evento fosse bem mais aproveitado?

Por que somente o Sindicato, na pessoa do seu presidente Francisco de Assis Barbosa, estava presente?
Sendo a CDL – Câmara dos Dirigentes Lojistas, a maior e mais organizada instituição representativa do comércio não participou diretamente desse momento de apoio ao comerciário?
A Associação Comercial, uma instituição que na antiga capital da república tinha influência até no Palácio Real, também não esteve presente.

Precisamos repensar os atuais conceitos. Se quisermos um Assú mais forte, presente na economia local e regional, obrigatoriamente teremos que participar mais das decisões, arregaçarmos as mangas e suar a camisa para alcançarmos nossos objetivos. Com a palavra seus dirigentes.

VALEU ASSU, VIVA O CAMALEÃO. É ASSIM QUE SE FAZ; RAÇA E CORAÇÃO, A DOSE PERFEITA



Um jogo digno de que quer ser campeão, eficiente e de resultado expressivo.

Com esse resultado os jogadores e dirigentes do Potyguar terão muito com que se preocupar até o jogo final em Caicó.

Estão de parabéns os jogadores e dirigentes pela bravura com que se portaram em todo o decorrer do certame. Dificuldades a parte, desafios vencidos e a glória total há um passo de ser conquistada.

Somente os bons, os bravos, os corajosos, os incomodados serão capazes de conquistar ideais, de transpor barreiras. Vocês são por tudo isso, verdadeiros guerreiros do esporte assuense.
Felicidades e determinação, a sorte será construída dentro do campo, durante os noventa minutos restantes.

sábado, 25 de abril de 2009

IVAN RECPCIONA O SENADOR GARIBALDI E COMITIVA EM SUA RESIDÊNCIA


O senador Garibaldi Alves Filho, o deputado Walter Alves e comitiva foram recepcionados pelo prefeito Ivan Lopes Júnior, pelo vice-prefeito Alberto Luiz de Lima Trigueiro, vereadores Odelmo de Moura Rodrigues, presidente da Câmara; Heliomar Cortez Alves, Carlos Alberto da Costa Bezerra, Carlinhos de Everton; Manoel Ferreira Targino, Manoel Botinha, e Wedson Nazareno, alem de vários secretários e auxiliares.

Ao chegar à residência do prefeito, o senador Garibaldi foi presenteado pelo prefeito Ivan Lopes Júnior com uma camisa oficial do time do Assu. Quando perguntado sobre qual o time preferido entre Potyguar de Currais Novos e Assu para ganhar o campeonato estadual deste ano, o senador, sem tomar partido, assim respondeu, “preferia que fosse o ABC, mas como já que não está na disputa, o que ganhar estará de parabéns”, disse Garibaldi Alves Filho.

Senador recebe informações do secretário de Agricultura Pecuária e Pesca Paulo Cesar de Brito, que também responde pela presidência da Comissão Municipal de Defesa Civil – COMDEC, sobre a situação das enchentes e os preparativos para agir em caso de calamidade pública, em decorrência das chuvas e prováveis enchentes.

Após ceder entrevista a Radio Princesa do Vale, ao jornal Folha do Vale e a este Blog, as autoridades seguiram em direção à Barragem Armando Ribeiro Gonçalves, aonde outros políticos se juntaram aos que partiram de Assú.

Em itajá,no mirante da Barragem, aguardavam pela comitiva do senador o prefeito do Alto do Rodrigues Eider Medeiros, o vereador e presidente da Câmara do Alto do Rodrigues, Antônio José Bezerra de Souza; outros vereadores daquele município; o coordenador da FUNASA, José Antônio de Abreu, Zeca Abreu; o presidente do PMDB de Assú, Carlos Machado, entre outros.
Também estiveram em Assú, na residência do prefeito, representando o prefeito de Ipanguaçú, os senhores José Ferreira, o Ferrerinha, secretário de Agricultura e Joildo Bezerra, presidente do Partido dos Trabalhadores daquele município.
Quando questionado sobre as promessas feitas pelos governos do estado e da união, quando das enchentes de 2008, ocasião em que grandes prejuízos foram ocasionados, o senador disse lamentar e pelo fato de não representar o poder executivo se limitava ao ato de pleitear o cumprimento das ações.

Sobre a criação do badalado Consórcio de Desenvolvimento do Vale do Açu, suas funções e perspectivas de ações concretas, Garibaldi respondeu com segurança dizendo, “não sou eu só quem afirma ser esse o caminho para sensibilizar os Ministérios e conseguir recursos, é o próprio sistema da administração federal. Os consórcios são atualmente instrumentos importantes para os municípios perante Brasília”, afirmou Garibaldi Filho, senador da República.

ASSÚ GANHA PRIMEIRO EMPREENDIMENTO IMOBILIÁRIO COM ELEVADOR


Em muito breve, pouco menos de uma semana, estará sendo disponibilizados ao mercado imobiliário de Assú 30 novos apartamentos residenciais, localizados no centro da cidade, em prédio dotado de elevador.

Será o primeiro empreendimento imobiliário em Assú a cumprir rigorosamente a Lei de acessibilidade, composto de 30 unidades residenciais, dentre os quais dois apartamentos destinam-se a pessoas portadoras de necessidades especiais, completamente adaptados.

O prédio, em forma de condomínio, foi construído em dois blocos, sendo um com entrada pela rua Bernardo Vieira, com três pavimentos (um dia garagem e dois de apartamentos, dez em cada pavimento), e o segundo bloco com entrada pela rua Augusto Severo, com dois pavimentos de apartamentos.
O prédio oferece um moderno elevador.
Aguardem. Vale apenas conferir o estilo e bom gosto do empreendimento, com a marca de qualidade Hogo Cabral. O amigo Hugo, proprietário de Rede de Postos Frei Damião.

sexta-feira, 24 de abril de 2009

COMISSÃO MUNICIPAL DE DEFESA CIVIL – CONDEC – DE IPANGUAÇU EM ALERTA 24 HORAS



CONDEC – Comissão Municipal de Defesa Civil, essa sigla serve para todos os municípios brasileiros, cada um ao seu modo. Podendo prestar os melhores serviços a população ou simplesmente existir e não atender aos propósitos básicos.

Em Ipanguaçú a Defesa Civil funciona bem e de forma organizada, com responsabilidades substabelecidas, organograma funcional onde cada membro assume suas incumbências e depois prestam contas.

Foram criadas seis subcomissões, a saber: Transporte, Cadastramento e entrega de cestas básicas, Técnica, Elaboração de Relatórios e Estatísticas, Acompanhamento dos Abrigos Públicos, e a de Palestras Educativas nos Abrigos; essa última composta por uma enfermeira, uma psicóloga e uma professora.

Segundo Leonardo, diariamente os membros, num total de dezesseis, se reúnem para, em forma de diagnóstico, avaliar as ações praticadas, analisar e planejar novas ações e viabilizar parcerias. “Faço questão de saber de todos os detalhes diariamente e se possível de hora em hora. Estamos falando de gente carente que precisa do poder público. Fui eleito para isso, esse é meu povo,” afirma Leonardo Oliveira.
Hoje, 24/04, às 15:30 horas, nas dependências da secretaria de Ação Social, mais una reunião foi realizada, dessa feita com a presença do prefeito, onde foram avaliadas as ações das última 24 horas e novos planos foram traçados para as horas seguintes.

Até aquele momento, às 15:30 horas de hoje, 24/04, 122 famílias haviam sido cadastradas e já estavam sendo assistidas com cestas básicas, quite saúde e orientação de psicológicas, higiene e saúde.
Algumas ações preventivas no sentido de minimizar os efeitos das enchentes estão sendo adotadas pela Prefeitura diretamente e em parcerias com instituições públicas e privadas. A empresa Del Monte assumiu a responsabilidade de fechar os canais de drenagem que liga o Rio Piranhas/Açu às fazendas, diminuindo o fluxo d’água nas áreas mais baixas e conseqüentemente suscetíveis a alagamento.

Já no final do dia, na Escola Municipal Coronel Ovídio Montenegro, l4 famílias que se encontram abrigadas naquele prédio receberam cestas básicas, contendo cada uma 17 quilos de mantimentos, acompanhadas de frutas, legumes e verduras, distribuídas por membros da Comissão Municipal de Defesa Civil.
Indagado por nossa reportagem sobre a possibilidade de decretar estado de calamidade pública no Município, o prefeito foi enfático ao dizer “não vejo necessidade até o momento para tomar uma decisão tão estrema como essa, o que o povo precisa nós estamos atendendo e iremos continuar a atender. Se houver verdadeiramente necessidade então, de comum acordo com os membros da Comissão e com a sociedade, tomaremos as medidas cabíveis”, afirma Leonardo Oliveira, prefeito municipal.